Google+ Followers

sábado, 2 de abril de 2011

Norte de Japão se desloca até 3,5 metros após tremores


Um relatório divulgado nesta segunda-feira pelo Instituto de Pesquisas Geográficas revela que a parte norte do Japão, entre as províncias de Iwate e Fukushima, teve um deslocamento de até 3,5 metros em direção ao Oceano Pacífico. O movimento teria sido causado pelo terremoto de 9 graus na escala Richter, ocorrido no último dia 11.

Para chegar a essa conclusão, o Instituto se baseou em fotos de radar tiradas pelo satélite Daichi nos dias 15 e 20 deste mês, fazendo comparação com imagens de dezembro do ano passado.


Quando mais próximo ao epicentro do terremoto, localizado a 130 quilômetros da costa, maior foi o deslocamento. Na península de Oshika, em Miyagi, foram 3,5 metros. Em Kamaishi (Iwate), o Instituto mediu diferença de dois metros entre as fotos; em Miyako (Iwate), Higashine (Yamagata) e Date (Fukushima), um metro.

Em abril, o Instituto, localizado em Tsukuba (Ibaraki), pretende continuar com as pesquisas sobre deslocamento terrestre na região de Kanto. A intenção é de fazer um mapa geral sobre as mudanças geográficas após o maior terremoto da histórica recente do Japão.


Fonte: Alternativa Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário