Google+ Followers

terça-feira, 19 de abril de 2011

Por que a vodca não congela no freezer?


Porque a temperatura necessária para fazer a bebida congelar fica um pouco abaixo dos 20 ºC negativos, a temperatura que um freezer costuma ter. Como isso é possível? Simples: graças ao baixíssimo ponto de congelamento do álcool etílico: 117 ºC negativos. A vodca contém entre 40% e 55% de álcool e essa quantidade é mais que suficiente para que a bebida suporte o frio do congelador sem sair do estado líquido. Mas o álcool não trabalha sozinho. "A vodca contém substâncias, como sais, que também reduzem seu ponto de congelamento", diz o químico Flávio Maron Vichi, da USP. O que os sais fazem é aumentar o grau de desordem nas ligações das moléculas das Smirnoffs e Stolichnayas da vida. Isso deixa o líquido mais longe do congelamento, no qual atingiria o estado mais ordenado de todos: o sólido.

Para congelar uma substância bagunçada pelos sais é preciso retirar mais energia dela. "Retirar mais energia", em português claro, significa ter que baixar ainda mais a temperatura. Em outras bebidas que têm uma quantidade de álcool e sais parecida com a da vodca, como o uísque ou o conhaque, o processo é o mesmo. A diferença é que não os colocamos no freezer por costume. O hábito de fazer isso com a vodca se deve à natureza da bebida. A temperatura baixa impede que a gente sinta o sabor do destilado. E a graça da vodca é justamente ter o gosto mais neutro possível.

Fonte: http://mundoestranho.abril.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário