Google+ Followers

quarta-feira, 24 de março de 2010

AIDS em Cães e Gatos


O vírus da imunodeficiência felina (FIV) pertence à mesma subfamília do vírus da imunodeficiência humana (HIV), causador da AIDS, porém é espécie-específico, ou seja, infecta apenas felinos.

A doença nos gatos foi descoberta em 1986, e desde então várias pesquisas estão sendo feitas devido à similaridade do FIV com o HIV.

O principal meio de transmissão se dá através de mordeduras. Outras fontes de infecção são através de transfusão de sangue, da mãe para o filhote, caso ela se infecte durante a gestação. Acredita-se que ele também possa ser transmitido pelo contato com a saliva dos animais contaminados.

Os animais mais suscetíveis são os machos inteiros (não castrados) e gatos de vida livre, ou domésticos, que têm acesso a rua, pois a transmissão por ferimento de mordedura pode ocorrer durante as brigas. Gatos que vivem em ambientes com muitos animais, com introdução frequente de gatos novos, também estão expostos.

O vírus infecta primariamente as células de defesa (linfócitos), destruindo-as lenta e gradualmente semelhante ao que ocorre com o HIV. O animal passa por cinco fases da doença até chegar à imunodepressão, que é a última fase, chamada fase AIDS felina. Isto demora anos, e uma das características da doença é o longo período de latência, ou seja, o animal infectado não apresenta nenhum sintoma durante anos (portador assintomático). Por sua semelhança com a AIDS humana muitos pesquisadores tem estudado a doença dos gatos para entender e auxiliar a descobrir tratamentos para a doença no homem.

Como suspeitar que o gato está infectado? Não existe um sintoma específico, o que vai chamar a atenção são sintomas de baixa imunidade. Animal que apresenta infecções frequentes, ou recorrentes, doenças incomuns, perda de peso, febre de origem desconhecida, são prováveis soropositivos. Pode também apresentar anemia e alguns tipos de tumor

O diagnóstico é feito através de exame de sangue para confirmar a presença de anticorpos contra o FIV na corrente sanguínea. Atualmente no Brasil temos disponível o teste ELISA. É importante frisar que uma vez soropositivo, o gato torna-se importante fonte de infecção para outros gatos, sendo ideal testar todos os animais da casa e manter os soropositivos isolados dos soronegativos. Outras medidas de controle são castrar o animal e evitar que ele tenha acesso à rua, além de rigorosos cuidados e visitas constantes ao veterinário.

As reações dos proprietários ao receber um diagnóstico de FIV são variadas, passando pelo desespero até o preconceito, semelhante ao que ocorre com as pessoas portadoras do HIV. Hoje em dia podemos proporcionar uma qualidade de vida melhor para o gato soropositivo, pois algumas drogas utilizadas em medicina para pessoas com AIDS têm sido utilizadas em gatos. Estas drogas promovem uma melhora da condição clínica e imunológica. Além do tratamento direcionado para o FIV, temos que tratar as infecções secundárias e oportunistas.

Fonte: http://petmag.uol.com.br

18 comentários:

  1. bom dia galera
    gostaria de saber se uma pessoa portadora do vírus HIV(aids) ao ser atacada por um cao e receber uma mordida, no caso, haverá contato entre o sangue positivo com o do cao !
    a transmiçao ocorre?e se sim , o cao passara a transmitir a doença para outro humano?

    ResponderExcluir
  2. Não...

    Os gatos podem se infectar com o FIV (vírus da imunodeficiência felina), um vírus da mesma família do HIV e que causa a FIDS (síndrome da imunodeficiência felina). Os macacos e grandes primatas (exceto o homem) também podem se infectar com um outro vírus desta família, o SIV (vírus da imunodeficiência símia), que causa a SAIDS (síndrome da imunodefieciência adquirida símia). Mas ela não é zoonose, ou seja, não passa de gato para humano e nem de humano para gato. Mesma coisa para o SIV. Estes vírus são diferentes do HIV, apesar de serem parecidos e da mesma família.

    Os vírus que citei não infectam humanos. Macacos e gatos não são infectados pelo HIV tampouco. Portanto, a resposta é não, seja pra cachorro, gato ou macaco.

    ResponderExcluir
  3. Olla , complementando a perguta feita logo a cima , ah o risco de o animal que mordeu uma pessoa infectada por HIV conter o virús nos dentes ou em alguma região da boca que logo apos a mordida em um humano ele morda outro humano e passe o virús com o sangue que possa ter ficado na boca do cão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se o vírus sobrevive tanto tempo assim dentro da boca de cão.
      Desculpe.

      Excluir
    2. Desculpa me meter, mas não, não sobrevive, pode não parecer mas o vírus HIV é extremamente sensível, morre em menos de um minuto depois que está fora do corpo humano.

      Então, não tem nenhuma maneira que faça um cão transmitir HIV, mesmo se ele morder duas pessoas o vírus já vai estar morto.

      Excluir
    3. O vírus HIV na verdade sobrevive até 72 horas fora da corrente sanguínea.

      Excluir
  4. Se um cachorro tiver contato com sangue de uma pessoa que tenha HIV, o cachorro pode ser contaminado e passar o HIV para outra pessoa caso aja contanto com o sangue do cachorro?

    ResponderExcluir
  5. Se um cachorro tiver contato com sangue de uma pessoa que tenha HIV, o cachorro pode ser contaminado e passar o HIV para outra pessoa caso aja contanto com o sangue do cachorro?

    ResponderExcluir
  6. Se um cachorro tiver contato com o sangue de uma pessoa que tenha HIV, ele pode ser contaminado e passar o HIV para outra pessoa caso tenha o contato com o sangue do cachorro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Mosquitos, cachorros, talheres, copos compartilhados, abraços.. nada disso transmite hiv. Mesmo a soroconversao em coito anal para o homem é de 0.5% ou 1 em 200.

      Excluir
  7. oi por favor mim ajude estou querendo saber se um cão que morde alguém contaminado com o vírus HIV ele se contamina também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, de forma alguma. Da mesma forma, mosquitos não são capazes de transmitir hiv.

      Excluir
  8. Por Favor, existe alguma pesquisa que comprova que animais como ex: cachorro não pega ou transmite o vírus HIV?

    ResponderExcluir
  9. tenho um cara q tem HIV e esta atacando minha cadela tem como a cadela pegar HIV?

    ResponderExcluir
  10. Por Favor, existe alguma pesquisa que comprova que animais como ex: cachorro não pega ou transmite o vírus HIV?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O HIV é o vírus da imunodeficiência humana, não imunodeficiência canina. São subtipos diferentes do vírus. Não existe a possibilidade de um cão ou gato se contaminar com HIV e transmitir ao ser humano. Mas eles podem pegar o SIV, mas não transmitem para seres humanos.

      Excluir
  11. Por Favor, existe alguma pesquisa que comprova que animais como ex: cachorro não pega ou transmite o vírus HIV?

    ResponderExcluir
  12. Se o cachorro morde uma pessoa infectada e tres horas depiis ele morder outra ele pode contaminar a segunda pessoa so com a mordida ?

    ResponderExcluir