Google+ Followers

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Metade das vítimas tinha mais de 65 anos, diz levantamento





Mais de metade das vítimas do terremoto e do tsunami, que atingiram em 11 de março o nordeste do Japão, tinha mais de 65 anos de idade, segundo informou no domingo 10 o jornal Asahi com base nas primeiras estatísticas da polícia.


O jornal publicou que a polícia verificou a idade de 7.935 mortos, constatando que 4.398, 55,4 por cento, tinham 65 anos ou mais.

O balanço mais recente da Agência Nacional de Polícia, divulgado às 10h desta segunda-feira, informa que foram registrados 13.116 mortos e 14.377 desaparecidos em consequência do terremoto de magnitude 9 na escala Richter, seguido de um tsunami.

Antes da catástrofe, as pessoas idosas representavam cerca de 25 por cento da população desta região do arquipélago. "Muitas destas pessoas morreram porque provavelmente não tiveram tempo de fugir ou não podiam se locomover sozinhas", de acordo com o jornal.

Fonte: Alternativa Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário