Google+ Followers

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Golfinhos que 'pescam' com conchas surpreendem cientistas


Pesquisadores acreditam que um método de pesca com conchas pode estar se espalhando entre a população de golfinhos de Shark Bay, no Oeste da Austrália.

Os cientistas fotografaram golfinhos-nariz-de-garrafa do Indo-Pacífico (Tursiops aduncus) pegando conchas com o bico e as sacudindo no ar fazendo com que a água saísse de dentro delas, assim como os peixes que estavam escondidos ali.

O pesquisador Simon Allen, da Universidade de Murdoch, diz que o comportamento - raramente visto anteriormente - parece estar se tornando mais frequente na região. E enquanto outras técnicas de pesca usadas por golfinhos são geralmente ensinadas verticalmente, de mãe para filhos, o uso de conchas pode estar sendo passado entre golfinhos do mesmo grupo.

Alex Brown/University of Zurich/Murdoch University
Golfinhos que 'pescam' com conchas surpreendem cientistas

"Se realmente estamos testemunhando a difusão horizontal deste comportamento, eu assumiria que isso acontece quando um golfinho observa atentamente um companheiro golfinho pescando com conchas e aí imita o comportamento", diz Allen.

"Há uma fascinante possibilidade de que esse comportamento possa se espalhar diante de nossos olhos, ao longo de algumas pesquisas de campo, e de que possamos registrar essa difusão."

Comportamento raro

Os golfinhos de Shark Bay só haviam sido vistos levando conchas nos bicos cerca de cinco vezes durante 25 anos de pesquisas na região, mas ninguém havia conseguido explicar o comportamento.

Entre 2007 e 2009, pesquisadores da Universidade de Murdoch e da Universidade de Zurique observaram que os golfinhos estavam tentando pegar peixes escondidos dentro das conchas.


Durante os quatro meses de pesquisa de campo, em 2011, em Shark Bay, os cientistas conseguiram registrar o comportamento em pelo menos seis diferentes oportunidades. Agora, eles querem descobrir exatamente como os golfinhos usam as conchas.

"Ainda não sabemos se os golfinhos simplesmente seguem os peixes até que eles procurem refúgio em uma grande concha ou se os golfinhos chegam a mexer nas conchas anteriormente, talvez as virando com a abertura para cima com o objetivo de torná-las mais 'atraentes' para os peixes como um lugar de esconderijo", diz Allen.




Fonte: http://f5.folha.uol.com.br/

Cadela revolucionária adota quatro porquinhos


A cadela cubana Yeti leva a sério os princípios revolucionários de Cuba, onde vive.

Yeti adotou quatro porquinhos e os alimentou com seu leite na falta da mamãe leitoa. A cena foi registrada em Camaguey, na região central da ilha.

Fonte: http://f5.folha.uol.com.br

Amealhando tesouros


Não são poucos aqueles que gastam boa parte de sua energia e de seu tempo a buscar tesouros, acumular riquezas.

Está no sonho de muitos ter uma vida abastada, uma condição financeira vantajosa, um estilo de vida cercado de conforto e, não raro, de luxo.

Para tanto, investe-se o tempo, os recursos, a energia, tudo o que for necessário, em nome da carreira, do sucesso, do retorno financeiro.

Planos detalhadamente são elaborados, metas são traçadas e parte-se para a busca e a conquista do mundo.

E, tão envolvidos nos achamos nessa conquista, que nos esquecemos de que, a qualquer momento, podemos ser chamados de retorno ao lar, à nossa verdadeira pátria, ao mundo espiritual.

Nada há de errado em ter como meta o sucesso profissional, em desejar uma posição social confortável, em buscar ganhos financeiros de grande monta.

O fruto do trabalho honesto e bem conduzido é digno do trabalhador, que a ele faz jus.

O que ocorre é que, muitas vezes, ao encetar tal viagem na conquista do mundo externo, esquecemos o quão passageiro e efêmero ele é, o quanto ele efetivamente representa para nossa vida.

Ora deixa-se a convivência familiar em busca de experiências profissionais melhor remuneradas. De outra feita, as reuniões fraternas não contam com nossa presença, posto que nossas ocupações não nos permitem.

Não raro, o brincar com o filho, ou o nosso passatempo predileto, ou ainda a diversão descompromissada, tudo perde espaço para novas responsabilidades assumidas.

Caminhamos como se tivéssemos que conquistar o mundo e nos esquecemos de que não há desafio maior do que o de se autoconquistar.

Preocupamo-nos em demasia com aquilo que nos rodeia e nos esquecemos da nossa intimidade.

Assim, faz-se necessário pararmos vez ou outra a fim de nos perguntarmos quais são os tesouros que estamos amealhando nesta vida.

Se nossa vida física se concluísse hoje, o que levaríamos conosco?

De tudo que conseguimos nesta vida, de todos os tesouros, quais ficariam nos cofres do mundo e quais conseguiríamos levar conosco, no cofre do coração?

Jesus nos alertou sobre os tesouros que deveríamos efetivamente buscar, ensinando-nos sobre a condição passageira da vida física e da grandiosidade da vida espiritual.

* * *

Verifiquemos quais os valores e quais caminhos vêm percorrendo nossos passos, nesta viagem chamada vida.

Se nos conscientizarmos de que somos uma alma sob experiências na vida física, e não um corpo no qual habita uma alma, necessário que nossos valores e nossas opções sejam coerentes com quem efetivamente somos.

Viver no mundo, buscar suas alegrias e prazeres saudáveis, seus desafios e conquistas, é lícito e salutar.

O que não vale a pena, efetivamente, é perdermo-nos nas coisas do mundo, iludindo-nos exclusivamente com pertences e valores materiais.



Redação do Momento Espírita.

Em 19.08.2011.

Raças de Cachorro: SRD - Sem Raça Definida


O vira-lata (Brasil), ou rafeiro (Portugal) é a denominação dada aos cães ou gatos sem raça definida, SRD, como são geralmente referenciados em textos veterinários.

O termo vira-lata deriva do fato de muitos desses animais, quando abandonados, serem comumente vistos andando famintos pelas ruas revirando latas de resíduos em procura de algum alimento.

Geralmente os cães e gatos considerados sem raça definida são mestiços, descendentes de diferentes raças.


Os SRD, por outro lado, são todos os cães e gatos que não têm origem definidas em um pedigree que é um certificado emitido por entidades oficiais atestando a ascendência do animal. Para obter um pedigree o animal tem que ter pais com o mesmo certificado.

Entidades certificadoras exigem verificação de ninhada e mais recentemente a aplicação de microchips por veterinários. O animal pode ter a aparência de um cão de raça mas só o certificado atesta. Hoje, com o avanço dos exames de DNA, provavelmente há possibilidade de se definir se um cão é de uma determinada raça ou não, mas são exames ainda caros. Nem sempre um SRD é um vira-lata, ou seja um animal abandonado. Se houver qualquer mistura de raça (incluindo a cruza de dois animais de raça ou um de raça e um vira-lata) esse animal já será considerado um SRD.


Um dos aspectos mais interessantes do vira-lata é a sua variedade. Encontram-se SRD's de todas as cores e tipos, de todos os temperamentos. Ainda existem algumas características, como o fato de que costumam ser muito inteligentes e afetuosos, variando de acordo com as características herdadas. Normalmente o SRD resgatado das ruas tem um temperamento mais dócil e companheiro que os outros cães.

Japão vai rever a lei de venda de animais de estimação “on-line”





O Ministério do Meio Ambiente confirmou que vai rever a lei que restringi o comércio de animais de estimação “on-line”. A nova lei deverá exigir a presença tanto do comerciante como do comprador no momento da venda dos animais. Outra medida imposta é referente ao tempo de exposição dos animais em lojas, oito horas diárias para evitar o estresse nos animais. Segundo uma pesquisa realizada pelo ministério as transações “on-line” incluindo leilões na internet nos últimos anos fez crescer de 5 a 7% o tráfico de animais no Japão.


Com a nova lei o ministério pretende tornar o mercado de animais domésticos mais transparente tanto para quem compra ou vende, com base de informações da procedência do animal, seu estado de saúde, forma correta de criação e até sistema de rastreamento de animais caso seja necessário para controle de doenças hereditárias. Para evitar problemas posteriores nos animais a nova lei exigirá que os filhotes sejam mantidos mais tempo aos cuidados de suas genitoras, durante um período considerado necessário antes de serem colocados a venda.

Fonte: International Press


terça-feira, 30 de agosto de 2011

Experimentos mostram lado bom e ruim do ser humano

O homem é bom ou mau? A pergunta, que mobilizou legiões de filósofos e teólogos, é traiçoeira e induz uma resposta categórica.

Somos capazes de fazer coisas boas e más. O balanço depende das nossas disposições naturais como da situação em que estamos.

Esta página traz sete experimentos que pintam um quadro pouco lisonjeiro da natureza humana. Se tomados pelo valor de face, concluiremos que somos torturadores, mentirosos e incapazes de ver o óbvio.

Mas para um quadro completo, vale lembrar que também somos altruístas e capazes de gestos de amor desinteressado.

1. Poder e abuso

O que importa é o caráter, certo? Talvez não. Em 1971, o psicólogo Philip Zimbardo queria descobrir se traços de personalidade de prisioneiros e guardas explicavam situações abusivas nas cadeias.

Ele criou um simulacro de xadrez com 24 voluntários. Parte do grupo ficou com o papel de guarda, e o restante, com o de prisioneiro. Rapidamente as coisas saíram de controle e os guardas mostraram-se cada vez mais cruéis. Ou seja: o comportamento dos participantes foi ditado pela situação em que estavam.

2. Psicólogos insanos

Ilustrações/Alpino
Entrar em uma instituição psiquiátrica é mais fácil do que sair dela, 
indica experimento realizado na década de 1970

Conseguimos distinguir a sanidade da insanidade? Num experimento de 1973, o psicólogo David Rosenham e sete associados foram a hospitais psiquiátricos queixando-se de ouvir vozes.

Sete deles foram internados com diagnóstico de esquizofrenia. O oitavo, segundo os médicos, sofria do que hoje é chamado de transtorno bipolar. Eles passaram então a agir normalmente, dizendo que as vozes tinham sumido. Mas sair foi mais difícil: a média de estadia foi de 19 dias. "Não conseguimos distinguir os sãos dos insanos", concluiu o pesquisador.

3. Professor Fox

O importante é ter conteúdo. Outra balela: aparências são mais importantes. Em meados dos anos 70, psicólogos da Universidade da Califórnia criaram o Dr. Myron L. Fox. Ele era uma fraude. Para representá-lo, contrataram um ator charmoso que deu uma aula sobre "teoria dos jogos matemática aplicada à educação física".

A aula não passava de um amontoado de bobagens sem sentido, com frases de duplo sentido e contradições. A plateia, composta por psiquiatras, psicólogos e assistentes sociais, adorou. Ao avaliá-lo, deu-lhe notas muito positivas.

4. O gorila invisível

Ilustrações/Alpino
Em um experimento feito em 1999, com um macaco que surge do nada em um vídeo,
mostra que cérebro prega peças

Nosso cérebro também prega peças. Um experimento de 1999 traduz isso com bom humor. Psicólogos fizeram um vídeo no qual seis pessoas (três com camisetas brancas, e três, pretas) trocam passes com bolas de basquete.

Participantes da pesquisa são instruídos a contar os passes do pessoal de branco ao ver o vídeo. A uma altura, um sujeito fantasiado de gorila entra em cena por noves segundos. Metade das cobaias não veem o símio.


5. Tortura estimulada

Quando a situação o exige, pessoas normais são capazes de coisas terríveis. Em 1963, Stanley Milgram, da Universidade Yale, descreveu experimentos nos quais voluntários são convidados a aplicar choques elétricos em um ator como punição por respostas errada num teste de memória.

O voluntário não sabe que o homem é um ator e que a máquina de choque é falsa. Quando instados pelo pesquisador a aumentar a voltagem dos choques, 65% obedeceram até chegar à carga máxima, apesar dos gritos do ator.

6. Política 'emocional'

Ao decidir o voto, colocamos a razão a serviço de nossos interesses. Esqueça. O psicólogo Drew Westen colocou 15 eleitores do Partido Republicano e 15 do Partido Democrata num aparelho que monitorava a atividade de seus cérebros enquanto seus candidatos do coração apareciam em situações fictícias desfavoráveis.

Ele viu que os circuitos envolvidos no raciocínio lógico quase não foram ativados durante o experimento e os participantes relativizaram as situações negativas dos candidatos.

7. Pegos na mentira

A honestidade, pelo menos, continua sendo um valor. Será? O psicólogo Robert Feldman gravou secretamente várias conversações entre duas pessoas em ambientes como lojas e universidade. Depois, as convidou a revisar o vídeo, apontando as "inexatidões" em que haviam incorrido. Os participantes não sabiam que o pesquisador estava interessado em mentiras.

A conclusão de Feldman é que, em uma conversa de dez minutos em que dois adultos se apresentam, eles mentem uma média de três vezes cada, podendo chegar a 12 nos casos extravagantes.

Raças De Cachorro: Springer Spaniel Inglês


Características: A beleza da pelagem e o porte ativo deste cão fazem com que o Springer Spaniel Inglês chame a atenção. Possui um faro aguçado e ser muito inteligente, o Springer é utilizado pela polícia ao combate ao trafico de drogas. É um perfeito cão para a família, pois além de devotado e carinhoso, é alerta, ativo e brincalhão. Esta alegre raça está sempre pronta para se divertir junto ao seu dono.

Origem: Grã Bretanha.

Pêlo: Assentado, reto, resistente, jamais de textura grossa, e desejáveis franjas.


Cor: Fígado e branco, preto e branco, ou ainda qualquer destas combinações.

Porte: Grande

Grupo: Sporting.

Altura: 48/51 cm.


Peso: 18/25 kg.

Classificação: Companhia.

Canadense deixa cachorros de lado e brinca com urso-polar

Para Mark Dumas, a conhecida frase “o cachorro é o melhor amigo do homem” não é verdade. O canadense de 60 anos é amigo de um urso-polar, um animal temido por muita gente.

Agee, como é chamado o urso, tem 16 anos e brinca com seu dono naturalmente, sem apresentar nenhum sinal de agressividade ou instinto animal.

Dumas e seu “bichinho” de estimação nadam, rolam na grama e se abraçam.

Fonte: R7


Imagem: Ilustração/Divulgação

Paulo Coelho





Sempre é preciso saber

quando uma etapa chega ao final.

Se insistirmos em permanecer nela
mais do que o tempo necessário,
perdemos a alegria
e o sentido
das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos,
fechando portas,
terminando capítulos,
não importa o nome que damos.
O que importa é deixar no passado
os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedido do trabalho?
Terminou uma relação?
Deixou a casa dos pais?
Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente cultivada
desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo
se perguntando por que isso aconteceu.
Pode dizer para si mesmo
que não dará mais um passo
enquanto não entender as razões
que levaram certas coisas,
que eram tão importantes e sólidas em sua vida,
serem subitamente transformadas em pó.

Mas tal atitude
será um desgaste imenso para todos:
seus pais, seu marido ou sua esposa,
seus amigos, seus filhos, sua irmã...
Todos estarão encerrando capítulos,
virando a folha,
seguindo adiante,
e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo
no presente e no passado,
nem mesmo quando tentamos
entender as coisas que acontecem conosco.

O que passou não voltará:
não podemos ser eternamente meninos,
adolescentes tardios,
filhos que se sentem culpados
ou rancorosos com os pais,
amantes que revivem
noite e dia
uma ligação com quem já foi embora
e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam
e o melhor que fazemos
é deixar que elas realmente possam ir embora.

Por isso é tão importante
(por mais doloroso que seja!)
destruir recordações,
mudar de casa,
dar muitas coisas para orfanatos,
vender ou doar os livros que tem.

Tudo neste mundo visível
é uma manifestação do mundo invisível,
do que está acontecendo em nosso coração
e o desfazer-se de certas lembranças
significa também abrir espaço
para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora.
Soltar.
Desprender-se.
Ninguém está jogando
nesta vida com cartas marcadas.
Portanto, às vezes ganhamos e às vezes perdemos.

Não espere que devolvam algo,
não espere que reconheçam seu esforço,
que descubram seu gênio,
que entendam seu amor.

Pare de ligar sua televisão emocional
e assistir sempre ao mesmo programa,
que mostra como você sofreu com determinada perda:
isso o estará apenas envenenando
e nada mais.

Não há nada mais perigoso
que rompimentos amorosos que não são aceitos,
promessas de emprego
que não têm data marcada para começar,
decisões que sempre são adiadas
em nome do "momento ideal".

Antes de começar um capítulo novo
é preciso terminar o antigo:
diga a si mesmo que o que passou,
jamais voltará.

Lembre-se de que houve uma época
em que podia viver sem aquilo,
sem aquela pessoa...
Nada é insubstituível,
um hábito não é uma necessidade.

Pode parecer óbvio,
pode mesmo ser difícil,
mas é muito importante.

Encerrando ciclos.
Não por causa do orgulho,
por incapacidade, ou por soberba.
Mas porque simplesmente
aquilo já não se encaixa mais na sua vida.

Feche a porta,
mude o disco,
limpe a casa,
sacuda a poeira.

Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

Paulo Coelho

Atrás da Porta - Elis Regina


Composição: Chico Buarque- Francis Hime

Quando olhaste bem nos olhos meus
E o teu olhar era de adeus, juro que não acreditei
Eu te estranhei, me debrucei Sobre o teu corpo e duvidei
E me arrastei, e te arranhei
E me agarrei nos teus cabelos
No teu peito, teu pijama
Nos teus pés, ao pé da cama
Sem carinho, sem coberta
No tapete atrás da porta
Reclamei baixinho
Dei prá maldizer o nosso lar
Pra sujar teu nome, te humilhar
E me vingar a qualquer preço
Te adorando pelo avesso
Pra mostrar que ainda sou tua
Até provar que ainda sou tua.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Cachorro salta 64 vezes de paraquedas





O cão Otis, da raça pug, é um veterano em matéria de paraquedismo. Ele tem dez anos e pratica o esporte há nove.


A foto abaixo mostra o 64º salto de paraquedas dele.

Ele tem uma roupa especial, feita sob medida, e vai acoplado ao colo do dono Will DaSilva.

Otis vive desde que era filhote em um centro de paraquedismo em Los Angeles e, por isso, é considerado um membro da equipe.

O primeiro salto dele foi de "iniciante": durou cinco segundos e foi de uma altura de 3.000 pés. Ele adorou e desde então sempre aguarda para a próxima aventura, segundo seu dono.

"Inicialmente nós só queríamos ver se ele gostava, mas parece que ele amou", disse Will ao jornal "Sacramento Bee".

"Ele fica totalmente consciente do que está acontecendo durante a queda livre e, como qualquer um, fica animado e nervoso na porta. Achamos que ele é como se ele estivesse na janela de um carro."

Fonte: http://f5.folha.uol.com.br

Raças De Cachorro: Spitz Japonês


Características: Ainda pouco conhecida no Brasil, essa raça é graciosa e adorável, um cão companheiro, apegado ao dono e desconfiado de estranhos. É valente e ladrador, sendo um bom cão de guarda de alarme. Contudo sua principal função continua sendo a de fazer companhia aos humanos, tarefa que desempenha perfeitamente bem.

Origem: Japão.

Pêlo: Longo, denso e macio.


Cor: Branco.

Porte: Pequeno.

Grupo Non-Sporting.

Altura: 30/35 cm.


Peso: 5/6 kg.

Classificação: Companhia.

Cães e gatos são alérgicos e precisam de cuidados especiais





Os veterinários são unânimes: essa é a queixa campeã nos consultórios. “As substâncias que irritam os bichos de estimação são, no fundo, as mesmas que disparam a alergia em seres humanos”, diz a veterinária Tânia Parra, de São Paulo. Conheça algumas das manifestações mais frequentes.


Dermatite alérgica a picada de pulga (dapp): Equivale à nossa alergia a picada de insetos – só que, nos bichos, a pulga é sempre a maior culpada.

Sintomas: quando uma proteína da saliva do inseto cai na circulação do animal, o organismo reage para combatê-la. Surge a coceira intensa e, em consequência, lesões que enfraquecem e derrubam os pelos. No cão, a região mais afetada é aquela próxima à cauda. No gato, o pescoço é o alvo preferido.

Tratamento: extermine as pulgas e cuide dos ferimentos com medicamentos específicos, receitados pelo especialista.

———–

Dermatite atópica: Por trás dela, podem existir os mais diversos agentes: polen, perfume (usado depois do banho em pet shops ou até mesmo o do dono), ácaro, mofo, fumaça de cigarro, produtos de limpeza, lã, remédios, plástico, e por aí vai. É comum no cachorro e bem rara no felino.

Sintomas: muita coceira, vermelhidão e descamação na pele, com lesões provocadas pelas unhas do bicho.

Tratamento: a saída é ficar de olho no ambiente em que o animal vive para afastar a causa. Se você não identifica a razão do coça-coça, pode recorrer a um exame de sangue que, diga-se, é caro e não apresenta resultados precisos. O material é colhido no consultório e analisado nos Estados Unidos. As feridas são tratadas com xampus especiais e medicamentos.

———–


Alergia alimentar: Os cães são as principais vítimas. Aditivos, conservantes e outras substâncias químicas usadas em rações industrializadas são os vilões. Mas, para alguns animais, as reações são disparadas pelas proteínas da carne bovina.

Sintomas: são idênticos aos da alergia atópica. Tratamento: substitua a ração de sempre por fórmulas especiais. “Só que isso nem sempre surte efeito”, avisa o veterinário Marcos Fernandes, de São Paulo. “Por isso, às vezes eu recomendo refeições caseiras aos bichos muito alérgicos, como arroz ou batata cozida, peito de frango desfiado e um legume, que pode ser chuchu ou abobrinha”.

Fonte: Diário de Marília


Drowned World Tour





2001, após 8 anos longe dos palcos, ela está de volta e bota para arrebentar em um show que é muito mais que isso, é um verdadeiro espetáculo teatral, onde Madonna luta, monta em um touro mecânico e voa, isso mesmo, voa.


O concerto foi transmitido ao vivo, pela HBO, do The Palace of Auburn Hills em Auburn Hills, Michigan, em 26 de agosto de 2001.

O DVD Drowned World Tour 2001 foi lançado em todas as regiões em 13 de novembro de 2001. Uma galeria de fotos foi incluída como bônus.


Ficha técnica

Ano: 2001
Diretor de palco: Jamie King
Diretor musical: Stuart Price
Projetos de video: Dan "Dan-O-Rama"
Organização: SFX
Apoio: AOL e Ticketmaster
Coreógrafo: Alex Magno

Set List

Bloco Punk

01. Drowned World / Substitute for Love
02. Impressive Instant
03. Candy Perfume Girl
04. Beautiful Stranger
05. Ray of Light
06. Drowned World / Substitute for Love

Bloco Gueixa

07. Interlúdio: Paradise (not for me)
08. Frozen
09. Open Your Heart (vinheta)
10. Nobody's Perfect
11. Medley - Mer Girl parte 1, Sky Fits Heaven, Mer Girl parte 2
12. Interlúdio: What It Feels Like for a Girl (remix)

Bloco Country


13. I Deserve It
14. Don't Tell Me
15. Human Nature
16. The Funny Song (Depois dos ataques terroristas de 11/09/2001 a canção "The Funny Song" foi cortada da tracklist.)
17. Secret
18. Gone (Em alguns espetáculos nos EUA, "Gone" foi substituída por "You'll See")

Bloco Latino/Urbano

19. Interlúdio: Don't Cry for Me Argentina (instrumental)
20. Lo que Siente la Mujer (What It Feels Like for a Girl)
21. La Isla Bonita
22. Holiday
23. Music


Roteiro
 Data Cidade País Local
Europa
9 de Junho Barcelona Espanha Palau Sant Jordi
10 de Junho
13 de Junho Milão Itália Fila Forum
14 de Junho
15 de Junho
19 de Junho Berlim Alemanha Max Schmeling-Halle
20 de Junho
22 de Junho
23 de Junho
25 de Junho Paris França Bercy
27 de Junho
28 de Junho
30 de Junho
4 de Julho Londres Reino Unido Earl's Court
6 de Julho
7 de Julho
9 de Julho
10 de Julho
12 de Julho
América do Norte
21 de Julho Filadélfia Estados Unidos First Union Center
22 de Julho
25 de Julho Nova Iorque Estados Unidos Madison Square Garden
26 de Julho
28 de Julho
30 de Julho
31 de Julho
2 de Agosto East Rutherford Estados Unidos Continental Airlines Arena
7 de Agosto Boston Estados Unidos Fleet Center
8 de Agosto
10 de Agosto Washington D.C. Estados Unidos MCI Center
11 de Agosto
14 de Agosto Miami Estados Unidos National Car Rental Center
15 de Agosto
19 de Agosto Atlanta Estados Unidos Philips Arena
20 de Agosto
25 de Agosto Auburn Hills Estados Unidos The Palace Of Auburn Hills
26 de Agosto
28 de Agosto Chicago Estados Unidos United Center
29 de Agosto
1 de Setembro Las Vegas Estados Unidos MGM Grand Arena
2 de Setembro
5 de Setembro Oakland Estados Unidos Arena
6 de Setembro
9 de Setembro Los Angeles Estados Unidos Staples Center
13 de Setembro
14 de Setembro
15 de Setembro


Banda

Madonna (vocalm violão e guitarra)
Donna De Lory (backing vocal)
Niki Haris (backing vocal)
Stuart Price (direção musical, teclado e violão)
Monte Pittman (violão)
Ron Powell (percussão)
Steve Sidelnyk (tambores)

Dançarinos

Christian Vincent (Lead dancer)
Tamara Levinson
Ruthy Inchaustegui
Ryan Sabado
Nito Larioza
Anthony Jay Rodriguez
Kemba Shannon
Eko Supriyanto
Addie Yungmee
Jamal Story


curiosidades

- Madonna bateu recordes até então de rapidez na vendagem dos ingressos desta turnê.

- 100 toneladas de equipamento.

- As fotografias utilizadas na embalagem do DVD foram feitas pela amiga de Madonna, Rosie O'Donnell.

- Dois aviões jumbo 747 transportaram todo equipamento desde Los Angeles a Europa.

- Oito caminhões levavam os equipamentos de uma cidade pra outra.

- O palco media 70 metros de largura por 70 de altura, num total de 4900 metros quadrados.

- O grupo encarregado da produção era de 88 pessoas.

- O grupo total de pessoas que viajaram na turnê era de 200 pessoas aproximadamente.

- 100 pessoas a mais foram contratadas nas localidades dos Shows

- O Touro mecânico em que Madonna canta "Human Nature" foi fabricado em Cheyenne, Oklahoma e foi benzido por um sacerdote antes de ser enviado para Los Angeles para os ensaios. O assento foi desenhado para que Madonna se encaixa-se perfeitamente!

- O efeito da seção em que Madonna voa pelo palco é realizado somente com um cabo que não é mecânico, três ajudantes faziam o trabalho manual para os samurais e Madonna voarem!

- Madonna tocou violão três vezes, em Candy Perfume Girl, I Deserve It, Secret e la Isla Bonita.

- Suas bebidas preferidas nos bastidores foram: Red bull e Starbucks Capuchino.

- 25 canhões apontados para o público são encarregados de jogar uma chuva de confetes dourados no final do Show!

- Muitos fãs fizeram sites com especiais pedindo que Madonna fosse com a Turnê em seus países.

- Gaultier trabalhou principalmente na roupa de Gueisha e de Music. No final Madonna também usa Gaultier com seus alfinetes!

Fonte: http://www.minsane.com.br/

The Girlie Show



 



1993, uma mistura de cabaré, circo, Broadway, sexo, fantasias, fanfarras e amor, é assim o The Girlie Show, uma turnê provocativa para completar as provocações anteriores do livro sex, do álbum Erotica e do filme Corpo em Evidência. O The Girlie Show foi a primeira turnê da Madonna que veio ao Brasil, fazendo shows no Rio e em São Paulo. Uma grande turnê que percorreu quase todos os continentes.


A turnê foi registrada e lançada como The Girlie Show - Live Down Under filmado na Austrália, nos formatos VHS, Laserdisc, VCD (somente na Ásia) e depois em DVD.


Ficha técnica

Ano: 1993
Diretor de palco: Christopher Ciccone
Diretor musical: Christopher Ciccone
Apoio Brasil: Antartica
Coreógrafo: Alex Magno e Niki Harris

Set List

01 - Erotica
02 - Fever
03 - Vogue
04 - Just My Imagination / Rain
05 - Express Yourself
06 - Deeper And Deeper
07 - Why's It So Hard
08 - In This Life
09 - The Beast Within
10 - Like A Virgin
11 - Bye Bye Baby
12 - I'm Going Bananas
13 - La Isla Bonita
14 - Holiday
15 - Justify My Love
16 -Everybody Is A Star / Everybody


roteiro

Data Cidade País Local
Europa
25 de Setembro Londres Reino Unido Wembley Stadium
26 de Setembro
28 de Setembro Paris França Paris-Bercy
29 de Setembro
1 de Outubro
Ásia
4 de Outubro Tel Aviv Israel Yarkon Park
7 de Outubro Istambul Turquia Inonu Stadium
América do Norte e América do Sul
11 de Outubro Toronto Canadá SkyDome
12 de Outubro
14 de Outubro Nova Iorque Estados Unidos Madison Square Garden
15 de Outubro      
17 de Outubro      
19 de Outubro Filadélfia Estados Unidos The Spectrum
21 de Outubro Auburn Hills Estados Unidos The Palace of Auburn Hills
23 de Outubro Montreal Canadá Olympic Stadium
26 de Outubro Bayamón Porto Rico Estadio Juan Ramón Lubriel
30 de Outubro Buenos Aires Argentina Estadio River Plate
31 de Outubro
3 de Novembro São Paulo Brasil Estádio do Morumbi
6 de Novembro Rio de Janeiro Brasil Estádio do Maracanã
10 de Novembro Cidade do México México Autodromo Hermanos Rodrígues
12 de Novembro      
13 de Novembro      
Ásia
19 de Novembro Sydney Austrália Sydney Cricket Ground
24 de Novembro Brisbane Austrália ANZ Stadium
26 de Novembro Melbourne Austrália Melbourne Cricket Ground
27 de Novembro
29 de Novembro
1 de Dezembro Adelaide Austrália Adelaide Oval
3 de Dezembro Sydney Austrália Sydney Cricket Ground
4 de Dezembro
7 de Dezembro Fukuoka Japão Fukuoka Dome
8 de Dezembro
9 de Dezembro
13 de Dezembro Tóquio Japão Tokyo Dome
14 de Dezembro
16 de Dezembro
17 de Dezembro
 

banda

Madonna (vocal)
Donna De Lory (backing vocal)
Niki Haris (backing vocal)
Jai Winding (teclado)
Michael Bearden (teclado)
Paul Pesco (guitarra)
Victor Bailey (baixo)
Omar Hakim (bateria)
Luis Conte (percussão)
Mike McKnight (teclados extras)

Dançarinos

Ungela Brockman
Christopher Childers
Michael Gregory
Carrie Ann Inaba
Jill Nicklaus
Ruth Inchaustegui
Luca Tommassini
Carlton Wilborn


curiosidades

- Alguns shows de The Girlie Show tiveram abertura da banda UNV.

- Tiveram prostestos em Israel pedindo o cancelamento do show. Essa foi a primeira vez que Madonna fez um show por lá.

- Em Porto Rico, houve reclamações por Madonna ter usado a bandeira do país no palco.

- No Brasil, Madonna bateu o seu recorde mundial de público nas duas apresentações que fez, uma em São Paulo no estádio do Morumbi e a outra no Rio de Janeiro, no Maracanã. O show do Rio foi visto por 120 mil pessoas.

- A passagem de Madonna pelo Brasil deixou os fãs histéricos. Era tanto barulho que Madonna teria declarado que não conseguia dormir direito. Além disso, fãs tiravam a roupa no meio da rua, em frente ao hotel. A atriz Mara Manzan chegou a fazer o número do fogo de uma janela que ficava em frente ao hotel onde Madonna estava hospedada.

- Quando estava no Rio, Madonna foi visitar alguns pontos turísticos disfarçada com uma peruca preta, mas claro que os fotógrafos descobriram.

- Em São Paulo e no Rio de Janeiro, Madonna deu um presente aos fãs que chegaram mais cedo. Puderam ver o ensaio, por volta das 3 da tarde. Ela ensaiou uns 40 minutos e brincava com a plateia.

- Nas duas apresentações no Brasil, Madonna incluiu a versão em inglês da música Garota de Ipanema.


Fonte: http://www.minsane.com.br/

domingo, 28 de agosto de 2011

Delegacias especializadas em Proteção Animal, o futuro!

Resgate do Pastor Alemão Brad, vítima de espancamento - Ilustração/Divulgação

Há alguns meses, chegou a ser noticiado o flagrante feito pela Delegacia de Proteção Animal de Campinas em uma empresa que “em tese” oferecia serviços de adestramento e locação de animais na cidade. Após ouvirem o que pareciam gritos, policiais investigadores encontraram vários animais no local e um deles sendo espancado pelo adestrador responsável. Milagrosamente foram resgatados mais de 20 animais em condições que podemos classificar como de “maus tratos” no mínimo. Além de covarde, é simplesmente inaceitável que um profissional que cobra para ter um animal de outra pessoa a sua disposição para “ensinar”, use de violência para chegar a tal objetivo.

Não quero aqui ficar analisando e comentando os atos de estupidez promovidos contra esses animais. Sabemos que a realidade nas ruas e pasmem, em muitos lares, também é parecida.

Quero chamar a atenção para uma outra realidade que sinceramente espero estar crescendo e aparecendo em mais cidades no Brasil.

Me refiro as Delegacias especializadas em Proteção Animal. Um passo muito importante para que em um futuro próximo os incidentes envolvendo animais sejam tratados em caráter judicial.

Pois foi exatamente essa Delegacia que não só flagrou esses animais sendo espancados, como também recolheu e iniciou o processo de adoção desses animais. Os que necessitavam atendimento veterinário foram prontamente encaminhados para Clínicas parceiras (que em outra oportunidade comentarei aqui) e hoje estão todos recuperados.

O Instituto “Cãochorro & outros bichos” orgulhosamente participou de mais uma etapa importante para a “nova” vida que esses animais estão começando a merecidamente desfrutar. Oficialmente começamos a identificar esses animais com microchips que foram doados pela empresa Show Art de Campinas, e a cadastrá-los no banco de dados Abrachip. Queremos agradecer publicamente a Show Art pela doação dos microchips que serão usados pela Delegacia.

Em um evento bastante descontraído, fomos até a Delegacia no Taquaral em Campinas para encontrar o Brad, um pastor alemão que foi o primeiro a ser microchipado. Muitos reconhecerão pela foto que esse pastor foi exatamente aquele que estava sendo atacado pelo adestrador na ocasião do flagrante. Brad na verdade é o nome que recebeu após ser adotado por sua nova proprietária.

Meu encontro com Brad, recuperado e feliz - Ilustração/Divulgação

Encontramos também os doutores Roberto e Renata, que já são velhos parceiros nas ocorrências envolvendo animais mau tratados. Eles foram apresentados e prontamente cadastrados no Abrachip para que possam utilizar o banco de dados no gerenciamento e consulta aos animais e seus proprietários.

A intenção é microchipar os mais de 20 animais recolhidos a medida que forem adotados. O Brad representou brilhantemente seus companheiros e como vemos pelas fotos, mostrou-se simplesmente “outro” quando comparado ao animal assustado e compreensivelmente arredio que foi resgatado. Não só comportou-se de forma educada como também mostrou o que todos nós sabemos, que tem muito amor para oferecer a quem mereça sua amizade.

Estaremos de olho e noticiando as ações e conquistas da Delegacia e seus colaboradores!

Parabéns aos envolvidos:
Show Art, Drs. Roberto e Renata, Instituto “Cãochorro & outros bichos” e Delegacia de Proteção Animal de Campinas e todos seus funcionários.

Fonte: http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/?p=15769

A Luz em nossas vidas


Foi um sonho, há muito tempo acalentado, esse de o homem poder viver num ambiente iluminado.

Em 1828, Thomas Alva Edison conseguiu, pela primeira vez, a lâmpada elétrica de filamento.

A partir desse momento, tudo se modificou na sociedade. Cinquenta anos depois, Joseph Swan patenteou a lâmpada incandescente, que passou a ser industrializada.

É inconcebível hoje, para nossa mentalidade, um mundo sem luz elétrica. Ficamos a pensar no que seria uma casa iluminada por tochas, por candelabros, por velas.

Pode ser muito romântico um jantar à luz de velas. Contudo, viver uma vida inteira tendo que ler, fazer os serviços domésticos, tratar de doentes, costurar utilizando-se de velas, de tochas, de lampiões, de lamparinas... Inconcebível!

A própria natureza nos fala da importância da luz porque nos dá, ao longo do dia, o brilho solar. Quando estamos vivendo sob o brilho do sol, complicado pensar na noite escura.

Quando estamos refletindo sobre a noite escura, temos a oportunidade de pensar no brilho do luar e nos beijos cintilantes das estrelas.

A luz é, em verdade, a grande mensagem do Criador diante das trevas que ainda empanam a vida humana.

Diz o Velho Testamento, no livro do Gênesis: E o Senhor fez a luz. Faça-se a luz. Fiat lux. E a luz se fez.

E Jesus de Nazaré afirmou sem rebuços: Eu sou a luz do mundo. Aquele que andar em mim, jamais conhecerá as trevas.

Naturalmente que a luz de que falava Jesus Cristo não era uma luz física. Ele falava de uma luz mental, de uma claridade espiritual, de algo que Ele viera trazer ao mundo para nos retirar das nossas sombras.

Sombras de ignorância, noites de maldade, escuridão dos tormentos. Então, Ele veio como um astro do dia, uma estrela de primeira magnitude, com essa coragem de dizer, em pleno período das sombras: Eu sou a luz do mundo.

Mas o Homem de Nazaré ainda propôs que nós também trabalhássemos por desenvolver a nossa própria claridade: Brilhe a vossa luz.

Jesus propõe que façamos brilhar a nossa própria luz, porque somos lucigênitos. Fomos criados, gerados pela luz de Deus.

Esse é um convite para que trabalhemos o quanto nos seja possível para sairmos das trevas do não saber, do não sentir, do não amar, do não viver.

Em outro momento, asseverou o Celeste Amigo: Quando os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz.

Os nossos olhos bons não são os olhos da face. É a nossa maneira de ver as coisas, nossa visão de mundo, nosso olhar sobre as pessoas.

Na medida em que formos misericordiosos, atenciosos, fraternos para com os outros e seus problemas, é natural que estaremos evoluindo, crescendo na direção do Altíssimo.

Todo o nosso ser espiritual, o nosso corpo espiritual, nosso corpo astral brilhará: Todo o teu corpo terá luz.

Todos os grandes gênios espirituais do mundo valorizaram a luz. Não é à toa que Siddhartha Gautama, o grande Buda, é chamado a luz da Ásia.

Por isto, quando Jesus afirma ser a Luz do mundo, Ele ultrapassa as dimensões de todas as terras, de todos os seres e Se mostra de fato como a Luz, Modelo e Guia para todos nós.



Redação do Momento Espírita, com base no programa televisivo Vida e valores - A luz elétrica, gravado por Raul Teixeira, em agosto de 2009, no Teatro da Federação Espírita do Paraná.

Em 19.08.2011.

Blond Ambition Tour


1990, Madonna deixa o mundo de boca aberta com a sua mais nova ambição. A Blond Ambition foi um dos maiores sucessos de 1990. Uma super exibição de imagens, dança, cores, música. É Madonna no seu melhor estilo.

O show só foi lançado no formato Laserdisc. Até hoje sonhamos com o tão esperado lançamento em DVD.

Ficha técnica

Ano: 1990
Diretor de palco: John McGraw
Diretor musical: Christopher Ciccone
Coreógrafo: Vincent Patterson


Set list

01. Express Yourself
02. Open Your Heart
03. Causing a Commotion
04. Where's The Party
05. Like A Virgin
06. Like a Prayer
07. Medley: Live To Tell / Oh Father
08. Papa Don't Preach
09. Sooner Or Later
10. Hanky Panky
11. Now I'm Following You (Part I)
12. Now I'm Following You (Part II)
13. Material Girl
14. Cherish
15. Into the Groove
16. Vogue
17. Holiday
18. Medley: Family Affair / Keep It Together


Roteiro

Data Cidade País Local
Ásia
13 de Abril, 1990 Tóquio Japão Chiba Marine Stadium
14 de Abril, 1990
15 de Abril, 1990
20 de Abril, 1990 Osaka Japão Nishinomya Stadium
21 de Abril, 1990
22 de Abril, 1990
25 de Abril, 1990 Yokohama Japão Yokohama Stadium
26 de Abril, 1990
27 de Abril, 1990
América do Norte
4 de Maio, 1990 Houston Estados Unidos The Summit
5 de Maio, 1990
7 de Maio, 1990 Dallas Estados Unidos Reunion Arena
8 de Maio, 1990
11 de Maio, 1990 Los Angeles Estados Unidos LA Sports Arena
12 de Maio, 1990
13 de Maio, 1990
15 de Maio, 1990
15 de Maio, 1990
18 de Maio, 1990 Oakland Estados Unidos Coliseum
19 de Maio, 1990
20 de Maio, 1990
23 de Maio, 1990 Chicago Estados Unidos Rosemont Horizon
24 de Maio, 1990
27 de Maio, 1990 Toronto Canadá SkyDome
28 de Maio, 1990
29 de Maio, 1990
31 de Maio, 1990 Auburn Hills Estados Unidos The Palace of Auburn Hills
1 de Junho, 1990
4 de Junho, 1990 Worcester Estados Unidos The Centrum
5 de Junho, 1990
8 de Junho, 1990 Landover Estados Unidos Capital Centre
9 de Junho, 1990
11 de Junho, 1990 Uniondale Estados Unidos Nassau Coliseum
12 de Junho, 1990
13 de Junho, 1990
16 de Junho, 1990 Filadélfia Estados Unidos The Spectrum
17 de Junho, 1990
20 de Junho, 1990 East Rutherford Estados Unidos Brendan Byrne Arena
21 de Junho, 1990
24 de Junho, 1990
25 de Junho, 1990
Europa
30 de Junho, 1990 Gothenburg Suécia Eriksberg Stadium
3 de Julho, 1990 Paris França Bercy Stadium
4 de Julho, 1990
6 de Julho, 1990
10 de Julho, 1990 Roma Itália Stadio Flaminio
13 de Julho, 1990 Turim Itália Stadio Delle Alpi
15 de Julho, 1990 Munique Alemanha Riemer Reitstadion
17 de Julho, 1990 Dortmund Alemanha Westfallen-Halle
20 de Julho, 1990 Londres Reino Unido Wembley Stadium
21 de Julho, 1990
22 de Julho, 1990
24 de Julho, 1990 Roterdã Holanda Feyenoord Stadium
27 de Julho, 1990 Madrid Espanha Estadio Vicente Calderón
29 de Julho, 1990 Vigo Espanha Estadio Balaídos
1 de Agosto, 1990 Barcelona Espanha Estadio Olímpico
5 de Agosto, 1990 Nice França Stade De L'Ouest

Datas canceladas

- 24 de Maio em Chicago
- 06 de Junho em Worcester (Massachusetts)
- 15 de Junho na Filadélfia
- 22 de Junho em East Rutherford
- 01 de Julho em Berlim
- 07 de Julho em Roma

banda


Madonna (vocal)
Donna De Lory (backing vocal)
Niki Hari (backing vocal)
Jai Winding (teclado)
Kevin Kendricks (teclado)
Carlos Rios (guitarra)
David Williams (guitarra)
Jonathan Moffett (bateria)
Darryl Jones (baixo)
Luis Conte (percussão)

dançarinos

Luis Camacho
Oliver Crumes
Slam
Jose Guiterez
Kevin Stea
Gabriel Trupin
Carlton Wilborn

curiosidades


- Alguns shows da Blond Ambition tiveram abertura da banda Technotronic.

- Um dos shows na Itália foi cancelado por causa de um boicote organizado pelo Papa João Paulo II.

- Durante a parte americana da turnê, Madonna teve problemas com sua voz, e foi obrigada a cancelar 4 shows: Chicago - Worcester - Philadelphia e New York.

- O dinheiro arrecado com o último show em New York foram doados a AMFAR (Fundação Contra a Luta de AIDS) - 3 milhões de dólares.

- No Canadá, Madonna enfretou problemas com a polícia local. O seu show foi considerado imoral e ela poderia até ser presa se fizesse novamente a perfomance de "Like A Virgin". Madonna não mudou nada no show, mas também não foi presa e nem condenada.

- O último show da BLOND AMBITION (em Nice, França) foi apresentado pela HBO ao vivo para o mundo inteiro. Tornando se o concerto mais assistido do mundo.

- Foi lançado um filme documentário NA CAMA COM MADONNA, com cenas dos bastidores e das apresentações ao vivo dessa turnê.