Google+ Followers

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

19 de agosto de 1692 - Julgamento das Bruxas de Salém: cinco mulheres e um clérigo são executados após terem sido acusados de bruxaria.

Ilustração de 1876 da sala de audiências.

Bruxas de Salém refere-se ao episódio gerado pela superstição e pela credulidade que levaram, na América do Norte, aos últimos julgamentos por bruxaria na pequena povoação de Salém, Massachusetts, numa noite de outubro de 1692.

O medo da bruxaria começou quando uma escrava negra chamada Tituba contou algumas histórias vudus (religião tradicional da África Ocidental) a amigas, que, por esse facto, tiveram pesadelos. Um médico que foi chamado para as examinar declarou que deveriam estar embruxadas.

Os julgamentos de Tituba e de outros foram efetuados ante o juiz Samuel Sewall. Cotton Mather, um pregador colonial que acreditava em bruxaria, encarregou-se da acusação. O medo da bruxaria durou cerca de um ano, durante o qual vinte pessoas, na sua maior parte mulheres, foram declaradas culpadas e executadas. Um dos homens, Giles Corey, morreu de acordo com o bárbaro costume medieval de ser comprimido por rochas em uma tábua sobre seu corpo até morrer, levando ao total 3 dias. Foram presas cerca de cento e cinquenta pessoas. Mais tarde, o juiz Sewall confessou que pensava que as suas sentenças haviam sido um erro.

As principais testemunhas de acusação — que se diziam sob influência de bruxaria — foram Ann Putnam, Jr., Elizabeth "Betty" Parris, Maria Walcott e Abigail Williams.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

3 comentários:

  1. A caça as "bruxas" foi uma parte da história muito triste, milhares de mulheres que praticavam a cura pelas ervas, que cultuavam os Deuses, foram caçadas tão cruelmente, que hoje em dia só de pensar nessa parte da história, sinto meus ossos gelarem.

    Infelizmente a intolerância religiosa continua e milhares de pessoas continuam sendo caçadas e exterminadas em nome do que eles dizem "de Deus". Pobre coitados não sabem que a palavra "Deus" significa amor, tolerância, doação, amizade, compreensão...

    O Pré-conceito e o preconceito ainda são as molas propulsoras de tanta ignorância bestial. Eu tenho verdadeiro horror dessas duas palavrinhas que geram tanto mal. Aplicadas em qualquer assunto essas palavras nunca trazem nada de bom, pois na maioria são aplicadas pra explicar o que a pessoa não entende, e se não entende atacam.
    Desculpe amigo, pelo depoimento de um assunto entrei em outro, mais é que realmente essas bestialidades antigas e atuais me incomodam muito.

    Na verdade passei pra te desejar um bom final de semana de trabalho.
    Beijos de paz.
    Lua.

    ResponderExcluir
  2. P.S.: Seu espaço, pra mim foi um achado de grande valia. Suas postagens são inteligente e interessante, gosto muito de vir por aqui.
    Agradeço aos Deuses por me brindar com amigos especiais, como você.
    Abraços coloridos.
    Lua.

    ResponderExcluir
  3. Querida Amiga Lua,

    para ser sincero, quando eu li sobre isso logo lembrei de ti e da minha irmã rs
    Já te disse um pouco sobre ela, ela segue estes rituais...
    Realmente as palavrinhas que você escreveu acima, trazem sempre infelicidade...
    É incrível como as pessoas ainda não mudaram... Se olharmos a história do planeta, veremos que desde sempre houveram problemas, guerras e etc por causa disso...
    Mas, acredito sim, que as coisas vão mudar, estão mudando...
    Aos poucos, mas o Planeta Terra será diferente um dia...
    Escreva sempre, nos visite sempre!!! rs
    Sempre será bem vinda!!!
    Um ótimo final de semana pra ti tb!!!
    Beijos.

    ResponderExcluir