Google+ Followers

sábado, 6 de agosto de 2011

China acusa Japão de exagerar ao considerá-la ameaça militar


A China acusou o Japão de exagerar deliberadamente a ameaça militar apresentada por Pequim, ressaltando a desconfiança existente entre as duas maiores economias da Ásia.

A acusação foi feita depois que o Japão emitiu um documento oficial da Defesa esta semana, alertando para um provável aumento nas atividades das forças navais chinesas perto de suas águas. Os dois países vivem uma longa disputa pelo controle de partes do Mar da China Oriental, e o conflito se intensificou novamente no ano passado.

Os ministérios chineses de Relações Exteriores e de Defesa criticaram o relatório de Defesa do Japão, que delineava as preocupações com a modernização militar da China e a expansão de seu alcance marítimo.

A China está próxima de lançar seu primeiro porta-aviões, um ex-navio soviético adaptado, e segundo fontes, o país estava construindo mais dessas embarcações.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Ma Zhaoxu, disse ao Japão que o país deve se distanciar de sua postura defensiva e, em comentários publicados no site oficial do ministério, criticou como sendo "irresponsáveis" os comentários feitos no relatório oficial.

Em referência clara à ocupação militar japonesa na China antes e durante a Segunda Guerra Mundial, que permanece como um espinho na relação entre os vizinhos, Ma disse: "Esperamos que o Japão use sua história como um guia, reflita sinceramente sobre suas políticas de defesa, e faça mais para aumentar a confiança mútua com seus vizinhos."

Um porta-voz do Ministério da Defesa japonês rejeitou as acusações.

O orçamento de Defesa da China subiu quase 70% nos últimos cinco anos, enquanto o Japão – travado em uma dívida pública de quase o dobro de sua economia de 5 trilhões de dólares – cortou suas despesas militares em 3% nesse mesmo período, segundo o relatório japonês.

Fonte: Alternativa Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário