Google+ Followers

quarta-feira, 23 de março de 2011

Conseqüencias do Terremoto: Fábricas no Japão estão paradas!!!


"Há um número enorme de itens na cadeia alimentar de alta tecnologia que não é feito em nenhum outro lugar a não ser no Japão', disse Sam Perry, diretor de investimento sênior do Pictet Japanese Equity Selection Fund. 'Ninguém mais tem a qualidade ou a consistência, e em alguns casos a tecnologia, para fabricá-los".

"A posição do Japão no suprimento global é de tal importância que empresas que vão da Apple Inc à General Motors Co e Nokia estão sentindo o impacto".

"A Toyota, maior montadora de veículos do mundo, disse que todas as 12 fábricas de montagem permanecerão fechadas pelo menos até sábado, e não tem certeza quando irão reabrir. A perda de produção entre 14 e 26 de março será de cerca de 140 mil unidades. A Toyota esperava retomar o trabalho nesta terça-feira".

Devastadas: grandes áreas de terra foram destruídos quando o tsunami atingiu Sendai, 
na província de Miyagi, varrendo tudo em seu caminho.

"A gigante de eletrônicos Sony disse que mais cinco de suas fábricas, sobretudo no centro e no sul do Japão, foram atingidas pela escassez de peças resultante do desastre e que irá fechar ou reduzir as entregas até o final do mê".

"Se a escassez de peças e materiais fornecidos a essas fábricas continuar, vamos cogitar medidas necessárias como uma transferência de produção temporária para o exterior', declarou a fabricante do PlayStation em um comunicado nesta terça-feira".

"A influência japonesa na cadeia mundial de abastecimento de eletrônicos causa especial preocupação. O país produz cerca de um quinto dos chips de computador do mundo e exportou 91,3 trilhões de dólares em peças eletrônicas no ano passado, mostra pesquisa da Mirae Asset Securities".

Mãe tenta falar com a filha que foi separada por estar com níveis altos de radiação.
Usina de Fukushima

"Há um número enorme de itens na cadeia alimentar de alta tecnologia que não é feito em nenhum outro lugar a não ser no Japão', disse Sam Perry, diretor de investimento sênior do Pictet Japanese Equity Selection Fund. 'Ninguém mais tem a qualidade ou a consistência, e em alguns casos a tecnologia, para fabricá-los".

...

Bom, esta são algumas frases que andei "coletando" pela internet sobre a paralisação das fábricas aqui...
Realmente está tudo parado...
Digo por experiência própria... Estou parado desde segunda-feira passada...
Este terremoto está afetando o mundo todo...
Não há como trabalhar, pois várias fábricas grandes e pequenas foram totalmente destruídas...
É muito preocupante... Todos estão sendo prejudicados...
As reportagens falam das empresas, mas e nós os funcionários?!
Aqui no Japão ganhamos por hora e se não trabalhamos, não ganhamos...
 

2 comentários:

  1. pode parecer egoismo de minha parte, mas não tenho reserva de dinheiro para ficar esperando as fabricas retomarem suas atividades... sera que nesse caso, receberemos o kyugyo teate?

    ResponderExcluir
  2. Oi Claudia!
    Não acho que seja egoísmo da sua parte e sim a realidade!
    Onde trabalho por exemplo, os shain estão trabalhando até o teiji, só nós, de empreiteira que estamos parados...
    Diz o Ministério do Trabalho que como o motivo é de causa natural (terremoto e tsunami) as empresas não são obrigadas a pagar os 60%.
    O que você pode fazer é conversar com sua empresa e pedir para que pague os dias de yukyu que você tem direito.
    A minha vai pagar... Apenas 5 dias, por causa do tempo que tenho lá, mas vai pagar.

    Abraxos.

    ResponderExcluir