Google+ Followers

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Mulher que tentou enviar cachorro por correio perde sua guarda

Caixa não continha saídas de ar, comida ou água para o animal
Crédito: Reprodução/ Daily Mail

Recentemente, um caso de crueldade contra um cãozinho de quatro meses foi notícia na imprensa internacional. Guess foi colocado dentro de uma caixa de papelão no estado de Minnesota, EUA, e sua dona tentou enviá-lo via correio para a Geórgia, do outro lado do país.

Felizmente, os funcionários notaram que havia um animal dentro da caixa e evitaram a entrega. O pacote estava totalmente lacrado e sem comida ou água, o que resultaria na morte certa do filhote. Segundo o jornal Daily Mail o cachorro seria enviado ao filho de 11 anos da americana como presente de aniversário.

Esta semana, Stacey Champion passou por um julgamento e teve a posse de Guess retirada pela justiça. A americana também foi multada por crueldade contra animais e terá até a próxima segunda-feira, 14 de fevereiro, para recorrer da decisão e reaver o filhote.

O cãozinho estará disponível, em breve, para adoção
Crédito: Reprodução/ Daily Mail

Segundo os funcionários do correio Stacey tentou também conseguir de volta os 22 dólares que pagou para enviar o filhote. Caso perca a ação judicial ela terá que pagar 15 dólares por dia para os cuidados do animal em um abrigo de animais até que ele seja adotado.

Durante a primeira audiência a americana afirmou ter mentido, dizendo que tratava-se de um robô de brinquedo dentro da caixa, em vez de um filhote. Por outro lado ela afirma que fez buracos na caixa para o cão respirar, além de ter colocado potes de água, versão negada pelos funcionários do correio.

Enquanto aguarda o final do julgamento Guess está sendo cuidado por um abrigo de animais, que já recebeu dezenas de interessados em adotá-lo.

Fonte: PetMag

Nenhum comentário:

Postar um comentário