Google+ Followers

domingo, 27 de fevereiro de 2011

China adota política do cão único


Com o objetivo de controlar a população canina em Xangai, uma das cidades mais populosas do mundo, o governo chinês aprovou na última quinta-feira, 24 de fevereiro, a política do “cão único”. Segundo a nova determinação, as famílias que já tiverem mais de um cachorro (devidamente registrado) não serão afetadas, mas a partir do dia 15 de maio, só será permitido um pet por casa.

De acordo com o jornal Daily Telegraph os donos que cruzarem seus cães não poderão ficar com os filhotes. Os animais devem ser destinados até os três meses de vida a algum abrigo credenciado pelo governo. Atualmente, estima-se que a população de cachorros seja de 800 mil em Xangai, sendo que apenas um quarto desse número seja registrado.

Segundo o governo chinês as medidas visam a segurança e a limpeza das vias públicas. Um levantamento realizado pela revista chinesa Dog Fans revelou que há 58 milhões de cachorros nas 20 maiores cidades do país, movimentando algo em torno de dois bilhões de dólares por ano.

Fonte: PetMag

Nenhum comentário:

Postar um comentário