Google+ Followers

domingo, 23 de janeiro de 2011

Desaparecido desde setembro, brasileiro é encontrado morto


O brasileiro Aristóteles Yamada, 35 anos, que estava desaparecido desde setembro do ano passado, foi encontrado morto no último dia 15 em uma região montanhosa de Tochigi (cidade localizada na província de mesmo nome). A identificação do corpo foi possível graças a um exame de DNA, cujo resultado saiu na quinta-feira 20.

Segundo o jornal Shimotsuke, um japonês de 64 anos encontrou o corpo ao caminhar pelo local com a intenção de colher batatas silvestres. Havia uma barraca improvisada de plástico e a polícia acredita que o brasileiro estava vivendo nela nesse período em que ficou desaparecido.

O irmão da vítima, Alexandre Yamada, informou que a cerimônia de cremação vai acontecer neste domingo. "Quero que as pessoas se lembrem dele como um cara alegre, divertido e brincalhão", disse ele nesta sexta-feira.

Aristóteles saiu de casa em setembro e não deu mais notícias ao irmão, que morava com ele em Sano (Tochigi). Até hoje, Alexandre não sabe explicar precisamente o motivo que o levou a cometer tal atitude.

No dia em que desapareceu, Aristóteles tinha ido fazer uma consulta no hospital e o médico diagnosticou que ele tinha diabetes. Além disso, precisaria ser internado para tratar de inflamações que tinha nos pés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário