Google+ Followers

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Com iPhone e iPad, faturamento da Apple salta 71% para US$ 26,74 bi


A Apple anunciou nesta terça-feira (18) resultado recorde no primeiro trimestre do ano fiscal de 2011, com faturamento de US$ 26,7 bilhões e lucro por ação de US$ 6,43. Os números superaram - por ampla margem - a expectativa dos investidores. As apostas, entre os mais otimistas, era de faturamento de US$ 25,5 bilhões, com projeção média de US$ 24,4 bilhões.

O recorde surge em um momento delicado para as ações da Apple, que chegaram a apresentar queda de mais de 5% no início do pregão desta terça-feira, um dia após o presidente da companhia, Steve Jobs, anunciar que vai se afastar do comando da empresa por motivos médicos. Ao final do período de negociações na bolsa Nasdaq, em Nova York, a perda no valor da companhia era de 2%.

O resultado apurado até 25 de dezembro de 2010 indica crescimento de 71% no faturamento da companhia de Cupertino, na Califórnia, na comparação com o período que antecedeu o Natal de 2009, de US $15,68 bilhões. O lucro, de US$ 6 bilhões, cresceu em 78%.

No período, a Apple vendeu 7,33 milhões de unidades do iPad, computador portátil que revolucionou a indústria da tecnologia no último ano. Foram vendidos também 16,2 milhões de iPhones, crescimento de 86% na comparação com os três últimos meses de 2009. Em sua quarta geração, o celular deverá ter força ainda maior no próximo período, quando começará a ser vendido pela Verizon, maior operadora de telefonia móvel dos EUA.

Na linha de computadores Mac, a expectativa do mercado era maior: enquanto apostava-se na venda de 4,3 milhões de unidades, entre notebooks e desktops, os números da Apple apuraram 4,1 milhões de aparelhos entregues. Ainda assim, o resultado mostra alta de 23% na comparação com o mesmo período no ano anterior.

Más notícias apenas para o iPod, tocador de MP3 que há dez anos serviu para ajudar a salvar as finanças da Apple. As vendas do gadget ficaram em 19,45 milhões, queda anual de 7%.

Licença

Em 2010, Apple se tornou a empresa de tecnologia com maior valor de mercado, superando sua eterna concorrente Microsoft. Segundo o “Wall Street Journal”, a Apple fechou a sexta-feira com valor de mercado de cerca de US$ 321 bilhões. As ações da companhia se valorizaram 66% nos últimos 12 meses, conforme o periódico.

Em um comunicado enviado por Jobs os seus funcionários, ele disse que, a seu pedido, a diretoria lhe concedeu uma licença médica para que ele pudesse se focar na sua saúde. "Eu vou continuar como CEO e estar envolvido nas decisões estratégicas importantes para a empresa", disse Jobs.

Tim Cook ficou com a responsabilidade de comandar a fabricante de computadores, tablets e smartphones até o fundador da companhia retornar. Com 50 anos de idade, Cook, que desde 2005 tem o cargo de Chief Operating Officer (COO), entrou para a Apple em 1998 como vice-presidente de operações. Antes, ele trabalhou na Compaq e na IBM, onde atuou por 12 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário