Google+ Followers

domingo, 17 de junho de 2012

Voluntários resgatam cães abandonados em região inóspita da Flórida


Grupos de voluntários patrulham as zonas rurais nas proximidades dos pântanos dos Everglades, no sul da Flórida, nos EUA, para resgatar cachorros abandonados por seus donos nessa área inóspita onde habitam crocodilos e enormes serpentes.

Sob o sol inclemente de Homestead, no condado de Miami-Dade, voluntários patrulham as zonas rurais nas proximidades dos pântanos de Everglades, no sul da Flórida, e passam grande parte do dia percorrendo caminhos de terra, longe dos centros povoados, buscando cães de todos os tamanhos e raças, que uma vez foram os animais de estimação de famílias e agora perambulam desnutridos, sedentos e doentes por áridos campos e perigosos pântanos.


Coleiras: o único vestígio do antigo lar

Alguns dos cachorros ainda têm coleiras com seu nome, o único vestígio de terem sido animais criados em uma casa, onde dependiam dos seres humanos para comer e se manter saudáveis.

Por medo e insegurança, em algumas ocasiões eles se escondem debaixo de casas móveis ou galpões abandonados, talvez com a esperança de que seus donos retornem por eles. Outros caminham na margem da estrada tentando encontrar o caminho de volta para casa e nesta tentativa são atropelados.

No chamado 'Caminho dos cachorros mortos', as pessoas abrem as portas de seus veículos e ordenam seus animais de estimação a descer, para depois seguir com toda velocidade, uma situação que se repete, em parte pela crise econômica que impede as famílias de manter suas casas e seus trabalhos.


Fonte: http://noticias.br.msn.com

Seguidores, visitantes, amigos, amigas, deixe seu comentário dizendo se gostou ou não de nossa postagem. Sua opinião é muito importante para Nós.  Ajude-nos a fazer um blog melhor. Obrigado. Abraxos.

4 comentários:

  1. Oi!
    Num dia de TPM, peguei o carro e saí por aí. Quando passei pelo cemiterio, vi uns cachorrinhos no portão. Entrei e perguntei para o zelador se eram dele ou se tinham sido abandonados. Ele falou que foram deixados numa caixa, no portão, porque sabiam que ele cuidaria. Voltei pra casa, peguei o Beto e as crianças e fomos para lá. Escolhemos a Sofia porque era a mais fraquinha e parecia doente. Amanda passou o dia matando as pulgas e tirando os vermes que saíam do bumbum dela. Nick a recebeu com muito amor! E hoje estão casadinhos e são muito unidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que história mais linda hein?!
      Sinceramente!!!
      Parabéns pelo seu ato de amor Clau!!!
      São poucas as pessoas assim!!!
      Beijos

      Excluir
  2. É bom saber que existem as pessoas que tentam resgatar esses animais abandonados....muito bom.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal né Lu?!
      Eu quero ter tempo depois para postar sobre a ONG de uma Inglesa que ajuda os pequeninos de Fukushima e outras regiões aqui do Japão.
      Beijos

      Excluir