Google+ Followers

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Saiba como vivem pessoas que escolheram animais de estimação bem diferentes




Uma casa em Maringá, no Paraná, abriga 13 tigres de idades e tamanhos variados. Na hora das refeições, é preciso separar os mais gulosos, tarefa que fica por conta do dono da casa, Ari.


Ele demonstra intimidade com os bichos. Muito devido à sua profissão (Ari treina cães policiais). Ele afirma que animais selvagens podem ser dóceis, carinhosos e domesticados.

Os bichinhos bancam a estrutura em que vivem trabalhando como modelos profissionais. Porém, em se tratando desse tipo de pets, todo o cuidado é pouco, já que uma brincadeira inocente pode machucar de verdade.

E ter um urubu em casa? Uma ave que poucos pensariam em ter como bicho de estimação é o xodó de uma casa no povoado de Rio Fundo, em Sergipe. A ave Bubu se dá bem com toda a vizinhança, mas não dispensa um belo prato de ovos mexidos sentado no sofá da sala. E como todo urubu não recusa um belo pedaço de carne, mas no caso de Bubu ele prefere frango e peixe frescos regado a muito chá.

Mais inusitado ainda é o touro criado dentro de casa. Chiquinho toma banho e sai para passear. Uma celebridade em Barra dos Coqueiros, no Sergipe. O momento mais esperado é a ida a praia com um calção de banho feito especialmente para ele.

A mascote de Yolanda é um pouco mais indócil, o ganso de estimação não deixa ninguém se aproximar dele nem da dona. Um bichinho bastante ciumento. O ganso mora há 7 anos com a família catarinense. Ele foi parar na porta de Yolanda durante uma tempestade e acabou adotado pela família.


A porquinha de Flávia, Chuchu, é muito manhosa. Ela só tem oito meses e é tratada como nenê. At é lancheira a porquinha tem, com frutas e mamadeira de leite. Muito mimada!

O porco Gabriel é bastante diferente de Chuchu. Ele é bem branco e bem grande. Ele é muito educado. Toma banho, faz as necessidades fora de casa e não gosta de lugares quentes. Ele come de tudo e tem como comida preferida a melancia. Ele é uma celebridade local, até tatuagem em sua homenagem o dono fez. Exótico!

Ter cachorros como animal de estimação é comum, mas e cães surfistas? O cachorro de três patas, Batatinha, viaja com o dono em cima do capô da caminhonete. Ele é acompanhado por mais três cãezinhos que são um sucesso.

Fonte: R7

Um comentário:

  1. tienes un blog encantador, adoro los animales!!!!

    abrazos a los cachorros!

    ResponderExcluir