Google+ Followers

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Blog "Sonhos e Encantos"


O Blog "Sonhos e Encantos, http://leninha-sonhoseencantos.blogspot.jp/, pertence a Leninha.
Leninha escreveu em seu perfil:

"Uma pessoa que ama a vida,que vibra com um belo por do sol,que se encanta com um sorriso de crianca e se emociona com as lagrimas de um idoso,que ama a alegria,que encontra a beleza em um dia ensolarado e tambem num dia"gris" e reconhece que vale a pena viver,apesar de todos os desafios,perdas e frustracoes e jamais desiste de si mesma e das pessoas que ama...".

Seu blog honra seu nome e é cheio de encantos.
Vale a dizer, que este é um dos quatro blogs que Leninha escreve... rs
Olhe esta postagem:

Minhas memórias de menina


Flores eram sua paixão e cuidava delas com alegria,desvelo e mil cuidados...


.................os mesmos que tomava com o irmão,pequeno e frágil...e todas as noites a encontrávamos cantando para ele dormir as doces canções que ouvira um dia da avó.
E se desdobrava em cuidados,como se ele seu filho fosse...e corria em busca do médico da família,ao menor sinal de febre ou dor do irmãozinho...preocupava-se tanto quanto a mãe e dedicava uma parte do dia a brincar e contar-lhe histórias.


Mas nem tudo era colorido e nem tudo eram flores na vida de nossa menina...uma fase conturbada surgiu para perturbar seu sono e seus sonhos...o namorado,aquele que parecia um príncipe,em sua charrete e seu cavalo branco,começou a beber e este,naquela época era um vício inaceitável,principalmente pelo pai,enérgico e severo,que nunca havia bebido e não concordava mais com o namoro...nunca se havia manifestado mas agora era totalmente contra.
Já falei,anteriormente,sobre a obediência das meninas daquela época às ordens paternas e maternas.Nossa amiguinha não fugia à regra,mas tentou manifestar a sua opinião,no que foi prontamente rechaçada pelos dois...não poderia mais continuar aquele namoro e pronto,estava decidido.Lágrimas,pedidos,nada adiantou...e as colegas também partilhavam as ideias paternas e vinham aconselhá-la e tentar fazê-la entender que nada poderia existir de bom em um relacionamento com um "beberrão".
Ela se opunha a estes conselhos,tentava argumentar até o dia em que ele mesmo veio lhe provar que a razão estava com todas estas pessoas que lhe queriam tanto bem...envolveu-se em uma briga em um bar e isto nem ela poderia aceitar.Foi para casa e concordou com os pais que lhe haviam proposto uma viagem para a casa da tia que morava em Carangola.Adorava a tia e sentia que lá haveria de esquecer este episódio de sua vida...
E,malas e bagagens prontas,lá se vai a nossa menina,para a casa de sua querida tia Ruth.

..............................................................................................................

A casa da tia

Antes de falar sobre a casa propriamente dita,preciso lhes apresentar a cidade de Carangola
Localização
Situada na encosta do Planalto Atlântico, Carangola está a leste do estado de Minas Gerais, pertencendo a mesorregião da Zona da Mata.
A posição geográfica de Carangola polariza a atenção de diversos municípios, dada a sua excelente estrutura de prestação de serviços, um significativo comércio e um latente processo de industrialização, recebendo influência de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Juiz de Fora.
O município de Carangola está constituído atualmente pela sede e pelos distritos de Alvorada, Lacerdina e Ponte Alta de Minas. Carangola é circundada pelos municípios de Divino e Espera Feliz, ao norte; Caiana,Espera Feliz e Faria Lemos, a leste; Fervedouro e São Francisco do Gloria, a oeste, 

Pedra Dourada e Faria Lemos, ao sul.

A igreja onde foi batizada

A cidade de Carangola,era para ela a terra onde moraram os avós paternos,durante a sua infância...a avó tão querida e o vovô/padrinho,sempre em sua memória.Voltar à Carangola...era voltar para os braços roliços da terna vovó Alzira,era relembrar o bisavô João Carlos,alegre e brincalhão e o avô,alto e magro que a levantava em seus braços e a fazia se sentir uma princeza.As histórias do avô,que acordava os empregados da fazenda com seu grito forte:"Olha o café!"e se vangloriava de não precisar de sino em sua fazenda...o café servido a todos os colonos na cozinha da fazenda,com as broas de milho,os biscoitinhos de nata e polvilho,os pães assados ali mesmo e o leite quentinho sobre o fogão à lenha.
Os causos do Chico Moleque,do pai e dos tios barulhentos e alegres,o circo que era montado na fazenda para divertir os colonos e suas famílias(mas ele não dava só o circo,dava o pão,a fartura e o companheirismo),os bailes,a venda...só a fazenda de meu avô e suas histórias dariam um livro e dos bons!

.................................................................................................................
Mas o avô e a avó já não habitavam esta terra,estavam em fazendas do outro lado da vida.
..............................................................................................................

E nossa menina chegou a Carangola,sem mágoas do pai ou da mãe,ela já cultivava o hábito de não deixar a tristeza fazer moradia entre os caracóis de seus cabelos e gostava do "jogo do contente"da Pollyana...

A tia recebeu-a com uma enorme alegria e um lindo sorriso(ela não se lembrava da beleza daquele sorriso),abraçou-a com carinho e ofereceu-lhe não só a casa mas o colo,o afeto,a ternura...
Era época de Exposição Agro Pecuária e isto significava passear durante o dia no Parque de Exposições e à noite os bailes no Clube da cidade.E a tia providenciou trajes de festa,sapato de salto seis e meio,carteira social e o mais importante:companhia,um par para dançar!!!O cunhado da tia estava na cidade e seria o seu acompanhante e cicerone durante o dia.Alto,olhos azuis,sorriso maroto,era como se realmente um príncipe se houvesse materializado...nesta idade as grandes paixões são esquecidas e dão lugar a outras,com uma facilidade incrível.

À noite a tia,tal qual uma fada madrinha,a vestia e enfeitava e nossa menina,radiosa e feliz,partia para o baile,não em uma carruagem,mas em uma camionete Chevrolet verde,que não se transformaria em abóbora...
E com um príncipe ao seu lado!!!

E aprendeu a dançar e os boleros,valsas ,baiões,a faziam rodopiar pelo salão...um samba canção dolente a conduzia e embalava com seus acordes doces a provocar-lhe suspiros...e era como um sonho.

Eu Sonhei Que Tu Estavas Tão Linda Lamartine Babo
Eu sonhei . . .que tu estavas tão linda . . .Numa festa de raro esplendor,Teu vestido de baile . . . lembro ainda:Era branco, todo branco, meu amor ! . . .A orquestra tocou umas valsas dolentes,Tomei-te aos braços, fomos dançando, ambos silentes . . E os pares que rodeavam entre nós,Diziam coisas, trocavam juras a meia voz . . .
Violinos enchiam o ar de emoçõesE de desejos uma centena de corações . . .P'ra despertar teu ciúme, tentei flertar alguém,Mas tu não flertaste ninguém ! . . .Olhavas só para mim,Vitórias de amor cantei, Mas foi tudo um sonho . . . acordei ! . . .

Mas não era um sonho e ela rodopiava e se sentia em um conto de fadas...

E se passaram os dias e o doce convívio estava quase a terminar...não houve um pedido formal de namoro,mas ele prometeu que a visitaria em setembro... e ela se foi,com o coração apertado, mas com a convicção de que a primavera seria um marco em sua vida.

Eu vou, mas voltarei, amigos........................


Bjssssssssssssssssssssssssss


******************

Existem milhares de blogs espalhados pelo mundo...

Mas, alguns são especiais para eu.

Este é um deles.

Essa é uma forma que escolhi para divulgar, valorizar, homenagear pessoas que estão todos ou dias ou quase todos, trazendo a nós todos, um pouco de si.

Dando-nos através de suas postagens ensinamentos, conforto, amizade, carinho, amor ou simplesmente alegria.

Para você que visita um blog e ali acha algo que o agrade, comente, mostre ao dono do Blog que gostou de seu trabalho.

Quem tem um blog sabe bem como é bom saber que alguém gostou do que ele fez.

Abraxos.

4 comentários:

  1. Eu tenho uma amiga de faculdade que era de Carangola, me fez sentir saudades...

    Adoro a Leninha! Aproveitarei para visita-la.

    Quanto aquelas fotos de bebe, nossa, foi uma moda que muitas amigas tambem tiveram um quadro pendurado na parede da... sala!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leninha é um amor de pessoa!!!
      como vc amiga!!!
      Beijos

      Excluir
  2. Amigo querido,

    Só agora,depois que a casa silenciou e todos foram dormir,pude vir e ler esta homenagem que me prestou e,devo dizer,me emocionou bastante.Sabe,amigo,estou muito emotiva hoje,pelo Dia dos Pais,por estar na casa de um dos meus filhos e por ter ido à Missa na Igreja de Sta Rita,na cidade de Miradouro,onde comecei a minha vida de "senhorinha".

    Agradeço de coração a homenagem que me prestou e o carinho demonstrado em suas palavras tão sinceras e tão generosas.Você é um amigo que,apesar da enorme distância,me faz sentir como vale a pena ter um blog e através deste receber este calor que do outro lado do mundo vem até nós e consegue aquecer a nossa
    alma.Obrigada,muito obrigada mesmo.

    Bjsssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leninha, seu blog é maravilhoso, único e verdadeiro.
      Para mim foi uma honra poder fazer esta homenagem.
      continue sempre por favor!!!
      Beijos

      Excluir