Google+ Followers

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Acomodação


O progresso da civilização trouxe consigo muitas facilidades, isso é incontestável.

As comunicações são instantâneas. Ficamos sabendo de tudo o que acontece no mundo, no momento em que está ocorrendo.

Com as conexões via Internet, qualquer pessoa pode navegar pelo mundo apenas acionando algumas teclas.

Jornais, revistas e outras tantas mercadorias chegam em nossas casas, sem que precisemos sair para comprá-los.

Através da TV por assinatura vários canais de televisão do mundo inteiro estão ao nosso alcance. Temos acesso a filmes, documentários e outras diversões apenas acionando alguns botões.

O serviço de entregas por telefone é bem aceito pela população. Proliferam as ofertas, ampliando-se cada vez mais a gama de produtos. São flores, CDs, remédios, alimentos e outras tantas mercadorias que chegam às nossas portas depois de ligeiro telefonema.

São as facilidades modernas que, sem dúvida alguma, o progresso trouxe para o conforto geral.

Todavia, enquanto nos beneficiamos com tais facilidades, nos permitimos a acomodação perniciosa.

A acomodação provoca o estacionamento do Espírito, enquanto ser imortal, criado para o progresso constante.

É ótimo que aproveitemos as facilidades que nos são oferecidas no campo material, mas é imprescindível que busquemos alcançar novos degraus no campo espiritual.

É importante que saibamos empregar bem o tempo que a tecnologia nos poupa.

Mais será cobrado de quem mais tiver. Essa é a afirmativa de Jesus.

Tudo o que nos chega como benefício, são recursos permitidos pela Divindade. Não são fins, mas meios de progresso.

Lutemos, pois, para que não sejamos dominados pela acomodação. Busquemos desenvolver a nossa Espiritualidade. Somos seres imortais e uma outra realidade nos aguarda logo mais, no além-túmulo.

Atentemos também para nossos filhos. Incentivando-os à leitura edificante, não os deixemos cair nas teias da acomodação, da preguiça, do marasmo.

Com todo nosso afeto mostremos a eles que fazemos parte de uma sociedade e que todos somos interdependentes.

Digamos a eles que, para a construção de uma sociedade melhor, é necessário que todos contribuam ativamente com seu tijolo de amor, ainda que pequeno, mas de suma importância.

Utilizar bem o tesouro das horas, em nosso e em benefício dos que nos rodeiam, eis a grande decisão que nos cabe.

Exercitar a alma, disciplinando as emoções, treinando a paciência, o perdão, a humildade, para que nosso perfil seja condizente com nossos anseios superiores.

Enfim, fazer luz em nossa intimidade e afastar as trevas da acomodação atrevida que teima em se fazer presente em nossas vidas.

* * *

Nosso pensamento não para nunca.

É por esse motivo que muitas pessoas, mesmo em idade avançada, ficam lúcidas. É porque nunca se deixaram levar pela acomodação paralisante.

Ao contrário, as que acham que nada mais podem fazer e dão por cumprida sua etapa, têm o cérebro atrofiado e a esclerose se manifesta mais cedo.

Assim, importa que mantenhamos o cérebro e as mãos sempre ocupados com coisas positivas para que a lucidez não nos abandone jamais.



Redação do Momento Espírita.

Em 25.04.2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário