Google+ Followers

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Fotos da Madonna

Para não perder o costume...
Algumas fotos dela... rs






Plantas que curam: AROEIRA - Schinus molle


Descrição : Planta da família das Anacardiaceae, também conhecida como Aroeira, Aroeira vermelha, Aguará-Ybá-Guassú (dos Guaranis) Aroeira do Amazonas, Aroeira folha de salso, Aroeira Salso, Corneiba (dos Tupis) , Pimenteira do Peru, Anacauíta, Araguaraíba, Aroeira mansa, Fruto-de-sabiá, Pimenteiro, Terebinto, Aroeira-periquita, Aroeira mole, Pimenta Rosa . Árvore de porte médio, dióica, de folhas compostas, aromáticas. Flores em pequenas em panículas, fruto tipo drupa, vermelho-brilhante, aromático e adocicado. Devido ao alto teor de tanino, é empregada nos curtumes para curtir peles e couros. As folhas maduras passam por forrageiras. No Peru, a aroeira é utilizada após fermentação para se fazer vinagre e bebida alcoólica. A mesma companhia criou uma outra patente em 1997 para um preparado similar usado para limpeza de pele e de ação bactericida.

Indicações : As cascas e folhas secas da aroeira são utilizadas contra febres, problemas do trato urinário, contra cistites, uretrites, diarréias, blenorragia, tosse e bronquite, problemas menstruais com excesso de sangramento, gripes e inflamações em geral. Sua resina é indicada para o tratamento de reumatismo e ínguas, além de servir como purgativo e combater doenças respiratórias.

Emprega-se também contra a blenorragia, bronquites, orquites crônicas e doenças das vias urinárias. Seu óleo resina é usado externamente como cicatrizante e para dor-de-dente.A resina amarelo-clara (a qual endurece ao ar tornando-se azulada e depois pardacenta), proveniente das lesões das cascas, é medicamento de larga aplicação entre os sertanejos, como tônico, nos casos em que usam cascas.Em outros tempos, a aroeira foi utilizada pelos jesuítas que, com sua resina, preparavam o " Bálsamo das Missões ", famoso no Brasil e no exterior. A planta inteira é utilizada externamente como anti-séptico no caso de fraturas e feridas expostas. O óleo essencial é o principal responsável por várias atividades desta planta, especialmente à ação antimicrobiana contra vários tipos de bactérias e fungos e contra vírus de plantas, bem como atividade repelente contra a mosca doméstica. Este óleo essencial, rico em monoterpenos, é indicado em distúrbios respiratórios. É eficaz em micoses, candidíases (uso local) e alguns tipos de câncer (carcinoma, sarcoma,etc.) e como antiviral e bactericida. Possui ação regeneradora dos tecidos e é útil em escaras, queimaduras e problemas de pele. Externamente, o óleo essencial da aroeira brasileira utilizado na forma de loções, gels ou sabonetes, é indicado para limpeza de pele, coceiras, espinhas (acne), manchas, desinfecção de ferimentos, micoses e para banho. Em muitos estudos in vitro, extratos da folha da aroeira brasileira demonstram ação antiviral contra vírus de plantas e apresentam ser citotóxicos para 9 tipos de câncer das células.Em banhos é utilizado o decocto da casca de aroeira para combater úlceras malignas.

Principios Ativo : Óleo essencial: rico em mono e sesquiterpenos. Taninos, Resinas, Alcalóides, Flavonóides, Saponinas esteroidais, Esteróides, Triterpenos, cis-sabinol, p-cimeno, limoneno, simiarinol, alfa e beta pineno, delta-caroteno, alfa e beta felandeno, terechutona

Modo de Usar : Gota, reumatismo e ciática. Banho- ferver 26g de cascas de aroeira em um litro de água. Tomar, diariamente, um banho de 15 minutos, tão quente quanto possível. Um ensaio clínico feito com extrato aquoso das cascas de Schinus terebinthifolius na concentração de 10% aplicado na forma de compressas intravaginais em 100 mulheres portadoras de cervicite e cervicovaginites promoveu 100% de cura num período de uma a três semanas de tratamento. Gargarejos, bochechos, compressas, tratamento tópico de ferimentos de pele ou mucosas, infectadas ou não, cervicite, hemorróidas inflamadas, gengivas inflamadas. Cozinhar em 1 litro de água, 100g da entrecasca limpa e seca da Schinus terebinthifolius, quebrada em pedaços pequenos. Azia e gastrite. Utilizar os frutos cozidos de 2 vezes, cada vez com meio litro de água. Beber em doses de 30 ml duas vezes ao dia.

Dica Culinária : A pequena semente do fruto da aroeira vermelha, redondinha e lustrosa, inscreve-se entre as muitas especiarias existentes e que são utilizadas essencialmente para acrescentar sabor e refinamento aos pratos da culinária universal. O sabor suave e levemente apimentado da aroeira vermelha, bem como sua bonita aparência, de uso decorativo, permite o seu emprego em variadas preparações, podendo ser utilizada na forma de grãos inteiros ou moídos. No entanto, a aroeira é especialmente apropriada para a confecção de molhos que acompanham as carnes brancas, de aves e peixes, por não abafar o seu gosto sutil.Introduzida na cozinha européia, com o nome de aroeira poivre rose (pimenta-rosa), a aroeira vermelha acrescentou um gostinho tropical à nouvelle cuisine.
Toxicologia : Em todas as partes da planta foi identificada a presença pequena de alquil-fenóis, substâncias causadoras de dermatite alérgica em pessoas sensíveis. Sentar-se à sombra desta aroeira implica grandes riscos, pelos efeitos perniciosos que pode provocar. As partículas que se desprendem de sua seiva e madeira seca podem causar uma afecção cutânea parecida com a urticária, edemas, febre e distúrbios visuais. O uso das preparações de aroeira deve ser revestido de cautela por causa da possibilidade de reações alérgicas na pele e mucosas. Caso isto aconteça, suspenda o tratamento e procure o médico o mais cedo possível.

Aromaterapia : relaxante eagradável. Muito usado em problemas da pela e circulação.

Posologia: Adultos: 1 0 a 20ml de tintura divididos em 2 ou 3 doses diárias, diluídos em água. 2g de erva seca (1 colher de sopa) de cascas em decocção até 3 vezes ao dia, com intervalos menores que 1 2hs tanto para uso interno quanto externo, para compressas e banhos.

Farmacologia: Devido à concentração de ácido gálico, deduz-se que seus efeitos antimicrobianos, adstringentes e antiinflamatórios sejam efetivos. Mas não há provas clínicas suficientes.

Valores reais

 Pierre & Marie Currie Como um jovem casal em Paris

O nome do casal Curie, Pierre e Marie, estará para sempre associado à radioatividade. Desde o momento em que Marie Curie conseguiu isolar um precioso grama de radium, a vida de ambos se modificou.

Em 1903, foram convidados para uma conferência sobre o radium, que se realizaria em famosa instituição de Londres.

O casal foi. Pela primeira vez uma mulher era admitida às sessões daquela instituição londrina.

Eles compareceram a muitas recepções, pois todos desejavam conhecer os pais do radium.

Pierre foi às brilhantes recepções vestido de preto. A mesma roupa que utilizava no curso que ministrava em Paris. Marie era olhada como um animal muito raro. Ela era um fenômeno, uma mulher física.

Ela usava vestido escuro com leve decote e mãos sem luvas. As mãos que se apresentavam roídas pelos ácidos das experiências.

Contudo, as damas que compareciam aos banquetes usavam nos dedos e no colo as mais preciosas pedras do Império Britânico.

Marie sentia um verdadeiro prazer em contemplar essas joias. Observou também que o marido olhava as joias de forma fixa, passeando o olhar por todas aquelas belas mulheres, carregadas de preciosidades.

À noite, quando se recolheram ao quarto para o repouso, ela comentou:

Nunca imaginei que existissem joias assim. Que coisa maravilhosa!

O marido sorriu e falou:

Durante o jantar, fiquei observando os anéis, os colares e os brincos. Enquanto todos conversavam comecei a fazer a conta de quantos laboratórios seria possível construir com as pedras que cada uma dessas damas carregava. E para nós seria suficiente um laboratório.

Quando chegou o fim do jantar, acredite, a minha conta já tinha alcançado um número astronômico.

* * *

Assim são as grandes almas. Tudo o que veem, o que para os outros é simplesmente beleza, ornamento ou capricho, para elas se transforma em algo incrivelmente útil.

Grande é a sua capacidade de ver o bem a ser feito e espalhado, nas maiores proporções possíveis.

Eles nos ensinam, com suas vidas, que existem valores mais preciosos do que aqueles perecíveis, que mudam de mãos ao sabor das questões financeiras.

Convidam-nos, igualmente, a olhar em nossos lares, em nossos armários com atenção e descobrir o que se encontra ali guardado há muito tempo, sem uso, e que, em mãos sábias se transformaria em agasalho, alimento ou abrigo às criaturas necessitadas.

Pierre e Marie Curie em sua lua de mel de 1895

* * *

O casal Curie renunciou à riqueza, ao partilhar suas descobertas na íntegra com todos os demais sábios.

Eles poderiam ter se considerado os descobridores do radium e patenteado a sua descoberta. Teriam, assim, assegurado os seus direitos de participação na indústria do radium.

Mas como perceberam que o radium poderia servir para a cura de doentes, acreditaram ser errado retirar vantagens disso.

Com incrível senso de humanidade e doação, cederam todas as suas informações, partilhando a descoberta que hoje beneficia inumeráveis vidas.


Redação do Momento Espírita, com base no cap. 16, do livro Madame Curie, de Eva Curie, ed. Companhia Editora Nacional.
Disponível no livro Momento Espírita, v.2, ed. Fep.
Em 22.11.2011.

Marie Curie (1867 - 1934) com seu marido Pierre (1859 - 1906) químico francês de grande fama. Photo by Hulton Archive / Getty Images. 
Imagem de: # http://www.answers.com/topic/marie-curie-large-image ixzz1d2nhZ8Wz

Fatos históricos do dia 30 de novembro


Um gênio do cinema

Em 30 de novembro de 1914, aos 25 anos, Charles Spencer Chaplin estreou nas telas com Making a Living. Carlitos, o maior de seus personagens, só entraria em cena nos filmes seguintes. Foi um dos ícones do século XX e o cinema jamais seria o mesmo após esse acontecimento.

1645 - Um terremoto destrói a catedral de Manila, nas Filipinas.
1667 - Nasce o escritor Jonathan Swift, autor de "As viagens de Gulliver".
1782 - Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha assinam o Tratado de Paris, pondo um fim a Guerra Revolucionária norte-americana.
1807 - O exército francês, sob o comando do General Junot, ocupa Lisboa e assume a presidência do conselho de Governo.
1838 - Após a ocupação francesa de Vera Cruz, o México declara guerra à França. O conflito é conhecido como a Guerra dos Pastéis.
1874 - Nasce Winston Churchill, primeiro ministro inglês.
1878 - Morre o genereal Francisco Linhares Alcântara, presidente de Venezuela.
1900 - O escritor Oscar Wilde, autor de O retrato de Dorian Gray, morre aos 46 anos. Vítima de intolerância, ele teve sua vida pessoal constantemente atacada.
1913 - Charles Chaplin inicia a sua carreira de ator cinematográfico com o filme Making a Living, de Mark Sennett.
1919 - Pela primeira vez na França, as mulheres votam em eleições legislativas.
1920 - A Prússia torna-se um Estado livre, parlamentar e democrático. O presidente do Conselho é o social-democrata Otto Braun.
1922 - Manifestação do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães reúne 50 mil pessoas em Berlim.
1930 - Inauguração de vôos comerciais entre Brasil e Estados Unidos pela Pan American Airlines.
1931 - Estréia no Rio de Janeiro o filme Coisas Nossas, primeiro musical longa-metragem brasileiro.
1935 - Morre o poeta português Fernando Pessoa.
1935 - Na Alemanha de Hitler, é concedido o direito de divórcio no caso de um dos cônjuges não acreditar nos ideais nazistas.
1938 - Emil Hacha é eleito presidente da Checoslováquia.
1947 - Um dia após as Nações Unidas declararem a formação do estado de Israel, o estado judeu é atacado por seus países vizinhos.
1949 - Fortes temporais causam a morte de quatro mil pessoas na Guatemala.
1950 - Harry Truman, presidente dos Estados Unidos, anuncia que seu país pode utilizar a bomba atômica no conflito da Coréia.
1958 - Após 93 anos no poder, o Partido Colorado perde as eleições legislativas no Uruguai, vencidas pelo Partido Branco.
1961 - A União Soviética veta o direito do Kuwait de se tornar membro das Nações Unidas.
1964 - A URSS lança a nave espacial Sonda II.
1964 - O Presidente Castelo Branco promulga o Estatuto da Terra, uma lei que regula direitos e obrigações relacionadas aos bens imóveis rurais.
1966 - Barbados, um estado insular independente localizado dentro das Pequenas Antilhas, torna-se independente da Inglaterra.
1967 - A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil condena a prisão de clérigos.
1967 - O Iêmen torna-se independente da Grã-Bretanha.
1981 - Os Estados Unidos e a União Soviética começam a negociar em Genebra um acordo para reduzir o número de armas nucleares na Europa.
1986 - No Brasil, um terremoto de 5.1 graus na Escala Richter atinge o município de João Câmara, no Rio Grande do Norte.
1988 - Um ciclone atinge Bangladesh, ao leste da Índia, e deixa cerca de dois mil mortos. Dois terços do território ficaram submersos.
1994 - O transatlântico italiano Achille Lauro incendeia-se em alto-mar, provocando a morte de duas pessoas. Em seu histórico, o navio já tinha acidentes e até seqüestro.
1995 - Bill Clinton torna-se o primeiro presidente dos Estados Unidos a visitar a Irlanda do Norte.
1997 - Israel anuncia a retirada parcial da Cisjordânia, após 30 anos de ocupação.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Plantas que curam: AROEIRA BRASILEIRA - Schinus terebinthifolia


Descrição : Planta da família das Anacardiaceae, também conhecida como Aroeira brasileira, Aroeira vermelha, Aroeira mansa, Cabuy, Cambuy, Fruto-de-sabiá, Aguaraíba, Aroeira da praia, Aroeira do brejo, Aroeira-pimenteira, Bálsamo , Corneíba, Aroeira do Paraná, Aroeira do sertão. Seus frutos são utilizados na Flórida para decoração de Natal, o que lhe conferiu a denominação de Christmas-berry. Em 1996, uma patente americana foi criada para um produto feito com o óleo essencial de aroeira brasileira, Schinus Terbinthifolius, como um remédio tópico de ação bactericida utilizado contra Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus para seres humanos e animais (um preparado par nariz, ouvido e peito).

Origem: Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Região Sudeste, Região Sul.

Plantio : Planta resiste a baixas temperaturas (até – 3 graus), vegeta em qualquer altitude e qualquer solo; tolerando até lugares brejosos ou pedregosos. As sementes perdem o poder germinativo rapidamente, 50% delas nascem em 20 a 30 dias. As mudas crescem rápido e começam a frutificar com 2 anos de idade. O espaçamento entre arvores 10x10 m, cresce ao pleno sol, não se desenvolve na sombra. Tolera a seca, irrigar apenas depois do plantio. A planta pode ser podada. A adubação com composto orgânico é suficiente, pode ser (6 litros) cama de frango ou composto orgânico distribuídos em círculos a 50 cm de distancia do tronco.

Indicações : As cascas e folhas secas da aroeira são utilizadas contra febres, problemas do trato urinário, contra cistites, uretrites, diarréias, blenorragia, tosse e bronquite, problemas menstruais com excesso de sangramento, gripes e inflamações em geral. Sua resina é indicada para o tratamento de reumatismo e ínguas, além de servir como purgativo e combater doenças respiratórias.

Emprega-se também contra a blenorragia, bronquites, orquites crônicas e doenças das vias urinárias. Seu óleo resina é usado externamente como cicatrizante e para dor-de-dente.A resina amarelo-clara (a qual endurece ao ar tornando-se azulada e depois pardacenta), proveniente das lesões das cascas, é medicamento de larga aplicação entre os sertanejos, como tônico, nos casos em que usam cascas.Em outros tempos, a aroeira foi utilizada pelos jesuítas que, com sua resina, preparavam o " Bálsamo das Missões ", famoso no Brasil e no exterior. A planta inteira é utilizada externamente como anti-séptico no caso de fraturas e feridas expostas. O óleo essencial é o principal responsável por várias atividades desta planta, especialmente à ação antimicrobiana contra vários tipos de bactérias e fungos e contra vírus de plantas, bem como atividade repelente contra a mosca doméstica. Este óleo essencial, rico em monoterpenos, é indicado em distúrbios respiratórios. É eficaz em micoses, candidíases (uso local) e alguns tipos de câncer (carcinoma, sarcoma,etc.) e como antiviral e bactericida. Possui ação regeneradora dos tecidos e é útil em escaras, queimaduras e problemas de pele. Externamente, o óleo essencial da aroeira brasileira utilizado na forma de loções, gels ou sabonetes, é indicado para limpeza de pele, coceiras, espinhas (acne), manchas, desinfecção de ferimentos, micoses e para banho. Em muitos estudos in vitro, extratos da folha da aroeira brasileira demonstram ação antiviral contra vírus de plantas e apresentam ser citotóxicos para 9 tipos de câncer das células.Em banhos é utilizado o decocto da casca de aroeira para combater úlceras malignas.

Principios Ativo : Óleo essencial: rico em mono e sesquiterpenos. Taninos, Resinas, Alcalóides, Flavonóides, Saponinas esteroidais, Esteróides, Triterpenos, cis-sabinol, p-cimeno, limoneno, simiarinol, alfa e beta pineno, delta-caroteno, alfa e beta felandeno, terechutona

Modo de Usar : Gota, reumatismo e ciática. Banho- ferver 26g de cascas de aroeira em um litro de água. Tomar, diariamente, um banho de 15 minutos, tão quente quanto possível. Um ensaio clínico feito com extrato aquoso das cascas de Schinus terebinthifolius na concentração de 10% aplicado na forma de compressas intravaginais em 100 mulheres portadoras de cervicite e cervicovaginites promoveu 100% de cura num período de uma a três semanas de tratamento. Gargarejos, bochechos, compressas, tratamento tópico de ferimentos de pele ou mucosas, infectadas ou não, cervicite, hemorróidas inflamadas, gengivas inflamadas. Cozinhar em 1 litro de água, 100g da entrecasca limpa e seca da Schinus terebinthifolius, quebrada em pedaços pequenos. Azia e gastrite. Utilizar os frutos cozidos de 2 vezes, cada vez com meio litro de água. Beber em doses de 30 ml duas vezes ao dia.

Dica Culinária : A pequena semente do fruto da aroeira vermelha, redondinha e lustrosa, inscreve-se entre as muitas especiarias existentes e que são utilizadas essencialmente para acrescentar sabor e refinamento aos pratos da culinária universal. O sabor suave e levemente apimentado da aroeira vermelha, bem como sua bonita aparência, de uso decorativo, permite o seu emprego em variadas preparações, podendo ser utilizada na forma de grãos inteiros ou moídos. No entanto, a aroeira é especialmente apropriada para a confecção de molhos que acompanham as carnes brancas, de aves e peixes, por não abafar o seu gosto sutil.Introduzida na cozinha européia, com o nome de aroeira poivre rose (pimenta-rosa), a aroeira vermelha acrescentou um gostinho tropical à nouvelle cuisine.
Toxicologia : Em todas as partes da planta foi identificada a presença pequena de alquil-fenóis, substâncias causadoras de dermatite alérgica em pessoas sensíveis. Sentar-se à sombra desta aroeira implica grandes riscos, pelos efeitos perniciosos que pode provocar. As partículas que se desprendem de sua seiva e madeira seca podem causar uma afecção cutânea parecida com a urticária, edemas, febre e distúrbios visuais. O uso das preparações de aroeira deve ser revestido de cautela por causa da possibilidade de reações alérgicas na pele e mucosas. Caso isto aconteça, suspenda o tratamento e procure o médico o mais cedo possível.

Aromaterapia : relaxante eagradável. Muito usado em problemas da pela e circulação.

Aprender e refazer


Muitos Espíritos se sentem injustiçados após o fenômeno da morte física.

Incontáveis gastam um tempo incomensurável em atitudes de revolta.

Contudo, todos acordam um dia.

Libertam-se dos pesadelos em que se debatiam e se arrependem.

Choram sentidas lágrimas e reconsideram sua situação.

Identificam amigos que lhes estendem os braços, após romperem as teias de incompreensão em que se prendiam.

Observam, porém, a sombra que ainda carregam no íntimo.

Identificam a luz de quem melhor soube viver no mundo e suspiram por merecer situação semelhante.

Sentem-se quais pássaros mutilados que sonham com altos voos pelo céu azul.

Reconhecem, finalmente, o valor da experiência física na qual lhes cabe refazer as próprias asas.

Retornam, então, aos antigos locais em que viveram e se iludiram.

No entanto, quase sempre tudo sofreu radical mudança.

Paisagens queridas se alteraram, facilidades sumiram e afetos abandonados evoluíram em outros rumos...

Personalidades do poder transitório, que abusaram do povo, assistem às privações das classes humildes.

Verificam o martírio silencioso de quem se levanta a cada dia, para a contemplação da própria miséria.

Avarentos que rolaram no ouro regressam às paredes amoedadas dos descendentes.

Aí acompanham os mendigos que lhes recorrem inutilmente à caridade.

Anotam quanto dói suplicar migalhas de pão a corações endurecidos no orgulho.

Escritores que se faziam especialistas da calúnia e do escândalo tornam à presença de seus próprios leitores.

Examinam os entorpecentes e corrosivos mentais que produziram, impunes.

Pais e mães displicentes ou desumanos voltam aos redutos domésticos de seus rebentos desorientados.

Observam, então, as raízes da crueldade ou da viciação por eles mesmos plantadas.

Malfeitores, que caíram na delinquência, socorrem as vítimas de outros criminosos.

Com isso, avaliam os processos de sofrimento com que supliciavam a carne de seus semelhantes.

Mas isso não basta.

Compreender o equívoco cometido é muito pouco.

Depois do aprendizado, é preciso retomar o campo de ação.

Urge renascer e ressarcir, progredir e aprimorar, solvendo débito por débito perante a Lei.

Ciente dessa realidade, convém prestar atenção no modo como vivemos.

A reencarnação é uma bendita oportunidade de purificação e conquista de paz.

Constitui uma preciosa bolsa de trabalho e estudo, com amplos recursos de pagamento.

Assim, qualquer que seja a provação que nos assinale o caminho, evitemos reclamar.

Ao contrário, amemos e trabalhemos com ternura e dedicação.

Soframos, se necessário.

Mas sempre agradeçamos a Deus.


Redação do Momento Espírita, com base no cap. 37, do livro Justiça Divina, pelo Espírito Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb.
Em 21.11.2011.

Fatos históricos do dia 29 de novembro

O mapa original que criaria os dois estados. De vermelho o árabe e de verde o judeu – Crédito: Arquivo das Nações Unidas (ONU)
A divisão da Palestina

Em 29 de novembro de 1947, a ONU decidiu dividir a Palestina em um Estado judeu e um Estado árabe. Após a proclamação do Estado de Israel em 1948, os Estados da Liga Árabe entraram em guerra contra o novo Estado. A Palestina, Estado árabe, ficou dividida em outras duas partes: Cisjordânia e Território de Gaza.

1782 - A Grã-Bretanha assina um acordo preliminar em Paris reconhecendo a independência norte-americana.
1824 - Começa a censura para os teatros do Rio de Janeiro.
1842 - É autorizada por decretos a emissão de selos postais no Brasil.
1877 - Inaugurada a primeira estação telefônica do Brasil, no Rio de Janeiro.
1880 ¿ Reúne-se o primeiro Parlamento japonês.
1888 - O físico alemão Heinrich Hertz prova a existência das ondas eletromagnéticas, o que possibilita a telegrafia sem fio.
1909 - Inaugurado o túnel ferroviário que liga Las Cuevas, na Argentina, a Carácoles, no Chile.
1910 - José Gomes Pinheiro Machado, militar e político da República Velha, funda com Quintino Bocaiúva o Partido Republicano Conservador.
1916 - Os Estados Unidos assumem oficialmente o governo da República Dominicana e estabelecem um regime militar.
1924 - O italiano Giácomo Puccini, compositor de óperas como La Bohème, morre de parada cardíaca.
1926 ¿ O general Oscar Carmona toma posse do cargo de Presidente da República Portuguesa.
1943 - Na clandestinidade, Josip Broz, conhecido como Tito, torna-se marechal do exército popular iugoslavo e presidente do governo provisório.
1945 - A Assembléia Constituinte da Iugoslávia proclama a República Federal, abolindo a monarquia.
1947 - A Assembléia Geral da ONU decide dividir a Palestina em dois Estados: um árabe e um judeu.
1973 ¿ Mais de cem pessoas morrem num incêndio em um centro comercial em Kumamoto, Japão.
1981 - É eleito presidente da república de Honduras o candidato do Partido Liberal, Roberto Suazo Córdova.
1981 - Morre a atriz norte-americana Natalie Wood.
1984 - Iasser Arafat é reeleito presidente do Comitê Executivo da OLP, pelo Conselho Nacional Palestino.
1986 - Nasce num hospital de Nápoles a primeira criança cujo sexo foi predeterminado pelos médicos durante um teste de fertilização.
1988 - Um furacão em Bangladesh mata 700 pessoas e deixa milhares de desaparecidos.
1990 - As Nações Unidas autorizam o uso de força militar contra o Iraque, caso o país não se retire do Kuwait até 15 de janeiro de 1991.
1994 - Um incêndio mata 233 pessoas na discoteca Fuxin, no norte da China. O acidente é causado por um curto-circuito nas instalações elétricas.
1997 - Cerca de 40 palestinos, que protestavam contra a prisão de um integrante do grupo Jihad Islâmica, são feridos com balas de borracha por soldados israelenses.
1999 - Astrônomos da Universidade da Califórnia descobrem seis novos planetas que orbitam estrelas fora do sistema solar.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Plantas que curam: ARNICA MONTANA - Arnica montana


Descrição : Planta da família das asteracea. Erva perene, cresce entre 30 e 60cm de altura. Suas folhas são ovadas ou lanceoladas , opostas, forman­do uma roseta próxima ao solo. Suas flores são margaridas amarelo-brilhantes. O fruto é um aquênio pardo com papilo branco.

Habitat: Nativa das regiões montanhosas da Europa, passou desapercebida de Hipócrates e Galeno, pois era do domínio dos "bárbaros". Seu primeiro registro escrito é do século XII, na Alemanha.

História: A partir do século XVIII a planta começou a popularizar-se (emorte) a tradição do uso interno da Arnica, aqui repudiado, por seus efeitos tóxicos.

Propriedades : Anti-séptica (antimicrobiana) e cardiotônica

Indicações : Calvície, contusões, varizes, dores reumáticas, hemorróidas, bolhas nos pés, dor de dente, gengivite etorcicolo. Internamente é utilizada em casos de hipertensão, aterosclerose, fadiga, estresse físico e mental

Usada para combater os primeiros sinais das contusões do trabalho repetitivo mais conhecidas por L.E.R/D.O.R. T. Também em casos de pessoas que abriram o pulso por tentar pegar peso acima da capacidade física e outros com contração dos músculos cervicais mais conhecida como torcicolo.

Princípios ativos: Glicosídeos flavonóides: betuletol, eupatofilina, glucoronídeos flavonólicos, hispídulina, isoramnetina, luteolina, ptauletina, espinacetina, tricina, caempferol, quercetina, derivados kaempferol e quercetínicos, jaceosidina, 3,5,7-trihidroxi-6,3,4,-trimetoxiflavona, pectolina-arigenina; Álcoois isoméricos: arnidiol e foradiol; Terpenóides: arnifolina, arnicolidôo, e sesquiterpenos - helenalina e derivados; Aminas: bataina, colina, trimetilamina; Cumarinas: scopoletina e umbeliferona; Mucilagem: inulina; Polissacarídeos: proteína ácida arabino-3,6-galactano, fucogalacto-xiloglucano neutro e heteroglicanos ácidos; leos es­senciais: timol e seus derivados; Ácidos graxos: palmítico, linoleico, mirístico e linolênico; Princípio amargo: arnicina; Ácido cafeico; arotenóides: a e Í3-caroteno, criptaxantina, luteina; Fitoesteróides; Resi­nas; Taninos; Antoxantina.

Farmacologia: A planta possui atividade antiinflamatória discreta e efeito analgésico suave provavelmente pela presen­ça das lactonas sesquiterpênicas. Esta atividade foi comprovada em testes com cobaias. Testes realiza­dos com 30 maratonistas em um estudo duplo-cego randomizado comprovaram a atividade antiinflamatória em humanos; Em testes com humanos, em odontologia, aamca foi menos eficiente que o metronidazol e mais eficiente que o placebo no controle da dor e inflamação; A atividade imuno-estimulante, comprovada in vivo, deve-se aos polissacarídeos, como o ácido galacturônico; Os com­postos fenólicos reduzem os danos tóxicos induzidos no fígado de cobaias.
O extraio das flores tem sido usado no Herbalismo Tradicional para aumentar o fluxo sanguíneo. As lactonas sesquiterpênicas inibem a gregação plaquetária e aumentam a taxa de reabsorção de sangramentos inter­nos. Não há relatos de pesquisas confirmando o aumento de fluxo sanguíneo em animais. Em um estudo controlado randomizado a planta não afetou os parâmetros de coagu­lação sanguínea.
Os sesquiterpenos têm forte ação bactericida contra Salmonella e fungicida.
O efeito curativo sobre feridas ainda não foi comprovado nem em humanos, nem em animais.
Os triterpenos são espasmoliticos. Os flavonóides potencializam esta ação pela estabilização da membrana celular.
A arnica diminui a atividade enzimática, nos processos inflamatórios.
A arnica tem substâncias cardiotônicas, Há um relato do uso de arnica em traumatismo facial.

Modo de Usar : É bastante utilizada externamente na calvície, contusões, varizes, dores reumáticas, hemorróidas, bolhas nos pés, dor de dente, gengivite e torcicolo.Internamente é utilizada em casos de hipertenção, aterosclerose, fadiga e estresse físico e mental. Apresenta as propriedades anti-séptica (antimicrobiana) e cardiotônica.

Toxicologia : O uso em excesso poderá produzir eritema e queimação (uso tópico), além de náuseas, vômitos, tarquicardia, hepatotoxidez e depressão (uso interno).

Contra-indicações: Uso interno, a não ser em homeopatia. Planta altamente tóxica; Gravidez e lactação. Em pessoas alérgicas a camomila, crisântemos, margaridas e outras Asteraceae.

Posologia: Adultos: Diluir a tintura (geralmente das raízes) a 10% em água para compressas. 20g de flores para cada 11 de água em infuso ou decocto, para compressas e banhos. Com as flores frescas preparam-se cataplasmas e unguentos. Extratos glicólicos de flores ou raízes são usados em cosmética.
Crianças usam de 1/6 partes.

Pode ser encontrada em formulações homeopáticas sob a forma de pomada, gel e tintura.

Interação medicamentosa: Potencializa os riscos de sangramentos em pacientes em uso de aspirina, heparina e warfarina. Potencializa os riscos de sangramento e/ou altera a função plaquetária quando usada concomitantemente com: Angéli­ca, erva-doce, assa-fétida, boldo, pimentas, aipo, camomila, cravo-da-índia, feno-grego, tanaceto, alho, gengibre, ginkgo, ginseng, castanha-daíndia, raiz-forte, alcaçuz, ulmária, cebola, papaína, maracujá, acácia, cúrcuma, salgueiro. Pode alterar o tempo de protrombina e tromboplastina.

Precauções: Não deve ser usada internamente, nem em gargare-jos, olhos e nariz; não deve ser usada sobre feridas abertas ou cortes na pele. A tintura deve ser diluída antes de seu uso tópico.

Efeitos colaterais: Dores estomacais, diarreia e vómitos; Sangramentos; Dermatite de contato, irritação das mucosas.

Superdosagem: O uso interno pode causar coma e morte. O uso em quantidades acima das prescritas ou em formas terapêuticas não aconselhadas pode causar vómitos, gastroenterite, sonolência, dispneia e para­da cardíaca. Lavagem gástrica, indução do vómito e medidas de suporte, de acordo com os sintomas, de­verão ser tomadas. Pode haver necessidade de as­sistência ventilatória.

Fatos históricos do dia 28 de novembro


O início do terrorismo

Em 28 de novembro de 1905 em Dublin, na Irlanda, Arthur Griffith funda o Sinn Fein (Nós Sozinhos), um movimento político que defende a independência do país. Os militantes mais radicais formaram o Exército Republicano Irlandês, o IRA, responsável por vários ataques terroristas.

1520 - A frota de Fernão de Magalhães chega ao Oceano Pacífico.
1582 - William Shakespeare, famoso poeta e escritor britânico, casa-se com Anne Hathaway.
1632 - Nasce Jean-Baptiste Lully, compositor francês de origem italiana, considerado o fundador da ópera francesa.
1821 - O Panamá declara a sua independência da Espanha e se une à república da Colômbia.
1868 - Entra em erupção na Itália o vulcão Etna, localizado na costa oriental da Sicília.
1870 - O Partido Liberal Reformista de Porto Rico pede, em manifesto, a assimilação da ilha às províncias espanholas.
1895 - Começam as corridas de carro na América, com seis veículos.
1905 - Fundado o Sinn Fein, que foi o primeiro passo para a formação do IRA, o Exército Republicano Irlandês.
1907 - O primeiro-ministro belga, M. de Tooz, assina um tratado de cessão do Congo ao país.
1908 - Nasce Claude Lévi-Strauss, antropólogo, pesquisador e filósofo francês. Foi o principal defensor do estruturalismo na antropologia social.
1912 - Na Albânia, a Assembléia Nacional proclama a independência do país após mais de 400 anos de governo turco.
1919 - Na Inglaterra, Lady Astor torna-se a primeira mulher a ser eleita para a Câmara dos Comuns.
1934 - O famoso ladrão de bancos Baby Face é morto nos Estados Unidos por agentes do FBI.
1934 - Winston Churchill exige na Câmara dos Comuns, em Londres, o fortalecimento da força aérea britânica, em face de uma possível guerra com a Alemanha.
1935 - A Alemanha nazista declara que todos os homens alemães arianos, de 18 a 45 anos, devem ser reservistas do exército.
1942 - Quinhentas pessoas morrem em incêndio num salão de festas em Boston, nos Estados Unidos.
1943 - Ocorre a Conferência de Teerã, entre Churchill, Roosevelt e Stalin, para a futura organização mundial.
1966 - Promulgada uma nova constituição na República Dominicana.
1967 - A ONU rejeita a China como membro da organização.
1971 - Assassinado no Cairo o primeiro-ministro da Jordânia, Wasfi Tell.
1972 - O presidente do Haiti, Jean-Claude Duvalier, decreta várias reformas no país e perdoa presos políticos ao assumir o poder.
1990 - Brasil e Argentina fazem acordo nuclear.
1994 - Os noruegueses rejeitam em plebiscito a entrada de seu país na União Européia.
1996 - A Justiça condena os policiais que assassinaram oito meninos na Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro. A chacina aconteceu em 23 de julho de 1993.
2000 - A Holanda torna-se primeiro país a legalizar a eutanásia.

Jesus e nós


É inegável que a História do Cristianismo confunde-se em muito com a da civilização ocidental.

É impossível rememorar esses dois mil anos passados, sem percorrer acontecimentos do Cristianismo.

Afinal, é o próprio Cristo quem divide a contagem do tempo, em antes e depois de Sua vinda.

E é de tal forma contundente Sua vinda e Sua passagem entre nós, é de tal força a Sua mensagem, que Ele não apenas conseguiu dividir o calendário terreno, mas dividiu também a vida de muitos, em antes e depois do encontro que tiveram com Ele.

Para alguns, esse encontro foi pessoal, direto. Após isso, nunca mais foram os mesmos.

Pedro foi capaz de largar suas redes para se tornar pescador de almas, como Jesus lhe propôs. Mateus, coletor de impostos, voltou as costas ao mundo para contabilizar as riquezas celestes.

Outros, encontraram-nO na intimidade da visão psíquica, com os olhos da alma, como Saulo de Tarso, na estrada de Damasco.

Após o encontro com Jesus, entregou-se à Sua causa, não olhando para trás, para sua vida antes dEle.

Francisco, da bucólica Assis, conquistou o mundo tornando-se o irmão menor de todos. Teresa de Jesus, em Ávila, ganhou as estradas a fim de fundar casas de assistência em nome dEle.

Juana Inés de La Cruz, no México, abandonou seus estudos, a imensa biblioteca, para atender aos pobres e miseráveis, em nome do amor a Jesus.

Teresa de Calcutá, na Índia, ergueu mais de quatrocentas casas, em nome da causa de Jesus, em nome do amor ao próximo.

O musicista Albert Schweitzer abandonou sua carreira musical e de orador religioso, tornando-se médico, partindo para a África Equatorial Francesa, a fim de vivenciar o amor, junto aos irmãos esquecidos.

Chico Xavier, da singela Pedro Leopoldo, foi capaz de reestruturar vidas e ensinar a seguir Jesus, na proposta de amar ao próximo.

Sem dúvida, todos esses, e tantos mais, entregaram-se e entregaram suas vidas à proposta do Cristo.

Após encontrá-lO, já não mais pensaram em si, não mais tiveram preocupação consigo, mas, plenos do mais sublime amor, viveram a Sua mensagem.

* * *

É bem verdade que não temos ainda os recursos emocionais e a grandeza moral desses que fazem de sua vida um hino de louvor a Deus.

Porém, nada impede que possamos, aos poucos, iniciar nosso caminho nessa direção.

Todas as vezes que deixarmos de pensar em nós e pensarmos no próximo;

Quando usarmos da humildade, da benevolência, da compreensão, ao invés da arrogância, da crítica e da prepotência, estaremos dando os primeiros passos nesse rumo.

Começando assim, dia virá em que, à semelhança de Paulo de Tarso, também perceberemos que Cristo vive em nós, pois estaremos vivendo em abundância o amor que rege todo o Universo.


Redação do Momento Espírita.
Em 18.11.2011.

domingo, 27 de novembro de 2011

Plantas que curam: ARNICA BRASILEIRA - Solidago microglossa


Descrição : Também conhecida como arnica silvestre, arnica de terreiro, erva lancenta e espigade ouro.Planta herbacea perene, rizoma cilídrico, curto, nodoso, diagonal-ascendente em 1 caule simples, pubescente e ereto com até 1,2 metros de altura; numerosas folhas sésseis, ascendentes, lineares, altemadas, lanceoladas, de 5 à 10 centímetros de comprimento e 1 a 2 centímetros de largura inteiras ou pouco denteadas; flores tubulares amarelo-ouro, pequenas, reunidas em panículas piramidais apicais de mais de 16 centímetros de comprimento com 20 ou 30 unidades. As flores tern pedicelos, involucro campanular, bracteas firmes e glabras. O fruto e um aquenio de 1 mm de comprimento; Toda a planta exala aroma suave. Reproduz-se por sementes e pela expansão de seus rizomas profundos, invasores.

Habitat: É natural do Brasil, ocorrendo no centro, sul, sudeste e nordeste.

História: E usado pela população cabocla e na medicina popular como substituta da Arnica Europeia, ha séculos

Propriedades : Estomáquica, adstringente, cicatrizante e vulnerária.

Indicações : Ferimentos, escoriações, traumatismos, contusões

Principios Ativo : Partes aéreas: quercitrina, um flavonóide glicosídico, taninos, saponinas, resinas, óleo essencial. Raízes: diterpenos inulina e rutina, ácido quínico, ramnosídeos, ácido caféico, clorogênico, hidrocinâmico e seus derivados

Modo de Usar : Apesar de não terem sido ainda comprovadas cientificamente a eficácia e a segurança no emprego desta planta, sua utilização vem sendo feita com base na tradição popular de uma maneira crescente. É empregado externamente no tratamento de ferimentos, escoriações, traumatismos e contusões em substituição a Arnica Montana L. Dosagem indicada - Tratamento de traumatismos e contusões. Aplicação direta sobre a área afetada com auxílio de um pedaço de algodão ou compressas embebidos na tintura ou maceração em álcool de suas folhas e rizomas.

Toxicologia : Por ser considerada tóxica, seu uso interno só deve ser feito com estrita indicação e acompanhamento médico.

Como era um banheiro na Antiguidade?


Banheiros no interior de casas começaram a surgir ainda no terceiro milênio antes de Cristo. Escavações arqueológicas mostraram vestígios dessas construções em cidades localizadas no oeste da atual Índia. No Ocidente, porém, a história do banheiro teve uma evolução bem diferente. Na Grécia do século 5 a.C., por exemplo, as residências não contavam com toaletes e os gregos preferiam mesmo era se aliviar ao ar livre. Isso ainda ocorria na Roma do início da era cristã, quando também era comum o uso de penicos. Mas, se não gostavam de banheiros privados, os romanos adoravam fazer suas necessidades em público, em construções comunitárias anexas a termas. A expansão do Império Romano levou esse conceito do banheiro público a outras partes do mundo antigo. Mas, quando a grande potência se enfraqueceu, a partir do século 5, esse tipo de construção caiu em desuso. Dentro das residências, os banheiros só começariam a se popularizar na Europa em 1668, quando o Comissariado de Polícia de Paris, na França, emitiu um decreto determinando que todas as casas construídas na cidade a partir dali deveriam ter esse importante cômodo.

Tem gente! 

Locais eram públicos e contavam com esgoto, mas a higiene era feita na raça

Trono caprichado

Foi no Egito, em torno de 2100 a.C., que surgiram as primeiras latrinas usadas por pessoas sentadas, criando um padrão empregado até hoje. Cerca de mil anos depois, habitantes da ilha de Bahrein, no Golfo Pérsico, inventaram um mecanismo pioneiro de descarga hidráulica

Tudo pelo cano

A civilização de Harappa, que viveu no oeste da Índia por volta de 2500 a.C., já tinha latrinas com água corrente. Elas eram ligadas a canais construídos com tijolos e faziam parte de um sistema sanitário que incluía câmaras e bueiros. Grandes complexos de esgoto seriam feitos nos primeiros anos da era cristã pelos romanos

Ele & Ela

Na Roma antiga, os banheiros públicos, além de servir para reunir pessoas, também eram freqüentados tanto por homens como por mulheres. Só não há registros históricos precisos que apontem se latrinas lado a lado, por exemplo, eram compartilhadas por indivíduos de sexos diferentes

Alívio coletivo

Os romanos implantaram banheiros públicos, associados às casas de banho. Era costume entre eles promover debates, banquetes e encontros cívicos em latrinas coletivas, instaladas em grandes bancadas de pedra. Embaixo delas passavam os canais de água corrente, usados para carregar os dejetos até rios distantes

Limpeza difícil

Nos banheiros primitivos, não havia preocupação em oferecer ao usuário material para higiene íntima. O jeito era as pessoas se limparem com o que estivesse à mão, como água, grama e até areia! O papel higiênico só seria inventado em 1857, nos Estados Unidos, por Joseph Cayetty, que pela primeira vez lançou no mercado esses rolos de papel macio

A ação de Deus


Linda era uma modelo famosa. Requisitada e disputada, conseguia contratos milionários. Apesar do dinheiro, da fama e da beleza, ela não era feliz.

Sentia um imenso vazio por dentro. Sofria de pavor, ansiedade e insônia. Pensou em tomar medicamentos. Alguns amigos aprovaram, outros não.

Ela decidiu procurar outras terapias. Assinou contratos que jamais havia sonhado. Trabalhava muito, mas continuava atormentada.

Um dia, pela manhã, indo de carro para o trabalho, pelo caminho costumeiro, o trânsito parou. Um guarda estava desviando todo o trânsito para uma ruazinha estreita, porque um encanamento havia se rompido na avenida principal.

Dirigindo lentamente pela rua desconhecida, ela passou em frente a uma igreja. Um cartaz, escrito à mão, dizia: Sem Deus não há paz. Conheça Deus, conheça a paz. Todos são bem-vindos.

Ela achou estranho e seguiu em frente. No dia seguinte, fazendo o mesmo trajeto, o trânsito parou. Um incêndio em uma loja fez com que, outra vez, o trânsito fosse desviado por aquela mesma ruazinha.

De novo! - Pensou Linda. E passou outra vez pela igreja. Lá estava o cartaz, que agora lhe pareceu atraente.

De dentro do carro, espiou o interior da igreja.

No terceiro dia, ela pensou em mudar de trajeto. Mas achou que estava sendo muito boba. Afinal, qual era a probabilidade de, em três dias seguidos, acontecer o desvio do trânsito, no mesmo local?

Vai ser um teste, pensou. Se acontecer alguma coisa e o trânsito for desviado, vou ter certeza de que é um sinal.

Quando ela chegou na avenida, lá estavam os policiais outra vez. Um grande acidente, explicou um deles, desviando o trânsito, para a já conhecida ruazinha.

É demais! - Falou Linda, consigo mesma. Estacionou o carro e entrou na igreja. Lá dentro, havia apenas um padre. Ele ergueu os olhos, olhou para ela com um sorriso e perguntou:

Por que demorou tanto? - Ele havia visto o carro de Linda passar ali nos três dias. Eles conversaram muito e, como resultado, Linda passou a frequentar a pequena igreja.

Encontrou a paz e a serenidade que buscava. Exatamente como dizia o cartaz. Ela precisava de Deus na sua vida. E, sem dúvida, fora Deus que providenciara para que, de alguma forma, ela entendesse que precisava voltar-se para ele, alimentar o seu Espírito com a fé, a esperança e o amor.

* * *

A Providência Divina sempre se faz presente em nossas vidas. Ocorre que, por vezes, não estamos com olhos e ouvidos atentos para perceber e entender.

Filhos bem-amados do Criador, não podemos esquecer de buscar o amparo desse Pai amoroso e bom, para que nEle encontremos o nosso refúgio seguro.

Muitos O procuram nas igrejas, nos templos. Outros, nos livros. Alguns tentam o coração do próximo para ver se ali descobrem Deus.

Em verdade, muitos são os caminhos, mas o encontro verdadeiro se dá portas adentro do nosso coração.


Redação do Momento Espírita, com base na história Linda Valentine, do livro Pequenos milagres, de Yitta Halberstam e Judith Leventhal, ed. Sextante.
Em 18.11.2011.

Fatos históricos do dia 27 de novembro

O cometa mais famoso


Em 27 de novembro de 1985, cruzou pelo céu da Terra o cometa Halley. Ele passa em intervalos que variam entre 75 e 76 anos pela órbita terrestre. Esse espaço de tempo foi calculado pelo astrofísico Edmond Halley, que, em 1682, previu sua próxima passagem em 1758. A próxima será no ano de 2061.

511 - Clóvis, rei dos Francos, morre aos 45 anos de idade, e seu reino é dividido entre seus 4 filhos.
1701 - Nasce Anders Celsius, astrônomo suíço.
1794 - Tropas francesas invadem a Holanda.
1838 - Uma esquadra francesa bombardeia o forte que defendia a cidade de Vera Cruz, no México, que acaba sendo destruída pouco depois.
1868 - O imperador do Japão muda sua residência de Kyoto para Yedo, que receberia o nome de Tokio.
1894 - O cientista milionário Alfredo Nobel institui em seu testamento a entrega de cinco prêmios que levam o seu nome.
1901 - Morre Clement Studebaker, empresário norte-americano.
1907 - O aviador Santos-Dumont estabelece o primeiro recorde de velocidade aérea, voando 220 metros em 21 segundos.
1907 - O major Cândido Rondon conclui a ligação telegráfica entre o Rio de Janeiro e a Amazônia, via Mato Grosso, penetrando 997 km pela selva.
1922 - O arqueólogo Howard Carter descobre a múmia do faraó Tutancâmon.
1927 - A facção de José Stalin vence no Congresso de Sindicatos da União Soviética. León Trotsky é expulso do Partido Comunista.
1934 - Na Romênia, o exército interdita todas as associações comunistas.
1935 - No Rio de Janeiro, tropas do governo dominam rapidamente a revolta militar que ficou conhecida como Intentona Comunista.
1940 - Nasce Bruce Lee, ator especialista em artes marciais.
1945 - Os chanceleres da Grã-Bretanha, Estados Unidos e da União Soviética, reunidos em Moscou, propõem um governo provisional na Coréia.
1949 - A Índia adota nova Constituição.
1949 - A rainha Juliana, da Holanda, assina um documento outorgando a Indonésia a soberania após três séculos de governo colonial holandês.
1952 - Em Praga, onze antigos líderes comunistas são condenados à morte.
1956 - Nos Jogos Olímpicos de Melbourne, na Austrália, o brasileiro Adhemar Ferreira da Silva se torna bicampeão olímpico no salto triplo.
1972 - A Austrália encerra sua ajuda militar ao Vietnã do Sul e põe fim à participação na guerra do Vietnã.
1983 - Acidente com um Boeing 747 no aeroporto de Madrid, deixa 183 mortos e apenas onze sobrevivem.
1984 - No acordo hispano-britânico sobre Gibraltar, a Grã-Bretanha aceita, pela primeira vez, discutir questões de soberania.
1985 - Terroristas disparam contra viajantes em ataques simultâneos na linha El Al e nos aeroportos de Roma e Viena, matando 16 pessoas e ferindo outras 110.
1985 - O cometa Halley cruza a Terra pela segunda vez no século XX.
1987 - Reúnem-se os presidentes de oito países iberoamericanos, o chamado "Grupo dos 8".
1987 - Fortes combates são realizados em um mercado em Batticaloa, no Sri Lanka. Vinte e cinco pessoas morrem nos enfrentamentos entre presos rebeldes e policiais.
1990 - O Partido Conservador Britânico escolhe John Major para suceder Margaret Thatcher como líder do partido e primeiro-ministro do país.
1990 - Congresso soviético aprova a designação de de Gennadi Yanayev como vice-presidente do país.
1990 - Reaparece Salman Rushdie, autor de Versos Satânicos, que vivia escondido desde a ameaça de morte feita pelo Aiatolá Khomeini.
1991 - A Comunidade dos Estados Independentes passa a contar com uma polícia militar comum. Muçulmanos fundamentalistas conseguem vitória nas eleições da Argélia.
1992 - A Alemanha proíbe atividades neonazistas no país.
1992 - Aviões norte-americanos derrubam um caça iraquiano na zona sul do Iraque, proibida para vôos.
1992 - O governo da Venezuela esmaga uma tentativa de golpe de estado por soldados rebeldes. Cinqüenta pessoas morrem e centenas ficam feridas.
1994 - Presos militares muçulmanos matam na Argélia quatro sacerdotes católicos.
1995 - A França detona um artefato nuclear no Pacífico Sul, na quinta de uma série de provas submarinas.
1997 - Billy Wright, um dos mais temidos líderes da guerrilha protestante da Irlanda do Norte, é morto em uma penitenciária.
1999 - O presidente peruano Alberto Fujimori anuncia sua candidatura presidencial às eleições do ano 2000.

sábado, 26 de novembro de 2011

Como se escreve zero em números romanos?


por Artur Louback Lopes

Não se escreve. Os romanos não tinham um sinal para representar o zero porque simplesmente não precisavam representar o nada. Essa necessidade só surgiu quando se criou um sistema numérico posicional, ou seja, um sistema no qual a posição dos algarismos dá a eles valores diferentes. Complicado, né?! Para entender direitinho, pense nos números 35 (numeral arábico) e XI (11, em romanos). Agora inverta a posição dos algarismos e terá 53 e IX (9). No número arábico, "3" representa três dezenas, no primeiro caso, e três unidades, no segundo. Já no exemplo romano, "X" representa uma dezena nos dois casos. Portanto, o sistema romano não é posicional. "E daí?", pergunta você. Daí que, em um sistema posicional, o zero faz toda a diferença. E ao perceber isso, os hindus revolucionaram a matemática, criando uma representação numérica que possibilitou o desenvolvimento de cálculos no papel - os romanos só faziam contas no ábaco (aquele quadro cheio de bolinhas que correm de um lado para o outro). 


"Há quem diga que o zero é uma das maiores invenções da humanidade, por ter aberto espaço para a criação de todas as operações matemáticas que conhecemos hoje", diz o matemático Luiz Imenes, autor do livro Os Números na História da Civilização, entre outros. Na verdade, embora os hindus sejam geniais, eles se aproveitaram de outra sacada de gênio vinda dos babilônios. Foram eles que criaram o sistema posicional e, como conseqüência, a noção de zero também. Para contar 301 ovelhas, por exemplo, um pastor botava uma bolinha em um cesto que representava as unidades, nenhuma no das dezenas e três no das centenas. Os babilônios passaram isso para o papel (na época, uma tábua de barro) e no lugar do "nenhuma bolinha" puseram um espaço vazio (3_1). Os hindus aperfeiçoaram a idéia, criando um sinal para o zero (chamado shúnya). Aí passaram a criação para os árabes, que inventaram o sistema que usamos hoje.



Filme: Um Dia (The Movie: One Day)





Titulo Original: One Day

Titulo no Brasil: Um Dia
Data de Estréia: 02/12/2011
Gênero: Drama / Romance
País de origem: EUA / Reino Unido
Ano de lançamento: 2011
Tempo de duração: 107 minutos
Direção: Lone Scherfig


Sinopse:

Depois de terem passado, na universidade, o dia da sua formatura juntos – 15 Julho, 1988 – Emma Morley e Dexter Mayhew começam uma amizade que irá durar a vida inteira. 
Ela é uma rapariga simples cheia de princípios e ambições que sonha transformar o mundo num lugar melhor. Ele é um irresistível playboy que sonha fazer do mundo o seu recreio. 
Durante as duas décadas que se seguem, momentos chave do seu relacionamento são vividos ao longo de vários dias 15 de Julho das suas vidas. 
Juntos ou separados, acompanhamos Dexter e Emma através da sua amizade, discussões, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. 
Algures ao longo da sua jornada, estas duas pessoas apercebem-se de que desejam e procuram o que afinal de contas esteve sempre ali. Ao ser revelado o verdadeiro significado do dia que passaram juntos em 1988, ambos entendem a natureza do amor e da própria vida.

Trailler:

...

Acabei de assistir esse filme e indico...
Gostei muito...
Amei, adorei... Seja como for...
Gosto muito da atriz Anne Hathaway...
Assistam...


Plantas que curam: MIL FOLHAS - Achillea millefolium


Descrição : Planta vivaz, com rizomas rasteiros, esbranquiçados ou purpúreos, que acabam enraizando-se. Possui galhos eretos, cuja altura varia de 30 a 90 cm. As folhas são verdes, tenras, compridas e apresentam segmentos recortados. As folhas são amargas e muito aromáticas. A inflorescência, em capítulos de florres pequenas e dispostas nas gastes terminais. Reproduz-se por rizomas e adapta-se a qualquer tipo de solo, desde que bem drenado, pois nãoaceita muita umidade. É uma plnata de clima subtropical, aprecia o calos e resiste bem à eca. Vegeta à margem das estradas e é também cultivada em hortas e jardins. É cinsiderada como erva daninha, e sendo muito vigorosa, pode sufucar outras culturas. A colheita das sumidades florais deve ser feita quando estào em plena floração.

Origem : Europa.

Plantio : Multiplicação: por estacas do rizoma (mudas); Cultivo: originária da Eurásia. Prefere regiões montanhosas onde o clima é ameno. Não é exigente em solos, mas cresce melhor em solos preparados, corrigidos, adubados com matéria orgânica e irrigação semanal. O espaçamento é de 40cm entre plantas. É necessário que seja feito de 3 em 3 meses um desbaste, visto que a planta possui muitos brotos. Colheita: colhem-se as folhas no período da floração que geralmente ocorre em outubro.

Modo de conservar : deve amarar os cahcos das flores e pendurar em varais, para a secagem à sombra, em local ventilado e sem umidade. Guardar em recipientes de vidro, ao abrigo da luz solar.

Propriedades : é tônica e estimulante das funções hepáticas. É antiespasmódica, adstringente, anti-hemorrágica, hemostática.

Indicações : As flores e folhas são usadas em chá para uso interno e externo. pele oleosa, calvície, queda de cabelos, lavar ulcerações e desinfetar gengivas inflamadas, estomatites.

Principios Ativos : Contém tanino, óleo essencial, insulina e aquileína.

Toxicologia : Desaconselhável para os que sofrem de úlcera gastro-duodenal. Em dose muito elevada produz na pele um tipo de alergia.

Modo de usar:
- decocção de 5 g de raízes de aquilégia em um litro água, por dez minutos. Depois de morna, filtrar e utilizar para bochechos, gargarejos e lavagens.
- suco fresco da planta só sob prescrição médica, nas doenças do fígado, nas cólicas e nas erupções cutâneas.

Estimulante das funções digestovas. estomacal e intestinal; gases intestinais; cálculo renal : em 1 xícara de chá, coloque 1 colher de sobremesa de sumidades floridas e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá, 2 vezes ao dia.

Manopausa; cólicas mentruais; estimulante das funções digestivas estomacale intestinal; gazes intestinais; cálculo renal : coloque 2 colheres de sopa de sumidades floridas em 1 xícara de chá de álcool de cereais a 60%. Deixe em maceração por 5 dias e coe. Tome 1 colher de café, diluído em um pouco de água, 2 vezes ao dia.

Prostatite; fissuras anais; hemorróidas : coloque 2 colheres de sopa de sumidades florais em 1/2 litro de água em fervura. Desligue o fogo e coe. Adicone à água morna e faça banho de assento, durante 15 minutos. No caso da prostatite, procure esvaziar a bexiga n aágua do banho, e para fissuras anais e hemerróidas, faça massagens suaves.

Dores reumáticas; cólicas menstruais; cólicas renais : em um apenela com água fervente. coloque uma peneira, de modo qua a mesma não toque na água e, sobre a peneira, um pano. esparrame sobre o pano 3 colheres de sopa de sumidades floridas e abafe. espere que o vapor da água quente amorne o pano com as flores nas partes doloridas, cubra com outro pano e deixe agir por 15 minutos, 3 vezes ao dia.

Fonte: http://www.plantasquecuram.com.br

O progresso que buscamos


O progresso que você busca, tanto pode se apresentar de forma complexa, como mostrar-se através de algo singelo. Porém, nem sempre você lhe dá a devida importância.

O pranto da dor se torna progresso, quando você aprende a sorrir alegremente, após passar pelos sofrimentos educativos.

A decepção inesperada que o maltrata se transforma em progresso, na medida em que você se aconselha com a cautela, transformando-se no indivíduo verdadeiramente amadurecido para a vida.

As dificuldades de qualquer ordem, que o atrapalham hoje, serão elementos de progresso, se você aprender as lições da educação dos hábitos, como abençoada vitória sobre o próprio desequilíbrio.

A doença que lhe traz tantos dissabores, atualmente, irá se converter em progresso de sua alma, quando proporcionar em seu íntimo o respeito à saúde, numa vida salutar contínua.

A solidão com a qual você custa a se habituar nos dias atuais, se bem compreendida, construirá um imenso progresso, ensinando-o a cultivar amores verdadeiros no futuro.

A morte do corpo, que altera disposições e sonhos, deixando um vazio na alma dos que ficam no mundo, apresenta-se como oportunidade de progresso, se você consegue fazer dela a mensageira da renovação e do trabalho, preenchendo o vazio com a dedicação ao semelhante, exercitando o amor ao próximo, desligando-se do egoísmo prejudicial.

* * *

Reflita e não pare a olhar somente o ângulo aparentemente infeliz das coisas e circunstâncias que você encontre na vida.

O progresso está em tudo que a vida nos traga.

Precisamos lembrar sempre que, acima de nossa visão limitada e imediatista, existem planejamentos minuciosos para nossas existências, visando sempre o nosso bem.

Não somos almas abandonadas num mundo em decadência. Somos Espíritos com planos de desenvolvimento, num mundo em progresso constante.

É chegado o tempo da fé raciocinada, de acreditar nas coisas sabendo o porquê.

É chegado o tempo de descobrir que Deus, a Inteligência Suprema, a Causa primeira de todas as coisas, rege os mundos através de Leis perfeitas e a Lei do progresso é uma delas.

Assim, começaremos a ver as dificuldades que surgem não mais como obstáculos, mas como oportunidades que a vida nos oferece para crescermos.

Pensemos sobre o assunto. Reflitamos mais sobre os acontecimentos e ampliemos a visão que temos da vida.

É chegado o tempo da compreensão raciocinada.

* * *

Cada novo amanhecer é convite sereno à conquista de valores que parecem fora do nosso alcance.

Cada novo amanhecer é chance de assentar mais um tijolo na edificação de nossa felicidade.

Cada novo amanhecer é prova da constância Divina, é prova do Seu amor pelos Espíritos que somos, concedendo-nos sempre novas oportunidades.


Redação do Momento Espírita com base no cap. O progresso, do livro Rosângela, pelo Espírito Rosângela, psicografia de José Raul Teixeira, ed. Fráter e no cap. Ao amanhecer, do livro Episódios diários, pelo Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal.
Em 17.11.2011.

Fatos históricos do dia 26 de novembro

Uma viagem Real


Em 26 de novembro de 1807 iniciou-se a viagem do príncipe regente Dom João e sua corte em direção ao Brasil. Outros 12 mil portugueses abandonaram seu país em direção ao solo brasileiro. É criado o Reino Unido de Portugal, Algarves e Brasil, que culminaria anos mais tarde na independência brasileira.

1504 - Morre Isabel I, rainha da Espanha.
1807 - A corte portuguesa decide transferir-se para o Brasil fugindo da invasão francesa que ameaçava Lisboa.
1845 - Curitiba é elevada a capital da província do Paraná.
1907 - O Coronel Gustavo Lima ataca Lavras, no Ceará, e derruba seu irmão Honório.
1910 - Acaba a Revolta da Chibata. Os marinheiros entregam a esquadra.
1924 - É proclamada a República Popular da Mongólia. O país, que fica na Ásia Central, é herdeiro do Império Mongol.
1930 - Getúlio Vargas define Lindolfo Collor como o primeiro responsável pelo Ministério do Trabalho.
1931 - Nasce o argentino Adolfo Pérez Esquivel, prêmio Nobel da Paz em 1980.
1934 - Começa a funcionar no Rio Grande do Sul a primeira refinaria brasileira de petróleo, a Destilaria Rio-Grandense de Petróleo.
1939 - Nasce Tina Turner, cantora norte-americana.
1941 - Durante a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos exigem que o Japão deixe o território chinês.
1942 - Estréia no Hollywood Theather de Nova York o filme Casablanca.
1945 - Em Nova York, ocorre um encontro histórico de músicos de jazz, reunindo, entre outros, Miles Davis e Max Roach.
1948 - Em Dublin, o Parlamento decide proclamar a independência total da Irlanda.
1950 - A China ingressa na Guerra da Coréia, lançando uma ofensiva contra soldados dos Estados Unidos, Coréia do Sul e Nações Unidas.
1963 - Na Coréia do Sul, ocorrem eleições legislativas após 28 meses de governo militar.
1964 - O governador de Goiás, Mauro Borges, é destituído do cargo.
1974 - O México rompe relações diplomáticas com o Chile.
1979 - O Comitê Olímpico Internacional readmite a China na entidade, depois de 21 anos de ausência.
1985 - Ocorre a eleição presidencial em Honduras, com vitória do candidato liberal José Azcona.
1993 - A Bélgica tem a primeira greve geral em quase meio século. Ocorrem paralisações na indústria e nos transportes, obrigando o governo a negociar com os sindicatos.
1993 - O ator Grande Otelo, um dos maiores talentos artísticos do Brasil, morre aos 78 anos, vítima de parada cardíaca.
1997 - Na votação da reforma administrativa, o governo brasileiro consegue a aprovação da demissão de servidores públicos estáveis por excessos de gastos.