Google+ Followers

domingo, 20 de novembro de 2011

Fatos históricos do dia 20 de novembro

Morre Zumbi dos Palmares


Em 20 de novembro de 1695, morre degolado o Zumbi, do Quilombo dos Palmares, denunciado por um antigo companheiro. Ele comandava os escravos do local que diziam que era a Terra da Promissão. Foi o último líder da resistência do maior quilombo que a história do Brasil já conheceu.

1520 - A expedição marítima de Fernando de Magalhães atravessa, no extremo sul do Chile, o estreito que levará o seu nome.
1695 - Zumbi, o líder negro do quilombo dos Palmares, é derrotado e morto pelas tropas do bandeirante paulista Domingos Jorge Velho.
1852 - Inaugurado o Congresso Constituinte argentino.
1889 - Argentina e Uruguai são os primeiros países a reconhecer a República do Brasil.
1900 - Nasce Chester Gould, criador da história Dick Tracy.
1910 - O escritor Leon Tolstoi, autor de Guerra e Paz, morre aos 82 anos de pneumonia. Ele havia decidido embarcar em um trem e viajar sem rumo.
1910 - Instaurado no México um movimeno de rebeldia dirigido por Francisco Madero contra o presidente Porfírio Díaz, no começo da revolução mexicana.
1911 - Na Inglaterra, um grupo de sufragistas promove nas ruas de Londres um quebra-quebra para protestar contra a proibição do voto feminino.
1917 - A República da Ucrânia é declarada independente, mas o país continua atrelado à União Soviética.
1917 - A batalha de Cambai, travada entre a Inglaterra e a Alemanha na França, é a primeira a envolver tanques de guerra.
1922 - Começa na Suíça a Conferência de Lausanne, para resolver diferenças entre as forças aliadas e a Turquia depois da Primeira Guerra Mundial.
1929 - Na França, o escritor surrealista André Breton apresenta a primeira exposição das telas do pintor espanhol Salvador Dalí.
1937 - O Brasil suspende os seus pagamentos da dívida externa.
1947 - A princesa Elizabeth, herdeira do trono britânico, casa-se com o príncipe Philip Mountbatten, em Londres.
1959 - As Nações Unidas aprovam a Declaração Universal dos Direitos da Criança.
1962 - O presidente John Kennedy concorda em acabar com o bloqueio norte-americano em Cuba. Assim, a crise dos mísseis chega ao fim.
1969 - Mais de 250 mil pessoas manifestam-se em Washington, pela paz no Vietnã.
1971 - No Rio de Janeiro, o elevado sobre a avenida Paulo de Frontim, que estava em fase de acabamento, desaba matando 29 pessoas.
1975 - É aprovado pela Caixa Econômica Federal o Programa de Crédito Educativo, que visa a financiar o estudo de alunos carentes em nível superior.
1975 - Morre o general Francisco Franco, chefe do Estado espanhol.
1979 - Ocorre uma invasão na Grande Mesquita de Meca, com 300 xiitas armados. Eles permanecem nela até quatro de dezembro, quando são expulsos pelo exército saudita.
1991 - Mais de 80 pessoas morrem no descarrilamento de um trem em Tehuacán, na maior tragédia ferroviária do México.
1994 - É assinado um acordo de paz em Angola para acabar com a guerra civil do país, uma das piores do século XX.
1994 - O partido Força Itália, do primeiro-ministro Sílvio Berlusconi é derrotado nas eleições em 242 municípios italianos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário