Google+ Followers

domingo, 13 de novembro de 2011

Plantas que curam: ALFACE D'ÁGUA - Pistia stratiotes


Descrição : Planta da família das Araceae, também conhecida como mururé, pajé, erva-de-santa-luzia, flor-d'água, gôlfo, lentilha-d’água, mururé-pagé, pagé, pasta, repolhinho-d’água.
Parte utilizada: folhas.

Princípios Ativos: celulose, cinzas, extratos não nitrogenados, proteína bruta, matéria graxa, substâncias gomosas e albuminosas, ácido resinoso, óleo de pingue, nitrato de potássio, sais de fósforo, cálcio.

Propriedades medicinais: anti-sifilítica, antiasmática, antidisentérica, antiartrítica, anti-herpética, anti-hemorroidária, antidiabética, desinflamatória de erisipela, diurético, emoliente, espectorante, maturativa.

Indicações: asma, diabete insípida, disenteria, enfermidades da bexiga e rins, estrangúria, hematúria, hemorróida, hidropisias, hemoptises, hérnias infantis, inflamação, oftalmias, tumores causados por erisipela, urinas sangüineas.

Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada. Porém nenhuma planta deve ser consumida em excesso e nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.

Modo de usar:
- cataplasma : folhas contusas frescas: tumores, furúnculos;
- pó: 1 colher (das de café) do pó da folha seca com mel e toma-se várias vezes ao dia: sífilis;
- infusão: 30 g de folhas em meio litro de água fervendo. Beber uma colher de sopa de hora em hora: nas hemoptises, diabetes insípida, tumores erisipelatosos, desinteria, afecções antierpéticas;
- suco das folhas. Uma colher de chá, de hora em hora, misturado com um pouco de água. Mesmas indicações acima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário