Google+ Followers

sábado, 5 de maio de 2012

Fatos históricos do dia 5 de maio


Morre Napoleão Bonaparte


Napoleão Bonaparte morre em 5 de maio de 1821. Foi general de artilharia francesa e líder do Exército. Na Itália, venceu uma série de batalhas, adquirindo grande prestígio. Tornou-se ditador da França, com o título de Cônsul. Em 1814, os inimigos invadem a França e Napoleão é exilado na ilha de Elba.

1494 - Cristovão Colombo descobre a ilha de Santiago, atualmente chamada Jamaica, durante sua segunda viagem à América.
1672 - Nasce Pedro I "O Grande", czar da Rússia.
1813 - Nasce Soren Kierkegaard, filósofo dinamarquês.
1818 - Nasce Karl Marx, economista, filósofo e socialista alemão, em Treves, no sul da Prússia Renana. Em 1847, Marx e Engels publicam o folheto O Manifesto Comunista, primeiro esboço da teoria revolucionária que, mais tarde, seria chamada marxista.
1821 - Morre Napoleão Bonaparte, imperador da França.
1859 - É firmado um tratado de navegação fluvial entre Brasil e Venezuela.
1877 - Porfirio Díaz é proclamado presidente do México. Ele dá inícia à ditadura no País, que durou 35 anos.
1890 - É promulgada a Lei do Sufrágio Universal na Espanha.
1924 - Nasce Leopoldo Torre Nilsson, cineasta argentino.
1925 - É promulgada a Lei do Sufrágio Universal no Japão.
1928 - Antônio Delfim Neto, economista e político brasileiro, nasce em São Paulo. Foi Ministro da Fazenda do general Costa e Silva (1967-69), sendo reconduzido pelo general Médici (1969-74). No governo Geisel, foi embaixador do Brasil em Paris.
1936 - As tropas italianas entram em Adis Abeba. Mussolini, então, declara que a Etiópia é território italiano.
1944 - Gandhi é liberado, por motivos de saúde, após 21 meses de detenção.
1948 - É declarada a independência do Estado de Israel, que logo teve que enfrentar uma guerra com todos os seus vizinhos.
1949 - É firmado o Tratado de Londres, que dará origem ao Conselho da Europa. Os primeros participantes são Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Dinamarca, França, Reino Unido, Irlanda, Itália, Noruega e Suécia.
1950 - O Arsenal de Marinha do Pará desapareceu com a criação da Base Naval de Val-de-Cans, que lhe herdou todo armazenamento das munições dos canhões. É uma parte da história da Força da Marinha na Amazônia (Brasil).
1953 - Uma rebelião militar no Paraguai destitui o presidente Federico Chaves. Uma Junta de governo é nomeada.
1961 - O astronauta norte-americano Alan Shepard realiza o primeiro vôo orbital, na cápsula Freedom-7.
1971 - A Organização de Estados Americanos (OEA) concede ao violoncelista espanhol Pau Casals o título de Cidadão Honorário das Américas.
1983 - O Instituto Pasteur de Paris consegue identificar o vírus da Aids.
1989 - O presidente iraquiano, Saddam Hussein, sofre um atentado a bomba, mas não é ferido. Seu Ministro de DRedação Terrasa, Adnan Jairalá Talfah, morre no incidente.
1990 - João Paulo II dá inicio a uma nova visita ao México. Dois dias depois, o México e o Vaticano restabelecem relações diplomáticas, após 130 anos de desentendimentos.
1999 - Mireya Moscoso é proclamada presidente do Panamá, após sua vitória eleitoral.
2000 - O presidente argentino, Fernando de la Rúa, enfrenta uma greve geral.

Redação Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário