Google+ Followers

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Blog "Sandula - Caluquembe".


O Blog "Sandula - Caluquembe", http://sandularte.blogspot.jp/, é da Ana Paula.
Esta moça faz um trabalho muito bonito com seu blog.
Traz notícias atuais e históricas de Caluquembe.
Eu admiro seu blog e seu trabalho.
Confiram uma de suas postagens:

Missão Católica de Caluquembe


 Fotos da colecção de amigos e familiares

A Missão Católica de Caluquembe, foi fundada em 1962, pelo Padre Otto Balmer.

A Missão de Caluquembe, era um centro escolar, com internatos para rapazes e raparigas. As irmãs Coracionistas dedicavam-se à formação feminina. Existe também uma escola e um posto de saúde.

Em 1980 devido à guerra, foi saqueada. Os padres e irmãs foram obrigados a abandonar a Missão.

Em 1981, depois de uma intervenção dos missionários Saletinos junto do governo de Luanda, a Missão foi devolvida.

Em 1994, sofreu nova ofensiva Militar, voltou a ser saqueada e mais uma vez, durante dois anos ficou sem padres. As irmãs Coracionistas permaneceram na Missão e com a ajuda dos evangelistas, fizeram um trabalho notável .




******************

  Existem milhares de blogs espalhados pelo mundo...

Mas, alguns são especiais para eu.

Este é um deles.

Essa é uma forma que escolhi para divulgar, valorizar, homenagear pessoas que estão todos ou dias ou quase todos, trazendo a nós todos, um pouco de si.

Dando-nos através de suas postagens ensinamentos, conforto, amizade, carinho, amor ou simplesmente alegria.

Para você que visita um blog e ali acha algo que o agrade, comente, mostre ao dono do Blog que gostou de seu trabalho.

Quem tem um blog sabe bem como é bom saber que alguém gostou do que ele fez.

Abraxos.

2 comentários:

  1. Obrigada por esta homenagem. Sim, sinto muita saudade e amor pela terra e gentes que me viram nascer.A guerra e a política, obrigaram milhões de pessoas a abandonarem a sua terra. Faço parte da quinta geração de colonos e até aos 19 anos, aqui senti paz, amor e fui feliz. Sabia que havia guerra em alguns pontos de Angola, mas só em 1975 senti os verdadeiros horrores da guerra. Como milhões de pessoas, eu, minha família e amigos, fomos obrigados a fugir. Alguns em ponte aérea para Portugal, outros para o Brasil, e outros ainda, dos quais faço parte, procuraram refugio na actual Namíbia. Infelizmente não nos foi permitido permanecer em África, como era nosso desejo. Dois meses após permanência em campos de refugiados, enviaram-nos para Portugal, pois em Angola éramos considerados portugueses. Vivo então, desde Novembro de 1975 em Portugal, mas o meu coração vive em Angola, a minha adorada terra. Como digo, numa entrevista a uma jornalista que recentemente publicou o livro "Voltar": sinto que apenas estou de passagem, que viajei para Portugal há uma semana e que em breve voltarei e vou encontrar Angola em paz, com suas gentes felizes... mas é apenas um sonho! http://sandularte.blogspot.pt/2010/11/adeus-angola-nossa_20.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Ana Paula,

      não sabia dessa sua história...
      Que triste...
      Vejo reportagens, filmes, documentários sobre as guerras e tudo mais...
      Nunca tinha conhecido ninguém que tivesse vivido tal barbaridade...
      Fico triste por você e por todos.
      Obrigado por compartilhar.
      Obrigado por ter escrito e por ter gostado da homenagem.
      Venha sempre nos visitar.
      Espero que um dia volte a sua Terra tão amada.
      Até lá, que Portugal seja sua Terra e que fique bem por ai.
      Beijos com carinho e respeito.

      Excluir