Google+ Followers

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Novo decreto exige que pets sejam microchipados


A superpopulação de animais de estimação já é um problema até mesmo na pacata Laredo, no Texas, Estados Unidos. E para tentar frear o problema, uma nova lei municipal exige que os habitantes da cidade coloquem microchip em todos os seus bichinhos.

A partir de julho, cada proprietário deve certificar-se de que seus gatos e cães são registrados através de um microchip. Segundo o site Pro8news.com, Lori Brizius, diretor de um abrigo de animais local, disse que a medida ajudará a localizar animais perdidos em qualquer estado norte-americano.

Depois de colocar o microchip no animal de estimação, as informações dos proprietários são colocadas em um banco de dados. Não só o dispositivo ajudará a reunir os donos e seus animais, como também tem o objetivo de garantir a segurança humana e animal, certificando-se que o pet tenha sido vacinado contra a raiva. Para aqueles que optarem por não microchipar seus animais de estimação, as autoridades de saúde dizem que poderão aplicar uma multa de até 100 dólares.

Em um esforço para garantir que todos os animais de estimação sejam microchipados, a partir da primeira semana de julho, o Abrigo Animal da cidade, o Departamento de Saúde, veterinários e pet shops participantes cobrarão apenas 5 dólares para implantar o dispositivo.

A portaria entra em vigor em julho, mas existe um período de carência de um ano, ou seja, as citações não serão divulgadas até agosto de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário