Google+ Followers

quinta-feira, 10 de junho de 2010

J´EN AI MARRE Letra e Tradução



J'en Ai Marre
Alizée

J’ai la peau douce
Dans mon bain de mousse
Je m’éclabousse
J’en ris
Mon poisson bouge
Dans mon bain de mousse
Je l’emmitoufle, je
Lui dis

J’ai pas d’problèmes, je fainéantes
Pas de malaises, je fainéante
Dans l’eau je baigne, c’est l’important
Bien à mon aise, dans l’air du temps

J’ai la peau douce
Dans mon bain de mousse
Je bulle à l’ombre
Des bombes
Tout est délice
Délit docile :
Je fais la liste
Des choses qui
M’indisposent

J’en ai marre de ceux qui pleurent,
Qui ne roulent qu\'à deux à l’heure,
Qui se lamentent et qui s’fixent
Sur l’idée d’une idée fixe
J’en ai marre de ceux qui râlent,
Des extrémistes à deux balles,
Qui voient la vie tout en noir
Qui m’expédient dans l’cafard
J’en ai marre de la grande s’ur,
Qui gémit tout et qui pleure,
Marre de la pluie, des courgettes
Qui m’font vomir sous la couette
J’en ai marre de ces cyniques,
Et dans les prés, les colchiques,
J’en ai marre d\'en avoir marre ! Aussi

J’ai la peau douce
Dans mon bain de mousse
Pas de secousses
Sismiques
Je me prélasse
Et me délasse,
C’est mon état aquatique
Y’a comme un hic

J´EN AI MARRE
Estou farta


Eu tenho a pele macia
No meu banho de espuma
Eu molho a mim mesma
E rio disso
Meu peixe dourado nada
Em meu banho de espuma
Eu me cubro com ela, Eu
Digo

Não tenho problemas, eu me espreguiço
Sem desconforto, eu me espreguiço
Na água eu me lavo, é o que importa
Bem a vontade, na minha situação atual

Eu tenho a pele macia
No meu banho de espuma
Eu queimo na escuridão
De bombas
Tudo é delicioso
Ofensa delicada:
Eu faço uma lista
De coisas....que
Me irritam

Eu estou farta daqueles que choram
De quem dirige a 2km por hora
Que lamentam a que reclamam
Em uma idéia de idéia fixa
Estou farta de quem é lerdo
Extremistas com duas balas
Que vêem a vida toda em cor preta
Que levam a si mesmo a depressão
Estou farta da irmã mais velha
Que atrasa a tudo e ainda chora
Farta da chuva,zunindo
Que me faz vomitar sobre o edredom
Estou farta desses cínicos
E de próximo ao outono
Estou farta de estar farta, também

Eu tenho a pele macia
No meu banho de espuma
Sem tremores
Eu deito
E relaxo
O meu estado aquático
Tem um pequeno problema
Eu estou farta daqueles que choram
De quem dirige a 2km por hora
Que lamentam a que reclamam
Em uma idéia de idéia fixa
Estou farta de quem é lerdo
Extremistas com duas balas
Que vêem a vida toda em cor preta
Que levam a si mesmo a depressão
Estou farta da irmã mais velha
Que atrasa a tudo e ainda chora
Farta da chuva,zunindo
Que me faz vomitar sobre o edredom
Estou farta desses cínicos
E de próximo ao outono
Estou farta de estar farta, também

Nenhum comentário:

Postar um comentário