Google+ Followers

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Gatos da raça Sphynx viram mania na Inglaterra


Depois do espantoso caso de uma russa que decidiu tatuar seu gato da raça Sphynx, chega a vez dos ingleses se renderem aos encantos desses bichanos nada convencionais. De acordo com o jornal Daily Mail o mimo chega a custar três mil libras, ou quase oito mil reais, o que não tem impedido a procura nos gatis e pet shops locais.

Em entrevista à publicação, Pam Williams, porta-voz da Associação de Gatos Sphynx da Inglaterra, disse que apesar do preço elevado, o número de famílias que adotou o gato como pet tem aumentado nos últimos anos. “Desde que os bichos foram reconhecidos oficialmente como uma raça, em 2005, eles têm se tornado mais e mais populares”.

Famoso pela ausência total de pelos no corpo, o que lhe rende uma aparência um pouco assustadora, o animal é indicado principalmente para pessoas que sofrem de alergias. Mas não pense que a falta da pelagem o torna um gato mais simples de ser criado, aliás, muito pelo contrário. O Sphynx exige uma série de cuidados, principalmente, quanto à sua pele sensível. Nesse sentido, é importante mantê-lo longe do sol, para evitar queimaduras e até o câncer.

Já seu temperamento é outra de suas vantagens. Segundo Pam, os animais são muito brincalhões e extremamente leais. “Eles têm um comportamento brilhante, até parecem cachorros, adoram caçar”. Os felinos também são bem resistentes e vivem de 9 a 15 anos.

A única preocupação das entidades protetoras quanto a essa nova “mania” é que, a exemplo de raças que já foram populares, como os Dálmatas, os gatos acabem sendo abandonados quando a “febre” acabar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário