Google+ Followers

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Plantas que Curam: CARAGUATÁ COMUM - Bromelia pinguin



Descrição : Da família das Bromeliaceae, existem cerca de 4 mil espécies, sendo cerca de 1.250 no Brasil .Também conhecida como bromélia pinguim, caraguatá, caravatá; caraguatá, caravatá, gravatá; caraguata (espanhol); caragate caraguate (francês); the pinguin bromelia (inglês). Herbácea, quase sem caule., estolonífera. As folhas são ensiformes, fibrosas, duras, aculeadas nas bordas, dispostas em amplas rosetas de cor verdes tendo vermelhas na base e as extremidades avermelhadas, medindo até 1,5 metros de comprimento. As flores estão reunidas em uma espiga atracada ao eixo grosso. Os frutos são bagas amarelas, ovóides e com muitas sementes, que são comestíveis, mas com sabor é ruim. Essa planta armazena água da chuva entre suas folhas. Isso beneficia muitos animais como insetos, aracnídeos , anfíbios e répteis. E aves e mamíferos são atraídos pelas flores e frutos, alem da própria água acumulada.
Plantio : Sua reprodução ocorre por estolão, que aparecem na base da planta, rente ao solo. Uma vez produzido o fruto o vegetal morre. As folhas podem ser colhidas após a retirada dos frutos maduros.
Habitat : Ocorre naturalmente nos campos e cerrados, , não sendo exigente quanto ao tipo de solo e clima, sendo que podem viver no solo, rocha ou árvore. São xerófitas, ou sejam, adaptadas para a vida em condições de seca, suportando também temperaturas extremas.
Parte utilizada: frutos.
Origem : América tropical e no Brasil, nos estados da bahia, Ceará, Paraná e Rio de Janeiro.
Modo de conservar : De preferência, utilizar frutos frescos e maduros, e as folhas ainda verdes.


Propriedades medicinais: abortivo, emoliente, expectorante, diurético, tônico, vermífugos.
Princípios ativos : Saponinas, enzimas, mucilagem, taninos.

Indicações: aftas, aparelho respiratório, asma, bronquite, coqueluche, tosse, vermes.

Modo de usar:
- xarope;
- suco: aparelho respiratório, asma, bronquite, coqueluche, tosse, vermes;
- suco diluído em água, uso externo: aftas.
Tosse : corte o fruto em 4 fatias e coloque em 1 xícara de chá de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Amasse bem em um pilão, coe e adicione 2 xícaras de café de açúcar cristal. Retorne novamente ao fogo, até dissolver bem todo o açúcar. Pode acrescentar algumas sementes de erva-doce ou casca de canela. Tome 1 colher de sopa, 2 a 3 vezes ao dia. Para crisnças ministrar somente metade da dose.
Afecções da mucosa da boca: coloque 1 colher de sopa de folhas fatiadas em 1 xícara de chá de água em fervura. Desligue o fogo, espere esfriar, coe e adicione 3 gotas de própolis. Faça bocheços, 3 vezes ao dia.


Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada. Porém nenhuma planta deve ser consumida em excesso e nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.

2 comentários:

  1. Amado irmão,

    Fiquei sorrindo ao ler sua mensagem, achei o máximo. Quero agradecer o carinho. Não esquecerei mais (irmão!!!! risos). Passarei aqui logo, logo.

    Abraços de luz

    ResponderExcluir