Google+ Followers

domingo, 16 de outubro de 2011

16 de outubro de 1923: É fundada a Walt Disney Company


The Walt Disney Company

Fundada em 16 de outubro de 1923 por Walter Elias Disney e seu irmão Roy Oliver Disney como um estúdio de animação, é hoje a maior empresa de mídia e entretenimento do mundo. O quartel-general administrativo da empresa está localizado em Burbank e Los Angeles. O conjunto de prédios administrativos em Burbank chama-se Disney Team. A Disney teve lucros de US$ 31 bilhões em 2006.

Seus estúdios de filmes incluem a Walt Disney Pictures, Touchstone Pictures, Hollywood Pictures, Miramax Films, Dimension Films, Disneynature e mais recentemente, a Pixar. Desde 1996, a Disney também é dona da American Broadcasting Company (ABC), a maior rede de televisão dos Estados Unidos - e também controla o Disney Channel o Disney XD e a família de canais de esporte ESPN. A divisão musical da empresa inclui a Walt Disney Records, Mammoth Records, Lyric Street Records e Hollywood Records. Também opera o Disney Vacation Club e restaurantes ESPN Zone. É dona da Hyperion Books, Disney Publishing Worldwide, Marvel e Walt Disney Cruise Lines.

Desenhos animados


Uma das subsidiárias de maior sucesso da empresa é seu estúdio de animação, Walt Disney Feature Animation, responsável por produzir um grande número de desenhos animados de sucesso e influentes. Os profissionais com maior destaque recebem, anualmente, o prêmio Disney Legends (Lendas Disney). Após testemunhar fracassos de renda em alguns de seus filmes animados recentes e sucessos estrelares de filmes animados por computador da Pixar, a Disney decidiu passar de seus tradicionais desenhos feitos à mão (que nos anos recentes incorporaram muito trabalho feito em computador) inteiramente para filmes animados por computador.

O último filme animado tradicionalmente produzido pela Disney foi Nem Que a Vaca Tussa/O Paraíso da Barafunda. O primeiro filme animado por computador da empresa foi "Dinossauro". A Disney caiu em muito criticismo por esta mudança em direção, já que os fãs vêem a força de um filme na sua trama e seus personagens, não na tecnologia que é usada para produzi-lo. Além disso, ao finalizar os desenhos feitos à mão, a Disney lançou no mercado dezenas de animadores e desenhistas profissionais de ótima qualidade, que podem ser futuramente contratados por suas principais concorrentes. A Disney estava se tornando um competidor direto para a Pixar, num mercado dominado por esta última. A Disney não havia renovado seu contrato com a Pixar para lançar os filmes da Pixar sob o nome da Disney, um acordo que vinha sendo extremamente rentável para a Disney e o fim disso significaria liberdade para a Pixar fechar contrato com um estúdio competidor. Sendo assim, após um período de negociações, a Disney comprou a Pixar em Janeiro de 2006, por US$ 7,4 bilhões.


A Disney, como todo estúdio de cinema de grande porte, está inserida num modo de produção industrial e capitalista, mas conta com o diferencial de focar seus investimentos em desenhos animados, sem atores, cenografia ou grandes equipamentos de foto-iluminação. O orçamento de um longa-metragem em animação deixa de lado essas funções da produção "convencional". Dessa forma, é possível compreender como os gastos podem ser economizados ou transferidos para outras áreas — por exemplo, inovações no grafismo ou na gravação da trilha sonora.

O Walt Disney Studios, o principal ponto de produção de filmes e programas da empresa na Califórnia. Um tour parcial do estúdio-satélite em Orlando, Flórida era disponível para sócios do Disney-MGM Studios até 2003.

Histórico

A companhia que Walter Elias Disney (1901-1966) e seu irmão fundaram em 1923 era especializada em produzir filmetes de animação, usando a então recentíssima inovação do som no cinema. Com a novidade, ganhou tanto dinheiro que pôde investir em seu primeiro sonho: um filme em longa-metragem inteiramente desenhado, sobre uma temática de conto de fadas e estruturado como uma peça musical. Assim, em 1937, ficou pronto "Branca de Neve e os Sete Anões". Até hoje, muito do modo de produção dos longas de animação ainda tem origem nesse filme pioneiro, como por exemplo o fato de se gravar a trilha sonora antes da execução dos desenhos, para facilitar a sincronização de áudio e imagem.


O sucesso comercial de "Branca de Neve" foi tanto, que Disney pôde investir rapidamente em outros projetos. Em duas décadas, a pequena companhia dos filmetes seria um conglomerado de mídia e um império do setor de entretenimento, atuando não só no cinema, como também na TV, rádio, produção editorial e fonográfica, parques de diversões, hotelaria, turismo, navegação, sem contar os royalties provenientes das licenças de uso dos personagens e marcas registradas Disney para todo tipo de aplicação comercial.

O carro-chefe desse sucesso financeiro foram os filmes longa-metragem de animação. Mesmo que Walt Disney continuasse produzindo centenas de curtas (usando os personagens Mickey, Donald, Pluto, Pateta, entre vários outros), documentários sobre vida selvagem e filmes com atores de carne-e-osso ("Se Meu Fusca Falasse", "Operação Cupido", entre outros), era nos sucessos de "Dumbo" (1941), "Bambi" (1942) e "A Gata Borralheira/Cinderela" (1950) que Walt Disney montava para bolear o seu negócio.

Entre 1937 e 1970, a Disney lançou 15 filmes de animação em longa-metragem. A periodicidade, então, deixava 2,2 anos, em média, de intervalo entre um lançamento e outro. No entanto, não havia freqüência exata, pois houve períodos como 1940-1942, e 1950-1953, com quatro lançamentos de longas em cada, e longos recessos sem lançamentos como em 1942-1950, 1963-1968 e 1970-1977.


Com esses intervalos de sete ou oito anos, a produção seguia inconstante. Só que não podia ser acelerada, pois dependia do capital para investimento que provinha da renda de cada filme — e esta dependia tanto da recepção do filme pelo público quanto da disponibilidade de recursos de acordo com os projetos paralelos da própria empresa. Não deve ser por acaso que os dois parques temáticos da empresa foram inaugurados justamente em épocas de recesso.

Ou seja, nessa época ainda não havia para a companhia um sistema produtivo que garantisse a renovação ininterrupta de capital para reinvestimento. Somente no final da década de 1980 é que o ritmo de produção dos estúdios consolida-se como industrial e aumenta progressivamente. O lançamento de novos filmes, que em 1987 era bienal, passa a anual em 1993, e a semestral em 1998. O Paradigma Disney foi um elemento essencial para garantir o ritmo acelerado industrial da produção dos estúdios.


Curiosidades

  • A Walt Disney Company é o único estúdio de Hollywood que nunca foi comprado por outra empresa.
  • No alto do Castelo da Cinderela, no Magic Kingdom (Walt Disney World) existe uma suíte, originalmente concebida para o próprio Walt.
  • 4% de todas as fotos tiradas nos Estados Unidos são na Walt Disney World, em Orlando, Flórida.
  • Houve boatos de que Walter Elias Disney teria sido congelado para que, quando a ciência descobrisse uma cura para câncer de pulmão, pudesse ressucitá-lo. Porém tal fato não é verdadeiro, pois a própria filha de Walt Disney, Diane Miller Disney, confirmou o dado de que os seus pais teriam sido cremados, e suas cinzas estariam em um cemitério em Glendale.
  • Existem três Complexos Turísticos Disney fora dos EUA: Em Paris, o Disneyland Resort Paris, que completou 15 anos em 2007; no Japão, o Tokyo Disneyland Resort; e o mais novo, inaugurado em 2005, o Hong Kong Disneyland.
  • Na entrada do Magic Kingdom (Walt Disney World - Florida), o chão está pintado de vermelho, para simular um tapete vermelho, que simboliza que todos os visitantes são especiais, estrelas do dia. Você observa também que existe uma leve inclinação (subida) na entrada desse mesmo parque, para que no início do dia quando ele chega ao parque ele faça um pequeno esforço que será recompensado na hora de ir embora, quando o visitante cansado do dia, não terá que fazer tanto esforço.
  • Quando você entra no Magic Kingdom deve se notar que no piso há diversos nomes escritos, um em cada, essa foi a homenagem que Roy O. Disney (irmão de Walt Disney) quis fazer a todos que colaboraram para a construção do novo parque. Homenageando ainda mais seu irmão, que já havia morrido, ao qual deu o nome do parque: Walt Disney World.
  • A Disney usa a sua própria terminologia em seus parques temáticos: os clientes do parque são chamados de convidados, os empregados da Disney membros do elenco, toda área que pode ser vista ou alcançada por um cliente é chamada de palco, e áreas apenas para empregados bastidores. Membros do elenco recém contratados passam por um curso chamado Tradições na qual as quatro "chaves" principais - segurança, cortesia, eficiência e espetáculo - são ensinadas, junto de instruções como "Quando apontar algo para um convidado, sempre use dois dedos ou sua mão inteira, nunca um dedo só".
  • O filme Dinossauro é a primeira produção animada computadorizada dos estúdios Disney.


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário