Seguidores

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Câncer de mama em cachorras: fique atento aos sinais


Às vésperas das comemorações do Dia Mundial da Saúde, que acontece na próxima quarta-feira, 7 de abril, a PetMag chama atenção para um problema grave que não atinge apenas os humanos. Trata-se do câncer de mama, uma das incidências mais comuns, principalmente em cadelas e gatas não castradas. A boa notícia é que a doença é facilmente combatida. Estima-se que animais castrados antes do primeiro cio têm apenas 0,05% de risco, enquanto após os 6 anos, as cadelas têm até 50% de chances de desenvolver o problema. O risco para as gatas é ainda maior: cerca de 86%.

É sabido que, infelizmente, cães e gatos geralmente desenvolvem algum tipo de câncer no decorrer da vida. A doença é caracterizada por um grupo de células que se desenvolvem, invadem e destroem outras partes saudáveis do corpo. Ele pode, inclusive, se espalhar em um processo chamado de metástase, o que pode ser fatal, em muitos casos. Assim como os tumores humanos, os que ocorrem em animais podem atingir a pele, ou qualquer outra parte do corpo, até mesmo os ossos.

No caso do câncer de mama, por exemplo, além da castração precoce, é sempre bom verificar os sinais do problema, que são visíveis, na maior parte dos casos, como explica o dr. Marcelo Quinzani, diretor clínico do Hospital Veterinário PetCare. “o único sinal de tumores de mama é a presença de nódulos na cadeia mamária que pode ser palpável ou não”. O médico orienta que é bom ficar atento a protuberâncias ou caroços que surjam no corpo do amigo peludo.

Já no caso de outros tipos de cânceres o aparecimento de pigmentos escuros ou avermelhados também podem ser sinais da doença. Atenção a ferimentos e machucados que não cicatrizam ou demoram a sarar, bem como mudanças repentinas no comportamento do animal. Falta de apetite ou dificuldade de engolir os alimentos são alguns indícios de problemas.

Os especialistas em oncologia animal também alertam para a perda de peso ou vômito, especialmente em animais idosos. Pets com dificuldade para respirar ou com tosse também precisam ser avaliados, pois os sintomas, por vezes associados com resfriados, podem ser sinais de algo mais grave. O sinal vermelho deve ser aceso, no entanto, caso a urina do animal seja acompanhada com sangue, ou ele sinta dor ao urinar ou dificuldade ao defecar.
Tratamento e cura

Depois de constatado o tumor mamário, infelizmente o único tratamento é a cirurgia, procedida ou não de quimioterapia, como explica o Marcelo. “Após a identificação do tipo de tumor, grau de malignidade e margens cirúrgicas, institui-se ou não a quimioterapia que normalmente são drogas injetáveis feitas de 7 a 21 dias em um mês (dependendo do caso), durante um período de até seis meses”.

O veterinário lembra ainda sobre a possibilidade do câncer voltar, mesmo depois de retirado. Por isso a importância de avaliar periodicamente o animal. No caso de tumores mamários, por exemplo, como os órgãos ficam próximos do tórax e fígado, exames de raio-x precisam ser feitos para descartar a hipótese de metástase antes e depois da cirurgia.

Vale lembrar que na maioria dos casos, um diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances do animal sobreviver.

Fonte: http://petmag.uol.com.br/

3 comentários:

  1. queria sabe ser tem tratamento com cachorros que tem cancer de mama? a da minha cachorra tem e ta grande dua bolas
    nas mamas delas por favor me respondem eu num quero sacrificará
    eu tenho problema de cabeça (trumo)
    num posso fikar nervosa !!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, meu nome é: Vítor / Mail: pletz77@yahoo.com.br problema: A minha cadela esta c cancer de mama e o mesmo abriu esta semana. O q devo fazer ? ela já tem 13 anos e acho q a cirurgia não é mais possível pelo tamanho (do tamanho de uma manga)! Expeliu muita secreção e abriu está um buraco enorme !!! Mais ela aparentemente não está + com muita dor…. Anda, como, brinca, porém, com um buraco do tamanho de um limão na mama ! o q devo fazer ? A única opção é o sacrifício ? Obrigado a todos

    ResponderExcluir
  3. Vitor,

    você deve levar sua cachorra ao veterinário...

    Abraxos.

    ResponderExcluir

https://www.facebook.com/NosOsCachorros

Obrigado pelo seu comentário!!!
Ele é muito importante para nós!!!
Deixe seu nome caso não entre com sua id para que possamos agradecer!!!
Abraxos e muita Luz!!!

Não sabe como comentar?!
Clique nesse link:

http://support.google.com/blogger/bin/answer.py?hl=pt-BR&answer=42399