Google+ Followers

domingo, 31 de julho de 2011

O Objetivo Final do Conhecimento


"O que faz uma pessoa sábia não é o conhecimento que ela tem,
mas sim o que ela faz com o conhecimento que ela tem"

...

“...o maior erro de todos consiste em se equivocar quanto ao objetivo final do conhecimento; pois há aqueles que são impelidos para ele apenas por uma curiosidade natural e um temperamento ávido de saber; outros, para entreter sua mente com variedade e um certo prazer; outros, por ostentação e para serem respeitados; outros ainda, com objetivos de emulação e vitória; muitos, pelo engodo do ganho ou para a sua subsistência, e poucos para se valerem do dom divino da razão no interesse da humanidade. E é assim que alguns parecem buscar o conhecimento como um lugar de um repouso para um espírito inquieto; outros, como um passeio para seu pensamento errante; outros, como uma torre de marfim; outros como uma fortaleza ou uma base de autoridade; e outros ainda como uma loja para vendas e lucros, em lugar de um acervo dedicado à glória do Criador e ao enriquecimento da vida humana. Mas o que deve tornar o conhecimento digno e exaltá-lo é uma conjunção mais íntima e rigorosa de contemplação e ação; uma conjunção semelhante à de Saturno, planeta do repouso e da contemplação, e Júpiter, planeta da vida solar e da ação. Aqui, contudo, por interesse e ação não queremos dizer aplicar o conhecimento com espírito de lucro, porque isto prejudica o progresso do conhecimento, do mesmo modo que os pomos de ouro lançados diante de Atalanta, que se baixou para apanhá-los, retardando sua corrida”

Francis Bacon
(1561-1626)

Nenhum comentário:

Postar um comentário