Google+ Followers

segunda-feira, 2 de março de 2015

15 comportamentos no trem ou na estação que incomodam os japoneses



Os comportamentos mais incômodos dentro dos trens e das estações foram divulgados nesta terça-feira em uma pesquisa realizada pela Associação Japonesa de Ferrovias Privadas. Com 3.135 entrevistados, os dados foram coletados no site da associação entre outubro e novembro do ano passado.


Os dados mostraram que 19,5% das pessoas se sentem incomodadas com carrinhos de bebê dentro do trem lotado. Com 1,6 ponto de acréscimo em relação à última pesquisa, esse item ganhou a 7° posição e o número de pessoas insatisfeitas subiu pelo terceiro ano consecutivo, publicou o jornal Mainichi.


As mulheres mostraram maior insatisfação com os carrinhos de bebê, com 2,8 pontos de acréscimo e 30% das respostas. Já os homens que reclamaram do problema ficaram em 16,5%, com 1,6 ponto a mais na pesquisa. Se o ranking fosse só feminino, o caso ocuparia a 3° posição da lista.


Na entrevista, os participantes puderam escolher três itens em uma lista com 15 situações que acontecem no trem. Com 33,2% das respostas, as gargalhadas e conversas em voz alta ocuparam o topo da lista pelo sexto ano consecutivo.


A “maneira de sentar” dos passageiros ficou em segundo lugar, com 31,7% das reclamações. Já a terceira posição foi ocupada pelo desrespeito dos passageiros às regras na hora de entrar ou sair do vagão, com 27,9% das respostas.


O Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo chegou a organizar as regras do transporte público em março do ano passado e colocou adesivos informativos nas áreas preferências dos trens. Grandes empresas como o Hankyu, Hanshin e JR também adotaram os adesivos.


Com relação aos carrinhos de bebê, a pesquisadora assistente do departamento de economia doméstica da Universidade para Mulheres de Kobe, Yukiko Nishimoto, explica que é difícil para as adolescentes compreenderem a realidade de quem tem filhos pequenos. “Antigamente, era comum que as mulheres carregassem sempre os filhos no colo”, comenta.


Ranking dos comportamentos mais incômodos:


1° - Dar gargalhadas e conversar em voz alta ou fazer brincadeiras – 33,2%

2° - Sentar de uma forma que atrapalhe as pessoas em volta – 31,7%

3° - Desrespeito dos passageiros às regras na hora de entrar ou sair do vagão – 27,9%

4° - Falar ao celular e não deixar o aparelho no vibrador – 24,7%

5° - Deixar os fones de ouvido com som "vazando" – 24,5%

6° - Deixar os pertences largados de qualquer jeito ou segurá-los de forma incorreta – 22,3%

7° - Entrar em um vagão lotado com carrinho de bebê – 19,5%

8° - Deixar latas e garrafas vazias no trem – 16,9%

9° - Fazer maquiagem dentro do trem – 16,5%

10° - Usar o transporte embriagado – 14,6%

11° - Fumar em locais proibidos – 13,2%

12° - Sentar no assoalho do trem – 13,1%

13° - Beber e comer em um trem lotado – 11,4%

14° - Abrir o jornal ou fazer leitura em um trem lotado – 9,6%

15° - Usar aparelhos eletrônicos (games, notebooks) com o som ligado – 7,0%

Texto: ANA PAULA BRETSCHNEIDER

Um comentário:

  1. Até que os comportamentos são mais civilizados por aí,
    quando usava o trem, haviam pessoas mais inconvenientes.
    Agora, o desrespeito na hora de entrar ou sair do trem é
    difícil de suportar, ficam um na frente do outro e ninguém
    quer arredar. Aqui não temos tanto problema com carrinhos
    de bebê. É necessário muita paciência para usar esse meio de
    transporte, senão a gente acaba bem estressado. Agradeço,
    abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir