Google+ Followers

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Honestidade à prova

Será que ainda existem pessoas honestas no mundo? Parece que andamos um tanto descrentes da honestidade alheia, enquanto, de uma forma paradoxal, cada qual se acha honesto à toda prova.

Andamos pela rua e, quando alguém nos esbarra, a primeira preocupação é o motivo do esbarrão. Terá sido para nos furtar?

Quando alguém se oferece para fazer algo, dizendo nada esperar em troca, mentalmente ficamos a cogitar o que é que, de verdade, aquela pessoa está desejando.

Essa desconfiança do outro, do seu caráter, tem tido efeitos negativos na sociedade, nos infelicitando.

Talvez por isso, uma grande companhia de refrigerantes decidiu testar o grau de honestidade dos cidadãos.

A escolha foi a capital portuguesa, uns dias antes da realização de um importante jogo de futebol entre os clubes Benfica e Sporting, no Estádio da Luz.

O estádio do Sport Lisboa e Benfica, Estádio da Luz, também conhecido como a Catedral, foi inaugurado no dia 25 de outubro de 2003.

Perto das bilheterias, foi deixada uma carteira no chão, com um cartão de sócio do Sporting e um bilhete para o aguardado jogo, que se realizaria no dia 26 de novembro.

As pessoas passavam e olhavam. Algumas, parecendo não desejarem se complicar, nem perder tempo, preferiram se desviar e deixaram a carteira no mesmo local.

Várias, contudo, optaram por apanhar a carteira e verificar seu conteúdo.

Foram jovens, senhores, altos, baixos, magros, corpulentos.

Depois do exame da carteira, alguns olhavam em torno, como à procura do provável dono.

Alguns chegaram a consultar pessoas próximas, indagando se não lhes pertencia.

Noventa e cinco por cento das pessoas devolveram a carteira em uma das bilheterias e tiveram seu gesto filmado, por várias câmaras ocultas.

No dia do jogo, antes do apito inicial, o vídeo foi exibido nas gigantescas telas do Estádio da Luz, perante sessenta mil espectadores.

Era a homenagem da empresa promotora da inusitada campanha que, ao demais, ofereceu um bilhete para o jogo a cada um dos que demonstraram a sua honestidade, optando pela devolução do objeto encontrado.

O grande slogan da campanha desencadeada pela empresa de refrigerantes foi: Há razões para acreditar num mundo melhor.

* * *

A essa altura, parafraseamos Jesus nos indagando: E nós, cristãos, o que fazemos de especial?

O que fazemos de especial no sentido de colaborar para o mundo melhor?

Temos investido tempo precioso nos digladiando, a fim de demonstrar que somos melhores uns dos outros ou temos agido como verdadeiros seguidores do Cristo?

Temos entendido que os tempos são chegados, que a massa levedou, que o Terceiro Milênio aguarda nossa ação resoluta e impecável?

Pensemos nisso e, antes de aderirmos à onda pessimista que fala de corrupção, de desonestidade em todos os escalões, permitamo-nos aderir à campanha otimista do mundo melhor que já se anuncia, na aurora do milênio.

Pensemos nisso.



Redação do Momento Espírita, com base em vídeo
disponibilizado no Youtube.
Em 11.06.2012.

Seguidores, visitantes, amigos, amigas, deixe seu comentário dizendo se gostou ou não de nossa postagem. Sua opinião é muito importante para Nós.  Ajude-nos a fazer um blog melhor. Obrigado. Abraxos.

2 comentários: