Google+ Followers

terça-feira, 31 de julho de 2012

Fatos históricos do dia 31 de julho


Índios Brasileiros


Em 31 de julho de 1609, os indígenas brasileiros são libertados. Quando os portugueses chegaram, havia mais de 2 milhões de índios somente no litoral da Bahia. Os povos eram divididos em troncos lingüísticos, dos quais se destacavam os Jês, os Nu aruak, os Karibi e os Tupis. A maioria dos índios era chamada de tupi.

1498 - Cristóvão Colombo descobre a Ilha de Trinidad em sua terceira viagem à América.
1556 - Morre Ignácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus (congregação dos jesuítas). Ele foi canonizado em 1622.
1609 - Libertação dos indígenas do Brasil.
1680 - Posse do Frei Gregório dos Anjos, primeiro bispo do Maranhão.
1814 - Pio VII restitui "no mesmo estado antigo e em todo o mundo católico a Companhia de Jesus".
1821 - Incorporação do Uruguai ao Brasil, sob o nome de Província Cisplatina.
1875 - Nasce Jacques Villon, poeta francês.
1886 - Morre Franz Liszt, compositor e pianista húngaro.
1897 - Inauguração da primeira sala fixa de cinema do Brasil no Rio de Janeiro. A sala era de propriedade de Paschoal Segretto e Jose Roberto Cunha Salles e era chamada Salão de Novidades Paris
1912 - Nasce Milton Friedman, norte-americano, Prêmio Nobel de Economia de 1976.
1923 - Nasce Ana Mariscal, atriz e cineasta espanhola.
1931 - Triunfo militar de Chiang Kai Chek sobre os comunistas rebeldes chineses.
1932 - O Partido Trabalhista Nacional Socialista ganha por grande maioria as eleições na Alemanha.
1936 - Nasce o escritor brasileiro Inácio de Loiola Brandão.
1941 - O presidente do Conselho de DRedação Terrasa da Alemanha, Hermann Goering, entrega à polícia a Solução final, um plano para a eliminação dos judeus.
1942 - Segunda Guerra Mundial: ataque aéreo britânico contra a cidade alemã de Düsseldorf.
1944 - O aviador Antoine de Saint-Exupéry, autor do livro O Pequeno Príncipe, desaparece em um avião na região norte da África.
1954 - Uma expedição italiana chega pela primeira vez ao topo do monte Godwin-austen, o K2, o segundo maior pico do planeta.
1963 - Arturo Illia, candidato da União Cívica Radical do Povo, é proclamado presidente da Argentina.
1964 - A sonda norte-americana "Ranger VI" transmite 4.316 fotografias da superfície lunar.
1966 - O governo argentino decreta o fechamento das universidades.
1969 - O Papa Paulo VI inicia uma visita à Uganda.
1981 - Morre em acidente aéreo Omar Torrijos, político e ex-chRedação Terra de governo do Panamá.
1982 - Acidente de ônibus no sul da França, deixando 53 mortos (44 crianças).
1982 - Arístides Royo renuncia a seu cargo de presidente do Panamá.
1987 - Mais de 400 mortos em conflitos entre iranianos e tropas da Polícia saudita nos arredores da Grande Mesquita de Meca, onde se realizava uma peregrinação.
1988 - O rei Hussein da Jordânia renuncia ao território da Cisjordânia, ocupado por Israel desde 1967, para favorecer a criação de um Estado palestino independente.
1990 - Entra em vigor na URSS a nova Lei de Imprensa, que põe fim oficialmente à censura.
1991 - O presidente americano George Bush e o presidente soviético Mikhail Gorbachov assinam o Tratado de Redução de Armas Estratégicas, START, após dez anos de negociações.
1991 - O último trecho do Canal Meno-Danúbio é inundado. A importante passagem para navios de grande porte liga o Mar Negro e o Mar do Norte.
1994 - Começa a ação norte-americana em Ruanda com fins humanitários.
1994 - Morre Andrés Townsend Ezcurra, peruano, fundador do Parlamento Latinoamericano.
1994 - A ONU aprova intervenção no Haiti.
1996 - A seleção brasileira de futebol perde para a Nigéria na Olimpíada de Atlanta. A derrota acarretou na eliminação dos brasileiros da competição.
1998 - A Justiça britânica inocenta um jovem da acusação de ter matado um policial. Derek Bentley foi enforcado, aos 19 anos, 45 anos antes da absolvição.
2000 - O governo colombiano designa o empresário Ramón de la Torre como o novo negociador na Mesa Nacional de Diálogo com as FARC.
2001 - O juiz espanhol Baltasar Garzón ordena a prisão incondicional do ex-militar argentino Adolfo Scilingo, por participar nos "vôos da morte" na ditadura argentina.
2001 - Uma forte reação popular é produzida em reação aos cortes aprovados pelo senado argentino, com bloqueios de carreatas e ruas e a participação de aproximadamente 120 mil pessoas nos protestos.
2001 - O Congresso dos EUA aprova um projeto de lei que converte em crime federal a clonagem de seres humanos.

Redação Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário