Google+ Followers

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Blog "CãoAmor"


O Blog "CãoAmor", http://caoamor.blogspot.jp/, é da Cassia, de São Paulo.
No seu perfil ela escreveu:

"Sou apaixonada por cães. Sempre fui, desde criança. Atualmente, atuo como adestradora da empresa Cão Cidadão e estou cada vez mais entusiasmada por tudo que diga respeito a comportamento canino. E o CãoAmor é justamente para isso: difundir o que há de mais interessante sobre este tema!".

Seu blog é voltado a assuntos sobre esses seres maravilhosos.
Confiram:

Por que educar o cão?


Nestes dias em que cada vez mais se constata a íntima relação entre os cães e os humanos, muitos se questionam acerca da efetiva necessidade de treinar o cão para que aprenda comandos básicos de obediência.

Será que esta providência é tão necessária? Será que ensinar o cão a sentar, deitar, ficar, andar junto, tudo sob comando, faz alguma diferença na vida do pet?

Para analisar a questão, vamos pensar na situação desde o início. Com a chegada do filhote fofo e simpático, o “enxoval” conta com caminhas coloridas, potes de comida lindos, ração de boa qualidade, uma guia bem enfeitada. As coisas vão indo bem, até que o cão começa a apresentar os comportamentos normais de um bebê da espécie canina: roer objetos da casa, fazer as necessidades fisiológicas quando e onde tem vontade, latir para chamar a atenção quando deixado sozinho.

Quando chega o momento de sair à rua, depois de completado o protocolo de vacinas, fica extremamente eufórico com a enorme variedade de estímulos ao redor, na forma de sons e cheiros principalmente. Neste momento, ignora por completo o condutor que segura a guia e pode começar a puxar intensamente, na tentativa de explorar o ambiente em todos os seus detalhes.

Repita-se: todos são comportamentos absolutamente normais para um filhote de cachorro. O filhote não nasce sabendo como deve ser portar perante o ser humano. Mas, para os donos que convivem com ele, estas atitudes podem se tornar um problema, gerando, muitas vezes, reações negativas da família, como manter o cão isolado em algum local, longe do convívio com os demais.

Adestrar o cão desde o momento em que chega ao novo lar (mesmo que se trate de um cão adulto), serve, justamente, para moldar estes comportamentos. Com isto, a convivência entre o cão e o homem se tornará muito mais harmônica para ambos, pois cria-se um canal de comunicação muito eficiente entre o peludo e seus donos de estimação. O cão que sabe comandos entende perfeitamente o que o dono espera dele naquele momento. E, sendo treinado com técnicas que fazem uso de reforço positivo (premiar os comportamentos desejados e esperados), atenderá o comando de bom grado, ou seja, de forma prazerosa!

Assim, treinar o cão a obedecer, no mínimo, a comandos básicos, facilitará o dia a dia da família e permitirá que o peludo esteja sempre por perto, já que os comportamentos indesejados podem ser moldados com base no adestramento. E, quanto mais próximo o cão estiver da família na convivência cotidiana, mais feliz e saudável do ponto de vista mental ele será!

Desta forma, verifica-se que, quando se opta por ter um cão em casa, o ideal é que a família já se programe para ensinar o cão desde pequeno, visando tornar o dia a dia mais tranquilo. Isto pode ser feito com o auxílio de um especialista em comportamento canino, caso o dono não se sinta seguro o suficiente. Mas nada impede que qualquer pessoa se informe sobre o assunto se torne apta a treinar muito bem o seu cão!

Além disso, o questionamento sobre a educação dos pets vem em boa hora, pois nunca antes se viu tantos cães com seus donos em lugares antes nem pensados: em hotéis, pousadas, restaurantes, até em shoping centers. Mas é também muito comum constatar que alguns cães demonstram comportamentos que denotam ansiedade e excitação extrema quando estão com seus donos nestas situações.

Desta forma, a lógica é simples: quanto mais cães tranquilos e obedientes forem vistos em locais públicos, mais e mais estabelecimentos abrirão suas portas para os amigos de quatro patas. E quanto mais locais “pet friendly”, mais será possível conviver com os cachorros em situações que podem ser muito divertidas!

Assim, não restam dúvidas de que educar o cão é extremamente necessário para que esta parceria entre duas espécies tão diferentes se torne cada vez mais uma história de muito sucesso!


*******************

Existem milhares de blogs espalhados pelo mundo...

Mas, alguns são especiais para eu.

Este é um deles.

Essa é uma forma que escolhi para divulgar, valorizar, homenagear pessoas que estão todos ou dias ou quase todos, trazendo a nós todos, um pouco de si.

Dando-nos através de suas postagens ensinamentos, conforto, amizade, carinho, amor ou simplesmente alegria.

Para você que visita um blog e ali acha algo que o agrade, comente, mostre ao dono do Blog que gostou de seu trabalho.

Quem tem um blog sabe bem como é bom saber que alguém gostou do que ele fez.

Abraxos.

2 comentários:

  1. Nossa! Fiquei tocada! De verdade! Muito obrigada pela homenagem! Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cassia,

      fico feliz que tenha gostado e que lhe renda boas visitas!!!
      Abraxos

      Excluir