Google+ Followers

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Casal é condenado por incitar cão a atacar gato em frente de crianças


Um casal inglês foi condenado a cumprir 170 horas de serviço comunitário e a pagar uma pequena compensação, além de custos processuais, por soltar seu cachorro da coleira para atacar um gato em frente a uma escola primária em Colchester, no leste da Inglaterra, de acordo com informações do jornal Daily Mail.

O incidente aconteceu em setembro do ano passado. Andrew e Katy Johnson estavam passando pela escola King’s Ford Junior com seu cachorro, da raça akita, quando avistaram o gato. O casal então soltou o cão da coleira e incitou o ataque. Dezenas de crianças que aguardavam seus pais viram o cachorro atacar e matar o gato, e ficaram horrorizadas.

Após o episódio, o casal recolheu o cachorro e deixou o local. Em audiência no tribunal de Colchester, Andrew e Katy, 28 e 27 anos, respectivamente, se declararam culpados por causar sofrimento desnecessário ao gato, incitar o ataque e por possuir um cão perigoso.

O marido foi condenado a cumprir 95 horas de serviço comunitário, enquanto sua mulher terá de trabalhar por 75 horas. O casal, que pediu desculpas, também foi ordenado a manter o cachorro com uma focinheira e sob uma coleira curta quando em público. Andrew também deverá pagar cerca de R$ 200 ao proprietário do gato, além de R$ 1250 de custos processuais.

Fonte: Terra

4 comentários:

  1. Fico triste pelo gatinho e pelas crianças que assistiram, mas feliz por saber que existe lugares no mundo onde a lei funciona.

    ResponderExcluir
  2. Que horror!! Mas aqui em Porto Alegre, na semana passada, foi divulgado um vídeo que foi postado no Youtube, em que uma mãe com um filho pequeno foi filmada pelo vizinho do apto de cima dando pontapés, chutes e pior, incentivando este filho a fazer o mesmo com todo animal que encontrasse pela rua. Bom, o cachorrinho, um filhote de poodle de 40 dias, foi resgatado pelo síndico, foi feito BO na policia, divulgado na TV (dentro do estado e fora), jornais, e ela e o marido foram indiciados por maus tratos e coisas mais. Ainda bem que hoje em dia este tipo de brutalidade já é passível de se fazer ocorrências na policia e ter punições mesmo que sejam serviços prestados. E cada vêz mais eles estão tendo seus direitos adquiridos, graças a Deus. Passa no meu blog, eu postei o vídeo. O cachorrinho foi adotado pelo sub síndico e passa, agora, muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa Suzana, que absurdo!!!

      mas, por um lado fico feliz! em saber que cada vez mais nos dias de hoje, a lei esta entrando em vigor a favor desses seres tão indefesos!!!

      é a lei de Deus!!!

      temos o dever de proteger esses seres!!!

      afinal, onde está a grandeza do homem não é mesmo?!

      beijos

      Excluir