Google+ Followers

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Fatos históricos do dia 7 de setembro


Independência ou Morte!


Em 7 de setembro de 1822, o regente do Brasil, Dom Pedro, proclama a independência. O fato não foi um ato isolado. Ele integrou o processo de crise do sistema colonial, iniciado com as revoltas de emancipação do final do século 18. A independência foi apenas política, não alterando a realidade sócio-econômica.

1533 - Nasce Elizabeth I da Inglaterra.
1701 - O Tratado de Haia, conhecido como Grande Aliança, é assinado. Ele coloca a Grã-Bretanha, a Holanda e o Sacro Império Romano-Germânico contra a França.
1776 - Primeiro ataque feito por um submarino.
1822 - Dom Pedro de Portugal lança o grito de independência do Ipiranga - nas margens do rio do mesmo nome, próximo a São Paulo - e é proclamado imperador constitucional do Brasil com o nome de Dom Pedro I.
1824 - O primeiro empréstimo externo brasileiro é realizado.
1870 - O navio inglês "Captain" naufraga a vinte milhas do cabo Finisterre (a noroeste da Espanha) e 492 pessoas morrem afogadas.
1892 - Neste dia são introduzidas no boxe as chamadas "regras de Queensburry", que se tornaram a base do pugilismo moderno. As novas regras, que incluíam a obrigatoriedade do uso de luvas, passaram a valer oficialmente a partir da luta pelo título mundial dos pesos-pesados entre os norte-americanos John Sullivan e James Corbett.
1901 - O protocolo de paz é assinado em Pequim, dando fim ao conflito internacional que promoveu em maio de 1900 a insurreição dos boxers.
1904 - O Tibete assina um tratado com a Grã-Bretanha através do qual se coloca em estado de submissão ao comando desta potência, o que provoca protestos da China, que exerce soberania sobre o país.
1909 - Nascimento do cineasta norte-americano Elia Kazan.
1922 - O rei Constantino I foge da Grécia.
1922 - Nasce o ator brasileiro Paulo Autran.
1922 - O Brasil ouve a primeira transmissão radiofônica do país durante a Exposição Internacional do Centenário da Independência, realizado no Rio de Janeiro.
1934 - Greve de 400 mil trabalhadores têxteis nos Estados Unidos, com atos de violência que deixam dez mortos e 50 feridos.
1940 - Morre em acidente de avião o presidente da República do Paraguai, general José Félix Estigarribia, vencedor da guerra do Chaco, entre seu país e a Bolívia (1931-1934).
1940 - Segunda Guerra Mundial: começa o bombardeio massivo de Londres pelos alemães na chamada "Batalha da Inglaterra".
1944 - A Avenida Presidente Vargas é inaugurada no Rio de Janeiro.
1947 - Graves conflitos em Nova Délhi entre hindus e muçulmanos.
1949 - Morre José Clemente Orozco, muralista mexicano.
1955 - O direito ao voto para as mulheres é concedido no Peru.
1961 - João Goulart toma posse na presidência depois da renúncia de Jânio Quadros.
1977 - Assinado o tratado para a transferência do controle sobre o canal do Panamá.
1979 - Jimmy Carter anuncia a instalação de 200 mísseis MX.
1982 - Grande retirada de tropas soviéticas do Afeganistão.
1982 - O Parlamento em Roma aprova uma lei para combater o crime organizado. Ela equipara os crimes das organizações mafiosas aos atos terroristas e transforma a simples filiação à máfia num ato criminoso.
1986 - O general Augusto Pinochet sai ileso de um atentado no qual morreram cinco pessoas.
1986 - O bispo Desmond Tutu assume o cargo de arcebispo da Cidade do Cabo, na África do Sul. Ele foi o primeiro líder negro anglicano no país.
1987 - Mais de 200 pessoas mortas e cerca de um milhão de desaparecidos devido às chuvas torrenciais que caíram em Maracay (Venezuela).
1989 - A Frente Farabundo Martí anuncia um cessar fogo unilateral para facilitar o diálogo com o governo de El Salvador.
1993 - Morre Bruno Giorgi, escultor brasileiro.
1994 - Morre Terence Young, cineasta britânico.

Redação Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário