Google+ Followers

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Você sabe como prevenir e detectar o diabetes no seu pet?

O diabetes, aumento da taxa de glicose no sangue, é hoje uma das doenças mais diagnosticadas em animais de estimação. Em cães geralmente se manifesta entre os 7 e 9 anos de idade, sendo que as fêmeas possuem o dobro da probabilidade de serem afetadas. Raças como Poodle Mini, Samoieda, Pug, Poodle Toy e Schnauzer tem maior predisposição.

Como nos humanos, o tratamento pode incluir aplicação de insulina para o controle da doença.
Crédito: Flickr

Você sabe quais são os principais sintomas do diabetes?

- Polidipsia: aumento da ingestão de água;
- Poliúria: aumento da produção de urina;
- Emagrecimento, mesmo com a vontade do pet de se alimentar mais;
- Catarata, que se apresenta no estado avançado da doença

Procure a ajuda de um médico veterinário ao aparecimento de sintomas, só ele poderá fazer o diagnóstico e prescrever o tratamento correto, pois assim como existem diferentes tipos de diabetes em humanos o mesmo acontece aos animais.

O diabetes tipo 1, onde ocorre perda de células produtoras de insulina, é o mais comum em cães, o diabetes tipo 2, caracterizado pelo aumento de peso é mais comum em gatos. Alguns animais podem ter a necessidade de reposição da insulina no organismo, mudança de dieta ou ambos, por isso é importante manter um calendário de visitas ao veterinário para acompanhamento e exames periódicos, a fim de manter o controle da doença e verificação do estado geral de saúde.

A melhor forma de evitar a doença é fazendo a prevenção, sendo seu animalzinho predisposto a ela ou não. É importante manter uma dieta equilibrada, evitando alimentação fora de hora, controlando o peso do seu pet.

Uma boa forma de avaliar o excesso de peso em cães é verificar o acumulo de gordura na região da base da cauda e abdômen, nos gatos verifica-se na região inguinal (parte da frente das patas traseiras). A atividade física também é muito importante, com passeios e brincadeiras, dedique um tempinho do seu dia e mantenha seu amigo saudável e feliz.

Fonte: Karina N. Venturelli Gonçalves – Médica Veterinária e Gerente de Desenvolvimento Técnico Pet do Grupo Guabi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário