Google+ Followers

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Plantas que curam: AVELÃ - Corylus avellana


Descrição : Planta da família das Betulaceae. Também conhecida como aveleira. A avelã na verdade é o fruto da aveleira , um arbusto que cresce naturalmente em quase toda a Europa, Ásia Menor e parte também da América do Norte. Consiste em um fruto mais ou menos esférico, lenhoso e indeiscente, cuja casca é extremamente resistente. Em seu interior encontra-se a semente comestível, de sabor levemente adocicado e algo oleaginosa. A avelã é consumida ao natural, ou usada em doces, normalmente associada ao chocolate, ao qual acrescenta um sabor muito apreciado. Pode atingindo 3 à 8 metros de altura, mas pode chegar a 15 metros. As folhas são caducifólias , arredondado, 6 à 12 centímetros de comprimento e diâmetro, suavemente peluda em ambas as faces, e com uma margem serrilhado-dupla. As flores são produzidas desde muito cedo na primavera antes que as folhas caiam, e são monóicas do mesmo sexo polinizadas pelo vento catkins . catkins masculinas são amarelo-pálido de 5 à 12 centímetros de comprimento, enquanto as fêmeas são muito pequenas e em grande parte escondidas como gemas com apenas o vermelho 1 à 3 milímetros de comprimento estilos visível. O fruto é uma noz , produzidas em cachos de 1 à 5 juntos, cada porca realizada em um curto e frondoso involucre ("casca"), que abrange cerca de três quartos.

Parte utilizada: frutos, casca de tronco, óleo.


Princípios Ativos: ácido alantóico, ácido ascórbico, ácido esteárico, ácido linoléico, ácido mirístico, ácido oléico, ácido palmítico, ácido pantatênico, arsênico, avenasterol, bromina, betacaroteno, carboidratos, citrostadienol, clorina, europium, fitosteróis, fluorina, lantanum, maninotriose, niacina, rafinose, riboflavina, sais minerais (cálcio, ferro, magnésio, manganês, potássio, selênio, sódio, zinco), sucrose, vitamina B.

Propriedades medicinais: adstringente, antidiarréica, cicatrizante, nutritiva, depurativa.

Indicações: cicatrizar úlceras, chagas e feridas na pele, convalescença, desnutrição, diarréia, ferida, inflamação intestinal, ulceração.

Contra-indicações/cuidados: usar o óleo somente sob prescrição médica.

Modo de usar:
- cataplasma feito com a casca: cicatrizar úlceras, chagas e feridas na pele.
- fruto: consumido ao natural, torrado ou com mel.
- fruto: fabricação de pastas, manteiga, chocolates, bombons, sorvetes, tortas, bolos, biscoitos.
- óleo: fabricação de hidratantes para a pele e xampus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário