Google+ Followers

sábado, 4 de junho de 2011

Reaproveitar óleo economiza dinheiro e faz bem à natureza


O descarte inadequado de óleo, tanto o de cozinha quanto os utilizados na mecânica para lubrificação de máquinas, portões e carros, por exemplo, é muito prejudicial ao meio ambiente.

Ao atingir o solo, o produto contribui para sua impermeabilização, dificultando a absorção da água de chuva e propiciando enchentes, problema que afeta muitas cidades brasileiras.

Além disso, nas cidades de regiões litorâneas o problema é ainda mais amplo: o óleo é eliminado através dos esgotos para os oceanos. Isso acontece, porque a decomposição do óleo emite metano na atmosfera. No mar, esse resíduo líquido passa por reações químicas que resultam em emissão de metano. Portanto, jogar óleo de cozinha pelo ralo pode contribuir com o aquecimento global.

Embora não seja consenso entre ambientalistas, a maioria concorda que não existe um modelo de destinação ideal para esse tipo de resíduo. Uma das alternativas é reaproveitar o óleo de cozinha para fazer sabão. Confira simples receitas abaixo para ter a consciência tranquila e ao mesmo tempo economizar algum dinheiro no mercado, transformando o óleo de cozinha em sabão.

Receita 1: sabão aromatizado

Ingredientes:

4 litros de óleo usado;
2 litros de água;
½ copo de sabão em pó;
1 kg de soda cáustica;
5 ml de óleo aromático de erva-doce ou outro a gosto.


Modo de preparo: esquentar a água. Separar meio litro e dissolver o sabão em pó nele. Dissolver a soda cáustica nos litro e meio de água restante. Adicionar lentamente as duas soluções ao óleo e mexer durante 20 minutos. Adicionar a essência mexendo bem, e despejar nas fôrmas escolhidas. Desenformar apenas no dia seguinte.

Receita 2: sabão com amaciante

Ingredientes:

5 litros de óleo usado;
2 litros de água;
200 mililitros de amaciante;
1 quilo de soda cáustica em escama.


Modo de preparo: colocar, com cuidado, a soda em escamas no fundo de um balde. Em seguida, adicionar a água fervendo e mexer até diluir a soda. Acrescentar o óleo e mexer. Misturar bem o amaciante. Jogar a mistura numa fôrma e cortar as barras de sabão somente no dia seguinte.

Lembre-se: mesmo que não prefira produzir sabão com o óleo de cozinha, evite descartá-lo no ralo do esgoto. Envase, por exemplo, em embalagem plástica de refrigerante e, em seguida, tampe a garrafa. Agora sim, você já pode descartar no lixo. Agindo desta forma, você evita contaminar os cursos d’água.

Fonte: http://adminf5.divirta-se.uai.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário