Google+ Followers

segunda-feira, 22 de julho de 2013

TEUS ANIMAIS


Em quase todas as casas existem animais. Eles fazem parte da criação de Deus, na concretização do ideal divino. Se queremos a ajuda deles no lar, porque esquecê-los e maltratá-los? Cuidemos desses nossos irmãozinhos menores, que a evolução algum dia os colocará no lugar que hoje desfrutas. A vida é uma seqüência de valores, que conquistamos com as bênçãos do Senhor. Teus animais são teus amigos! Depois do fenômeno que chamas de morte, eles passam a existir com mais vida, pois existe o reino dos animais e grandes almas cuidam deles em delicado preparo, para revestirem outros corpos, como é feito com os próprios homens.

Quem cuida bem dos animais, tem sempre ao seu lado as falanges de espíritos encarregados de fazê-los evoluírem. Como recebem grande cota de benefícios da própria natureza, a vida não fica devendo nada a ninguém - o que damos recebemos; nada escapa da justiça, tanto na função do máximo, como na do mínimo. E preciso, acima de muita coisa, CONFIAR. A confiança gera o entusiasmo de viver e nos fornece por processos que escapam aos nossos sentidos, a abundância do que desejamos, desde que o Senhor ache conveniente para o nosso bem. Estuda a natureza, com a inteligência que Deus te deu e poderás observar o maquinismo divino construindo e doando todo o bem para os filhos da criação. Tudo o que te propuseres fazer, faze-o com firmeza e fica certo de que a visualização do Bem é força poderosa e mais visível em toda a tua criação.

Os teus animais são teus amigos, em quem podes CONFIAR. Eles representam os primeiros degraus da escala do teu amor. Se o teu coração manifesta amor pelos animais, certamente que não podes esquecer o Amor aos teus semelhantes. Se os teus semelhantes já recebem afeto e carinho de tua parte, com muito mais fulgor deves amar a Deus sobre todas as coisas. Este é, pois, o teu caminho, que trilhado, jamais, te fará errar o roteiro da Felicidade.

O mundo em que vives pode ser e é um céu com todas as qualidades do Reino de Deus. Basta, a quem ainda não o encontrou, procurá-lo pelos meios que o próprio Senhor nos ensinou e a porta da entrada não estará longe; ela reside nos fios dos sentimentos e tem mil e uma chaves que devem ser manejadas para abri-la com eficiência, e as chaves são os dons, senão as virtudes muito bem apresentadas no Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

O que queres mais? Tudo está pronto à espera da boa vontade dos espíritos! Começa com os teus animais, se os tens em casa, sem que o fanatismo perturbe o teu discernimento, e, se possível, conversa com eles, que nada se perde. O que falares a esses irmãos ficará gravado em lugar que Deus sabe, e isso basta. Ajudar os animais não é somente dar-lhes comida; o verbo é o maior alimento, como acontece com os próprios homens. Quando não se conversa com o doente - podes analisar - ele começa a definhar. A palavra bem posta na boca é semente divina e alimento do céu.

Aprendamos a conversar, que a fala pode nos levar à paz interior; porém, se a usarmos para a discórdia, para a maledicência, ciúme ou inveja, plantaremos espinhos por onde passarmos e quando voltarmos pelos mesmos caminhos, eles irão nos ferir, pela força da Lei, buscando os seus criadores! Abençoemos os animais, que eles também são filhos de Deus!


Do livro Tua Casa, do Espírito Ayrtes, recebido por João Nunes Maia, 1ª ed. Belo Horizonte – MG, Editora Espírita Cristã Fonte Viva, 1985, páginas 21 e 22.

*************************

Foi esse o tema do Evangelho e Estudo nesta última sexta-feira na Casa Espírita da Prece - Allan Kardec, que fica na cidade de Kariya.
Nem preciso dizer o quanto gostei não é mesmo?
Tinha que vir aqui e dividir...

Abraxos!!!

2 comentários:

  1. Amigo, ADOREI! Excelente post, obrigada por partilhar. Eu converso bastante com minha gatinha...
    Beijoa e uma otima semana pra vc e crianças.
    Lita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. legal esse texto né amiga?1

      devemos converdar mesmo!!!

      beijos

      Excluir