Google+ Followers

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

História do Pingo!!!





Quem tem ou conviveu de alguma forma com mais de um cachorro ao mesmo tempo, sabe que eles parecem bem com nós, seres humanos, quando se trata de personalidade...

Alguns são parecidos, mas geralmente, todos são bem diferentes...
Aqui em casa por exemplo, os três são completamente diferentes....
Bom, se viram a postagem de ontem, eu falei sobre o Dago, um pequenino que conviveu conosco durante 3 meses.
Como eu escrevi, quando fiquei sabendo que "talvez" ele tenha sido sacrificado, minha consciência pesou muito, durante um bom tempo....
Em 2009 estava eu no pet shop que sempre mandava dar banho nos pequenos, quando me deparei com um pequeno ser, com apenas 2 meses, da cor que eu queria...
Eu tive que pegar este pequeno no colo. Tinha ido buscar o Cão e a Bel que foram tomar banho lá.
Namorei, namorei, mas vim para casa apenas com os dois rs


Passaram-se alguns dias e eu não parava de pensar naquela pequena criaturinha que tinha visto...
Eu ainda estava endividado, a crise estava ainda começando....
Mas, eu não aguentei... rs
Fui lá, conversei com as vendedoras que conhecia a anos, pois foi lá que eu comprei o Cão.
Pede desconto daqui, dali e no fim, parcelei no cartão de crédito rs
Me falaram que ele não ia crescer muito, seus pais eram pequenos e lá veio eu todo feliz com um filhote novo nos braços!!!
Como a maioria dos cachorros, entrou em casa e ficou meio acanhado no começo, mas foi só no começo mesmo, porque em menos de uma hora já estava todo todo.
Corria, corria e corria pelo apartamento rs
Corria atrás do Cão que nem dava bola pra ele e atrás da Belinha que fugia dele como o Diabo foge da cruz kakakakakakaka


Mas, houve um acontecimento muuuuuito estranho, ou melhor, vários...
Tive um sonho, onde "aquela voz" que comentei antes, me disse que eu iria ter uma nova oportunidade... Eu me lembro bem que acordei pensando "que oportunidade?!".
Meu querido caçulinha, Pingo, ou Frederico rs, se mostrou um verdadeiro "monstro" de alguns centímetros!!!!
Ele destruía tudo, mais tudo que via pela frente!!!!!!!
Ele fazia uma bagunça enquanto eu estava trabalhando que vocês não imaginam!!!
Ele virava o apartamento de pernas para o ar e eu juro que ele fazia exatamente igual ao que o Dago fazia!!!!!
Com o passar dos dias, eu pude perceber que ele fazia as mesmas coisas que o Dago.
A sujeira, a bagunça, seu jeito de brincar, seu porte físico, até as brincadeiras....
Eu não o que pensam e nem mesmo eu sei o que pensar, mas apenas sei que tudo me lembrava o Dago.
A bagunça, as atrocidades que esse pequeno ser conseguia fazer no apartamento todos os santos dias que eu saia para trabalhar, eram imensas, inacreditáveis...


Às vezes, só de eu ir ao supermercado e voltar, ele tinha revirado o apartamento...
Eu juro que tive momentos em que cheguei a abrir a porta, ver o estado do apartamento e fechá-la.
Respirava profundamente e só depois eu entrava.
Ele?! O senhor Frederico!? Esta lá, olhando pra minha cara, pulando, balançando o rabo como nada tivesse acontecido...
E a Belinha e o Cão, estavam num canto, olhando para mim como se soubessem o que estava se passando dentro do meu cérebro... rs
Todo dia, por mais de um ano eu passei por isso e juro que só não tive um ataque do coração, porque sabia que tinha que manter a calma e que EU é quem tinha escolhido trazer ele para casa... rs
Vida de pai solteiro não é fácil rs
Mas, tirando esses momentos, não tenho do que reclamar.


Pingo aprendeu rapidamente fazer suas necessidades no banheiro, sempre, sempre foi muito amoroso, carinhoso e tem um detalhe: ele não vai com ninguém!!!!
Não adianta, ele não vai de jeito algum!!!
Eu não sei se cheguei a comentar com vocês, mas eu ensinei tanto com o Cão, como a Belinha a não latirem.
Foi trabalhos, principalmente com a Dona Izabella, mas deu certo.
Já com o Pingo, foi terrível...
Ele é mais que genioso e meu tempo era muito curto nessa época, então, eu tive que mandar operar.
Muitas pessoas criticam isso, mas eu não vejo nada demais.
O cachorro não deixa de latir ele apenas late "mais baixo", como se diminuísse o volume... rs
Mas, eu confesso que me senti um lixo quando ele fez essa operação e sabem  o por que?!
Porque logo após a cirurgia, eu fui visitá-lo. Ele estava num estado deprimente no sentido sentimental.


Quando eu cheguei, pensei que tinham "surrado" o pobre coitado... Ele estava com um olhar de cachorro abandonado, numa tristeza sem limite.
Eu juro que me senti o pior pai do mundo. A doutora que o operou e as enfermeiras disseram que estavam chocadas com o comportamento dele rs
Ele não olhava pra mim e eu estava cada vez pior. Até eu não aguentar mais aquilo e decidi sair. Quando eu levantei não é que o bicho levantou a cabeça e parou de manha?!
Mais eu fiquei muuuuuito puto e dei muuuuuita risada galera, era puro charme!!!!
Claro que ele estava se sentindo sozinho e tal, mas foi dai que eu vi que ele sempre que podia fazia esse olhar de triste, abandonado.
Um exemplo, quando estou me arrumando para sair.
Ele sabe, todos eles sabem.
O Pingo simplesmente deita e faz o olhar de abandonado!!! Sempre!!! Toda vez que vou sair!!! rs
Mas, tudo passou, hoje ele já é um "aborrecente"e está mais comportado.
Mas, eu confesso a vocês que sempre me lembro do Dago quando o vejo e agradeço a Deus por ter me dado esta oportunidade.
Eu não sei onde o Dago está agora, mas eu só sei que o Pingo me lembra sempre ainda aquele pequeno que aqui esteve.
Frederico é o caçula, o peralta, o carente!!!
Tenho que dizer a vocês, que todos os dias, quando eu acordo e sento, ele vem e pula em cima de mim e espera meu abraço rs
Enfim, esta é uma parte da história do meu pequenino rs
Abraxos!!!!

8 comentários:

  1. Rs, que legal esse post contando do Pingo!! Ele é uma graça. Parabéns por não desistir. Ele não desistiria de você!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Lu!!!
      E obrigado pelas palavras!!!
      Beijos querida amiga!!!!!

      Excluir
  2. Amigo, adorei ler a história de Pingo, o danadinho, vejo que você teve a sua 2ª oportunidade, pois pelo que descreve ele é mesmo a cara do Dago, até quando apronta rsrsrs. As fotos estão maravilhosas. E você é lindo, viu como a vida por vezes nos presenteia? Dago estará à sua espera na Ponte do Arco-Iris, onde está o meu Kempo Norbu e o Sultão da Lua, estão todos juntos,muito quentinhos e muito felizes, eu acredito nisso, visualize Wilson, é uma imagem linda e reconfortante, não é mesmo?
    Beijinhos de Estrelas Cadentes.
    Ana Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou amiga.
      Eu confesso que creio em outra coisa quando se fala de céus de animais, mas um dia te explico. rs
      Beijocas e obrigado por passar aqui!!!
      Espero que tenha recebido meus email's!!!
      Beijosssss

      Excluir
  3. Oi Vilson, todos que tem animais tem histórias para contar. E tu sabes que aqui em casa temos os 8 gatos, 4 são meus e 4 da minha irmã. Cada um tem uma personalidade diferente e uma das minhas, aquela que eu sou mais apaixonada (gosto de todos mas a gente sempre tem um preferido..rsrsrs), também fica triste, ela murcha toda vêz que eu abro o guarda roupa para me trocar e sair. Nossa..ela literalmente muda o olhar, fica em cima da cama só me olhando, analisando o que estou fazendo, seguindo os meus gestos. É incrível mesmo!! Mas quem gosta de animal a rotina pode até ser desgastante mas sempre compensa, não é? Um grande abraço amigo querido e até!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzana,

      8 GATOS?!?!?!?!

      Você e sua irmã me mataram de inveja!!!!!! rs

      Brincadeira hein?!

      Pois é, é desgastante, mas agente ama né?!

      Que linda que deve ser essa sua preferida!!! O carinho de te acompanhar e tal...

      Obrigado por nos visitar viu?!

      Beijocas!!!!!!!

      Excluir
  4. Esse é meu querido Pingo, lindo, bagunceiro e cheio de personalidade, rsrs
    Beijinhos de jasmim.
    Lua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amiga, seu filhote é assim mesmo, tudo isso e mais um pouco...

      kakakakakaka

      beijocasssssss

      Excluir