Google+ Followers

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Amor aos animais


Em fevereiro de 2012, o jornal Daily Mail noticiou que uma australiana, chamada Nicole Graham, e sua filha passeavam em dois cavalos numa praia em Melbourne, na Austrália, quando caíram em um atoleiro semelhante à areia movediça.

Nicole conseguiu se arrastar na lama para ajudar a filha e um dos animais mas, o cavalo chamado Astro, que montava, acabou ficando preso.

Sua filha saiu em busca de socorro. Nicole estava segura e poderia se manter fora do atoleiro, mas não o fez.

Percebeu que quanto mais seu estimado animal se movimentava, na tentativa de levantar, mais seu corpo submergia.

Sentou-se, então, ao lado dele tentando acalmá-lo. Nesse momento quase todo o corpo do animal se encontrava soterrado.

Correndo risco de morte e com o corpo parcialmente coberto pela areia, Nicole permaneceu por três horas com os braços ao redor da cabeça do cavalo, tentando mantê-la erguida, de modo que ficasse para fora da lama até o socorro chegar.

À medida que o tempo passava, o animal corria também risco de afogamento, pois estava à beira-mar e o nível da água subia rapidamente, ao redor do ponto onde ele estava atolado.

Numa cena emocionante de desespero e solidariedade, aquela mulher arriscou a própria vida para salvar a do animal. Demonstrou o quanto o ser humano é capaz de amar a Criação Divina.

Ela não abandonou seu cavalo enquanto ele não foi salvo.

Minutos antes da água tomar conta do local, as equipes de resgate conseguiram tirar Astro da lama.

* * *

É dever do ser humano respeitar e proteger todas as formas de vida.

Os diversos animais que rodeiam nossa existência, no planeta Terra, são também criaturas de Deus e devem ser considerados como irmãos menores.

Podemos nos servir deles sempre que necessário, mas nenhum direito é em si ilimitado.

Eles não estão no mundo com a única finalidade de serem úteis aos homens e devemos ter consciência de que o exercício abusivo de qualquer direito é sempre reprovável.

Deus colocou os animais sob nossa guarda. Temos, portanto, o dever de protegê-los.

As pessoas que amam e cultivam a convivência com os animais, se observarem com atenção, verificarão que várias espécies são portadoras de qualidades que consideramos humanas.

São capazes de ter paciência, prudência, vigilância, obediência e disciplina. Demonstram, muitas vezes, sensibilidade, carinho e fidelidade.

Têm sua linguagem própria, seus afetos e sua inteligência rudimentar.

Dão-nos a ideia de que quanto mais perto se encontram das criaturas humanas, mais se lhes assemelham.

Na convivência com esses seres, devemos estabelecer o limite entre o que é realmente necessário e o que é supérfluo.

Quando estiverem sob nossos cuidados ofereçamos-lhes alimentação adequada, afeto, condições básicas de higiene e tratamento para a saúde sempre que necessário.

Reflitamos sobre como temos agido em relação a esses companheiros de jornada.



Redação do Momento Espírita.
Em 5.10.2012.

Vejam as fotos:





Abraxos!!!!




14 comentários:

  1. Emocionante as fotos e o filme. Isso é que é amor. Para mim os animais são tudo de bom, eles completam a vida de qualquer pessoa, assim como a minha, não sei viver sem eles por perto. Infelizmente grande maioria da população não gosta deles ou nada fazem para amenizar sofrimentos ou abandonos. Uma triste realidade que acontece em todo o planeta. Linda e triste, embora com final feliz, esta reportagem. Um grande abraço meu querido amigo e até!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu avô paterno sempre amou animais.
      Seus filhos, minha tia e meu pai e seus netos também.
      Eu amo e se pudesse, teria mais rs
      Sim, infelizmente muitos não gostam, não respeitam as vezes quem gosta e alguns chegam ate a maltratar alguns desses seres inofensivos.
      Mas, um dia isso mudara amiga!!!
      Beijos

      Excluir
  2. Que legal! Que notícia boa e bonita. Obrigada por compartilhar.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Pôxa, não conhecia esse fato.
    Magnifico gesto de amor, de companherismo e pelo direito a vida animal. Fotos impressionantes.Bela postagem! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo né Vilma?!
      O gesto dessa moça, mostra o amor que muitos sentem por esses seres de luz.
      Beijos para ti amiga poetiza.

      Excluir
  4. Fiquei tão maravilhada com essa demostração de amor puro.
    Só acho que eles são seres MUITO MAIORES, do que nós, pois se doam, sem pedir absolutamente nada em troca.
    Pena que não consegui ve o vídeo, rsrs
    Espero que estejas bem.
    Saudades...
    Beijinhos de mirra.
    Lua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amiga Lua, acheibuma demonstração, uma atitude linda.
      Tinha que compartilhar.
      No meu pensamento, são seres puros, inocentes, que devem e precisam ser protegidos.
      Beijocas

      Excluir
  5. Muito bom o post!!! emocionante!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, muito emocionante!!!!
      Fico feliz por ter gostado!!!!
      Abraços!

      Excluir
  6. Seu malvado! To chorando e não é na minha casa!

    Eu nao consigo ver ninguem sofrendo, e o ninguem é tudo que respira (exceto barata, desculpa, esta não dá mesmo....).

    Sobre abraçar: - amigo, abrace sempre seus filhos. E tambem: - Sim, eu lhe entendo! A minha mãe mora em outro continente e está velhinha!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkk

      Choronaaaaaaaaa!!!!!! Rs

      Realmente nos emocionamos lendo esta noticia, vendo as imagens.

      Sempre abraço meus filhos. Principalmente o Pingo quando pula em cima de mim rs
      Ai deu se não abraçá-lo rs

      Beijos chorona

      Excluir
  7. Triste, mas com final feliz.
    Abraço grande.

    Ah! Correio novamente no ar.

    ResponderExcluir
  8. Adoro finais felizes rs

    Oba!!!!

    Vou visitar já!!!!!

    Abraxão!!!!

    ResponderExcluir