Google+ Followers

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Veja os significados dos 100 sobrenomes japoneses mais populares


Conheça o significado de 100 sobrenomes japoneses.

Muitos descendentes de japoneses desconhecem o significado do próprio sobrenome. Separamos os sobrenomes 100 mais populares do Japão. Será que o seu está nessa seleção? Confira.

1 SATO : Sa = ajudar ; To = glicínia (uma espécie de planta cujo kanji está ligado ao clã Fujiwara)
2 SUZUKI : Suzu = guizo ; Ki = árvore,madeira : Árvore de sinos
3 TAKAHASHI : Taka = alto ; Hashi = ponte : Ponte alta
4 TANAKA : Ta = arrozal, plantação ; Naka = dentro, centro, meio : Meio do arrozal
5 WATANABE : Wata = atravessar, cruzar ; Be = beira, borda : Atravessar pela beira
6 ITO : I = deriva de Ise, cidade de Mie ; To = glicínia
7 YAMAMOTO : Yama = montanha, monte ; Moto = pé, base : Base da montanha
8 NAKAMURA : Naka = dentro, centro ; Mura = povoado, aldeia : Meio da aldeia/Aldeia central
9 KOBAYASHI : Ko = pequeno ; Bayashi = arvoredo, bosque : Bosque pequeno
10 SAITO : Sai = afetuoso ; To = glicínia
11 KATO : Ka = incluir, acrescentar (Kaga – nome antigo da atual região da província de Ishikawa) ; To = glicínia
12 YOSHIDA : Yoshi = boa sorte, feliz, auspicioso ; Da = plantação : Plantação auspiciosa
13 YAMADA : Yama = montanha, monte ; Da = arrozal : Arrozal da montanha
14 SASAKI : Sa = ajudar ; Sa = indica repetição do ideograma que o antecede ; Ki = árvore, madeira : Árvore de apoio
15 YAMAGUCHI : Yama = monte, montanha ; Guchi = abertura : Abertura para a montanha
16 MATSUMOTO : Matsu = pinheiro ; Moto = base, pé, princípio : Base do pinheiro
17 INOUE : I = poço ; Ue = sobre, em cima : Em cima do poço
18 KIMURA : Ki = árvore, madeira ; Mura = povoado, aldeia : Povoado com árvores
19 HAYASHI : Hayashi = bosque
20 SHIMIZU : Shi = puro ; Mizu = água : Água pura
21 YAMAZAKI : Yama = monte, montanha ; Zaki = cabo, ponta : Extremidade da montanha
22 NAKAJIMA : Naka = centro, dentro ; Jima = ilha : Ilha central
23 IKEDA : Ike = lago ; Da = arrozal, plantação : Plantação com lago
24 ABE : A = Lisonjear, agradar ; Be = dividir, departamento, setor, grupo : Grupo agradável
25 HASHIMOTO : Hashi = ponte ; Moto = base, princípio : Base da ponte
26 YAMASHITA : Yama = montanha, monte ; Shita = embaixo, parte inferior : Parte de baixo da montanha
27 MORI : Mori = bosque
28 ISHIKAWA : Ishi = pedra ; Kawa = rio : Rio pedregoso
29 MAEDA : Mae = frente ; Da = arrozal, plantação : Arrozal da frente / De frente ao arrozal
30 OGAWA : O = pequeno ; Gawa = rio : Rio pequeno
31 FUJITA : Fuji = glicínia ; Ta = plantação
32 OKADA : Oka = colina ; Da = plantação, arrozal : Arrozal da colina
33 GOTO : Go = posterior, atrás ; To = Glicínia
34 HASEGAWA : Ha = longo ; Se = vale ; Gawa = rio : Longo rio que corre o vale
35 ISHII : Ishi = pedra ; I = poço : Poço de pedra
36 MURAKAMI : Mura = aldeia, povoado ; Kami = parte superior, em cima, sobre : Parte de cima do povoado
37 KONDO : Kon = perto, próximo ; Do = glicínia
38 SAKAMOTO : Saka = declive, descida ; Moto = base, pé, princípio : Parte de baixo da descida
39 ENDO : En = longe, distante ; Do = glicínia
40 AOKI : Ao = azul, verde ; Ki = árvore, madeira : Árvore verde / azul
41 FUJII : Fuji = glicínia ; I = poço
42 NISHIMURA : Nishi = oeste ; Mura = povoado : Povoado do oeste
43 FUKUDA : Fuku = sorte ; Da = arrozal, plantação : Arrozal da sorte
44 OOTA : Oo = fértil ; Ta = arrozal, plantação : Arrozal fértil
45 MIURA : Mi = três ; Ura = baía, enseada : Três baías
46 FUJIWARA : Fuji = glicínia ; Wara = campo (Clã que teve início no Japão antigo e que desempenhou papel central no império até a Restauração Meiji.)
47 OKAMOTO : Oka = colina ; Moto = base, pé, princípio : Base da colina
48 MATSUDA : Matsu = pinheiro ; Da = plantação, arrozal : Arrozal com pinheiro
49 NAKAGAWA : Naka = dentro, centro ; Gawa = rio : Rio central
50 NAKANO : Naka = dentro, centro ; No = campo : Campo central
51 HARADA : Hara = campo ; Da = plantação : Plantação no campo
52 ONO : O = pequeno ; No = campo : Pequeno campo
53 TAMURA : Ta = arrozal, plantação ; Mura = povoado, aldeia : Povoado com arrozal
54 TAKEUCHI : Take = bambu ; Uchi = dentro : Dentro do bambuzal
55 KANEKO : Kane = ouro, fortuna, dinheiro ; Ko = filho : Filho afortunado
56 WADA : Wa = harmonia, paz ; Da = arrozal, plantação : Plantação harmoniosa
57 NAKAYAMA : Naka = dentro, centro ; Yama = monte, montanha : Dentro da montanha
58 ISHIDA : Ishi = pedra ; Da = arrozal, plantação : Plantação pedregosa
59 UEDA : Ue = em cima, sobre, topo ; Da = arrozal, plantação : Plantação de cima
60 MORITA : Mori = fl oresta, bosque ; Ta = arrozal, plantação : Plantação no bosque
61 KOJIMA : Ko = pequeno ; Jima = ilha : Pequena ilha
62 SHIBATA : Shiba = gravetos ; Ta = plantação : Plantação com gravetos
63 HARA : Hara = campo
64 MIYAZAKI : Miya = templo xintoísta, palácio imperial ; Zaki = ponta, extremidade : Extremidade do templo ou palácio
65 SAKAI : Saka = saquê, bebida alcoólica feita de arroz ; I = poço : Poço de saquê
66 KUDO : Ku = habilidade ; Do = Glicínia
67 YOKOYAMA : Yoko = ao lado ; Yama = monte, montanha : Ao lado da montanha
68 MIYAMOTO : Miya = palácio imperial, templo xintoísta ; Moto = início, princípio : Origem do templo
69 UCHIDA : Uchi = dentro ; Da = arrozal, plantação : Dentro da plantação
70 TAKAGUI : Taka = alto ; Gui (ki) = árvore : Árvore alta
71 ANDO : An = tranqüilo ; Do = glicínia
72 SHIMADA : Shima = ilha ; Da = arrozal, plantação : Plantação da ilha
73 TANIGUCHI : Tani = vale ; Guchi = boca : Abertura do vale
74 OONO : Oo = grande ; No = campo, planície : Grande planície
75 TAKADA : Taka = alto ; Da = arrozal, plantação : Plantação alta
76 MARUYAMA : Maru = redondo,círculo ; Yama = monte, montanha : Montanha redonda
77 IMAI : Ima = agora, atual ; I = poço : Poço atual
78 KAWANO : Kawa = rio ; No = campo, planície : Rio com planície
79 FUJIMOTO : Fuji = glicínia ; Moto = origem, princípio, base
80 MURATA : Mura = aldeia,vilarejo ; Ta = arrozal, plantação : Plantação do vilarejo
81 TAKEDA : Take = guerreiro ; Da = arrozal, plantação : Arrozal do guerreiro
82 UENO : Ue = em cima, de cima, sobre ; No = campo, planície : Em cima da planície
83 SUGUIYAMA : Sugui = cedro japonês ; Yama = monte, montanha : Montanha de cedro
84 MASUDA : Masu = aumentar ; Da = arrozal, palntação : Plantação ampliada
85 KOYAMA : Ko = pequeno ; Yama = monte, montanha : Pequena montanha
86 OOTSUKA : Oo = grande ; Tsuka = montículo , túmulo antigo : Grande túmulo antigo
87 HIRANO : Hira = plano ; No = campo : Campo plano
88 SUGAHARA : Suga = junça, corriço (planta ciperácea) ; Hara = campo : Campo de Junça
89 KUBO : Ku = há muito tempo ; Bo = manter,conservar : Mantido há muito tempo
90 MATSUI : Matsu = pinheiro ; I = poço : Poço do pinheiro
91 CHIBA : Chi = mil ; Ba = folha : Mil folhas
92 IWASAKI : Iwa = rocha, rochedo ; Saki = ponta, extremidade : Extremidade do rochedo
93 SAKURAI : Sakura = cerejeira ; I = poço : Poço da cerejeira
94 KINOSHITA : Ki = árvore ; Shita = debaixo : Debaixo da árvore
95 NOGUCHI : No = campo, planície ; Guchi = boca, abertura, entrada : Entrada do campo
96 MATSUO : Matsu = pinheiro ; O = cauda, rabo : Cauda do pinheiro
97 KIKUCHI : Kiku = crisântemo ; Chi = terra : Terra de Crisântemo
98 NOMURA : No = campo, planície ; Mura = aldeia, vilarejo : Vilarejo do campo
99 ARAI : Ara = novo ; I = poço : Poço novo
100 WATANABE : Watana = atravessar ; Be = seção, divisão : Atravessa a divisão

terça-feira, 26 de abril de 2016

Alerta de especialistas no Japão sobre 'grande terremoto' causa apreensão

Para cientistas, recentes tremores registrados no sudoeste do país seriam sinal de movimentação de placas tectônicas causada por falha geológica; 'efeito dominó' pode causar tremor de grande magnitude.

Cinco anos após o terremoto de 9.0 graus que provocou um tsunami e deixou mais de 15 mil mortos no nordeste do Japão, uma série de fortes tremores registrada desde o último dia 14 no sudoeste do país reacendeu temores de que uma tragédia como a de 2011 possa se repetir em breve.

Gracete Suzuki montou seu primeiro kit terremoto depois de 23 anos morando no Japão (Foto: Arquivo pessoal/BBC)

Os dois abalos sísmicos mais fortes da semana passada, de 6,5 e 7,3 graus, deixaram até agora 42 mortos na província de Kumamoto. Além disso, perto de 250 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas por causa do risco de desabamento em consequência da série de réplicas.
Mais de 600 tremores foram registrados até agora na região e a terra continua se mexendo. Esses números são impressionantes, pois representam quase metade dos terremotos registrados anualmente no país.
O Japão está localizado sobre três placas tectônicas: Eurasiana, das Filipinas e do Pacífico. Cada uma delas foi formada a partir de "colagens" de placas mais antigas e, por isso, sua formação é cheia de irregularidades, chamadas de falhas.
O terremoto ocorre justamente quando essas falhas se "acomodam".
O medo, segundo tem divulgado a mídia japonesa, é de que esses fortes tremores na região sudoeste desencadeiem o assentamento de outras falhas e vire um efeito dominó, subindo pelo arquipélago.
"Em ambas extremidades da falha é possível que haja deformação por causa da sua movimentação inicial concentrada, o que acaba incentivando outras falhas próximas a se movimentarem", explicou à BBC Brasil o pesquisador e professor de sismologia Naoshi Hirata, do Instituto de Pesquisas de Terremotos da Universidade de Tóquio.
Para alguns cientistas, os recentes terremotos em Kumamoto podem estar ligados a uma falha geológica que se prolonga através do arquipélago.
Um relatório assinado por especialistas da Universidade de Kyoto e divulgado pela imprensa diz que que fortes terremotos poderiam ocorrer em torno de uma grande falha que se estende do sudoeste do país até próximo à Tóquio.
Os especialistas acreditam que os novos tremores sejam um sinal dessa movimentação. Os últimos tremores foram registrados em uma área que abrange três províncias ao norte de Kumamoto e partes da região mais central do país.
Porém, para Hirata, esses abalos sísmicos intensos no sudoeste do Japão não devem desencadear os temidos e fortes terremotos esperados para as regiões mais próximas da capital japonesa. "São áreas muito distantes de Kumamoto", lembra.
Mesmo assim, para os pesquisadores, estes fenômenos naturais de grande proporção não estão longe de acontecer.
Segundo estimativas da Universidade de Tóquio, existe 98% de possibilidade de que nos próximos 30 anos aconteça o que eles chamam de Grande Terremoto de Kanto, em uma área onde se encontra a capital japonesa.
O último terremoto forte nesta região foi registrado em 1923 e teve uma magnitude de 7,8 graus. Na época, mais de 140 mil pessoas morreram.
Já os cálculos da Agência de Meteorologia do Japão é de que essa probabilidade seja de 70%.

Alerta

Por causa do grande destaque na mídia à possibilidade de um aumento nas fortes atividades sísmicas no país, o Consulado do Brasil em Tóquio divulgou um alerta para os brasileiros que vivem no país – hoje são cerca de 200 mil brasileiros.
"Tendo em vista que os dois fortes terremotos da semana passada podem representar o início de outros tremores, tomamos a iniciativa de avisar os brasileiros para que eles estejam preparados, tenham mais informação e possam localizar facilmente os abrigos", explicou Marco Farani, cônsul-geral do Brasil em Tóquio.
Para o diplomata, a divulgação do alerta é uma obrigação do consulado. "Nosso objetivo é fazer com que os brasileiros estejam alertas e que tomem as providências para se proteger", justificou.
Arnaldo Caiche D'Oliveira, cônsul-geral do Brasil em Nagoia, região que concentra a maior parte dos brasileiros no Japão, também tem se preocupado em informar os brasileiros e garantiu que existe um plano bem detalhado de ação e assistência em caso de desastres de grandes proporções.
Para que tudo ocorra como o planejado, os funcionários dos três consulados brasileiros existentes no Japão passam por treinamentos regulares. "O objetivo de aperfeiçoar a capacidade de resposta do consulado a um desastre", explicou o cônsul.

Kit terremoto

Rodrigo Sumikawa, 37, mora em Hamamatsu, uma das cidades japonesas com maior número de brasileiros e que está na lista das que serão mais afetadas em caso de um grande terremoto, e que inclusive pode ser atingida por um tsunami.

Rodrigo Sumikawa tem uma mochila preparada para uma emergência (Foto: Arquivo pessoal/BBC)

Por causa dos riscos, ele tem uma mochila com roupa, comida, água e artigos de primeira necessidade pronta para o caso de ter de sair correndo de casa. "Também participo dos treinamentos oferecidos na fábrica e fiz um curso de primeiros socorros", contou.
Medo ele confessa que tem. "Mas a gente não fica pensando muito nisso."
Já Gracete Suzuki, 62, diz já estar acostumada com os terremotos no Japão. "Mas agora, com tanta notícia sobre esses fortes tremores que estão para acontecer, comecei a ficar com medo", contou a brasileira.
Por isso, depois de 23 anos morando no Japão, ela contou que finalmente montou um kit terremoto para cada membro da família. "Bateu uma insegurança e achei melhor me prevenir desta vez."

País preparado

Apesar das previsões nada otimistas, o professor Hirata lembra que o Japão é um país bastante preparado para fortes terremotos.
As normas de segurança para construções melhoraram depois de 1995, ano em que um forte tremor em Kobe matou mais de 6.400 pessoas, muitas das quais morreram por causa do desabamento de edifícios.
"O código de construção atual é resultado de muitas experiências de grandes desastres sísmicos do passado. Casas e edifícios construídos depois de 1981 entram no chamado novo código de construção, o que garante uma certa segurança", explicou o pesquisador japonês.
No entanto, ele lembra que ainda há cerca de 20% de construções que não são nem um pouco resistentes a fortes tremores ou que possuem estruturas que podem causar facilmente incêndios.

Ewerthon Tobace
Da BBC, em Tóquio

Fonte: G1

segunda-feira, 25 de abril de 2016

A Razão Pela Qual os Cachorros Inclinam a Cabeça é Inacreditável!!!


Quem tem um cachorro de estimação já deve ter conversado com ele e trocado suas confidências. Eles são verdadeiros amigos que sempre estão lá para nós, e muitas vezes como resposta eles acabaram movendo sua cabeça. Quem nunca se perguntou se isso é realmente um modo deles mostrarem que estão entendendo ou que não estão entendendo nada?

Pois um estudo feito pelo site Mental Floss, todos os cães inclinam a cabeça de lado como um gesto de afeto e interesse ao ouvir a voz de quem conversa com eles. Engano total de quem diz que animais não pensam. Ao virar a cabeça de lado eles mostram simpatia com os humanos e assim eles se sentem mais próximos de nós.

Mesmo que a gente não consiga fazer com que eles entendam 100% do nosso diálogo os animais, principalmente os cães, sentem os mesmos sentimentos que nós sentimos. Quando o humano está triste, o cão também pode sentir o mesmo. E para se aproximarem mais de nós, eles inclinam a cabeça como um sentimento de solidariedade.

Um outro motivo pode ser também uma tentativa de ouvir melhor sons de alta frequência. Então, no momento em que seu cão estiver inclinando a cabeça para tentar ouvir a sua voz, aproveite para que ele te entenda melhor, pors ele está em plena conexão com você.

Fonte: Best Of Web

quinta-feira, 21 de abril de 2016

5 Fatos que os Cães Conseguem Prever Antes de Acontecer


Muitos cães são conhecidos por serem bons cuidadores e protagonizarem alguns acontecimentos inusitados, como socorrer uma pessoa que teve convulsão ou alertar para algum perigo. Abaixo você verá a explicação para muitos desses acontecimentos e entenderá que os talentos deles vão muito além de nos fazerem felizes e serem lindos. Eles conseguem salvar vidas!

1 - Terremoto: eles sabem perceber a ocorrência


Muitos países são atingidos por terremotos. E devido esse fato, alguns desses locais que sofrem com essas ações da natureza, China e Grécia notaram que antes dos tremores de terra muitos cães apresentavam ansiedade e estresse. Segundo os especialista, esses animais têm a capacidade auditiva elevada e conseguem ouvir o barulho das pedras se mexendo abaixo da superfície terrestre. Suas patas também são capazes de sentirem as atividades sísmicas.

2 - A habilidade dos cães para detectar a tempestade


Os cães percebem uma tempestade muito antes de nós. A sua sensibilidade deles é tão alta que é possível sentir a força eletromagnética que é criada em casos de temporais. Novamente sua audição entra em ação e eles conseguem ouvir os trovões antecipadamente também. O seu olfato é capaz de sentirem também a corrente elétrica no ar.

3 - Como os cães pressentem o câncer?


Existe um odor comumente liberado por pessoas com câncer ou diabetes, e que é facilmente detectado pelos cães e seu apurado olfato. Se ele costuma cheirar você sempre na mesma região, seria indicado procurar um médico.

4 - Eles sabem quando a pessoa vai ter convulsão


Alguns cães conseguem perceber quando uma pessoa está prestes a ter uma convulsão. Mas o mecanismo que rege essa sensibilidade ainda é desconhecido. Mas alguns cães são treinados para alertar a pessoa antes que a convulsão aconteça. Desse modo, a pessoa consegue se proteger e pedir ajuda.

5 - A inteligência canina para prever o parto


Cães são capazes de ouvir quando uma mulher irá entrar em trabalho de parto. Há relatos que alguns cães ficaram como guardiões da dona e seu bebê no dia anterior do dia do parto. Assim como no caso das doenças, existe um odor específico que é liberado pelas mães quando elas estão prestes a dar a luz e os cães conseguem sentir.

Ou seja, nada mais indicado do que ter um lindo amigo de quatro patas! A gente simplesmente ama!

Fonte: Bet Of Web

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Ciência Comprova Oficialmente Que Cães têm Sentimentos Como Humanos


Muita gente desconfia que os cachorros sentem o que humanos sentem. Costumam dizer: "são apenas animais".

Pois a Ciência acaba de comprovar que eles têm sentimentos iguais às pessoas.

Saudade, depressão, alegria, tristeza, raiva, amor- sim, eles são capazes de sentir tudo isso da mesmíssima forma que nós!

Gregory Berns, professor de neuroeconomia da Emory University, nos EUA, passou anos da sua vida pesquisando sobre o cérebro desses animais, realizando inúmeros experimentos com eles.

Um deles consistia em fazer uma ressonância magnética em um cachorro. A tarefa foi praticamente impossível de ser realizada, mas após semanas de tentativas para que o cachorro ficasse quietinho durante o exame, ele obteve os resultados.

Berns comprovou, então, que eles usam a mesma parte do cérebro humano para situações prazerosas.

O estudo afirma que os cachorros possuem o mesmo nível de emoção de uma criança, ou seja, o sentimento é puro e sincero.

Portanto, da próxima vez que você fizer algo para o seu cão, fique sabendo que seus sentimentos são tão reais quanto os seus!

Fonte: Bet Of Web

sábado, 16 de abril de 2016

Um Cachorro de Rua e seu Urso de Pelúcia...


Um cachorro que perdeu tudo abraça um bichinho de pelúcia para se confortar. Ele perdeu sua casa, sua família, e um lugar seguro para viver. Ele tem lutado diariamente para continuar sobrevivendo.

Todos os dias, dezenas de voluntários saem às ruas para ajudar animais abandonados. Mas essas pessoas também necessitam de ajuda externa para prover, pelo menos, água e comida a todos eles.

Este cachorro na foto é apenas um entre milhares.

O fotógrafo da imagem desabafou em sua rede social:

"Quando eu vi esse cachorro deitado e dormindo com um ursinho de pelúcia eu achei muito fofo. Mas a realidade veio à tona no momento em que bati a foto. Aqui está um cachorro de rua buscando conforto em um ursinho. Este cachorro partiu meu coração. E ele é a imagem de uma triste realidade". O cachorro da foto não foi resgatado, pois os voluntários jamais foram capazes de encontrá-lo.

Mas esse cão é como muitos outros. E essa foto, por mais triste que seja, é poderosa. Serve para mostrar que esses animais só estão em busca daquilo que é necessário: o amor, um abraço de conforto real, à espera de serem encontrados.

Se você também concorda que a adoção de animais é sempre a melhor opção para alguém em busca de uma companhia de estimação, não se esqueça de compartilhar este artigo com seus amigos.

Fonte: Best Of Web

domingo, 10 de abril de 2016

Feliz Aniversário Manona Maure!!!


Minha amiga amada,
Feliz aniversário!
Me desculpe por não poder estar junto,
Mas pode ter certeza que estou com você em espírito e pensamento,

Pois jamais poderei esquecer de você,
Minha amiga querida.
Espero que você jamais se esqueça de mim também,
Mas se algum dia isso acontecer,

Não te culparei, amiga.
Mas saiba que eu realmente penso em você
Com frequência e com carinho,
Desejando poder estar perto de você.

Nesse aniversário, eu espero
Que você esteja rodeada de seus amigos
E de seus familiares.
E que eles demonstrem te amar e te apoiar

Da mesma forma que você os ama e os apoia.
Feliz aniversário, minha querida amiga.
Que Deus continue a te guiar
E a te soprar boa sorte.

Beijos mil!!!

****************************

Para quem não sabe, conheci a Maure quando eu tinha 14 anos...
Chamo-a de Manona (uma mistura das palavras MANA e MADONNA).
Sabe, eu amo demais essa mulher. Tenho um carinho, um respeito, uma admiração sem fim por essa alma iluminada que Deus colocou em minha caminhada aqui na Terra.
Eu a admiro muito por sua história de vida... Ela superou obstáculos enormes, sempre com um sorriso no rosto, sempre com uma palavra amiga, mesmo estando com o coração cheio de feridas...
É uma das mulheres que eu mais admiro no mundo!!!
E não tinha como não estar desejando um FELIZ ANIVERSÁRIO, né?!
Jamais esquecer das pessoas que amamos, mesmo que não estejamos perto fisicamente delas...
 

Sabor da Vida - Filme Japonês


Sinopse:

Não recomendado para menores de 14 anos

Sentaro (Masatoshi Nagase) dirige uma pequena padaria que serve dorayakis - bolos recheados com pasta doce de feijão vermelho. Quando uma senhora de idade, Tokue (Kirin Kiki), se oferece para ajudar na cozinha, ele relutantemente aceita. Mas Tokue prova ter mágica em suas mãos quando se trata de fazer "AN". Graças à sua receita secreta, o pequeno negócio logo floresce e, com o tempo, Sentaro e Tokue abrem seus corações, revelando velhas feridas.



*****************

Eu, Wilson, particularmente gostei muito do filme.
Me fez pensar o quanto não sabemos sobre "os outros".
Histórias de vidas sofridas, de uma forma que nunca poderíamos imaginar...

domingo, 3 de abril de 2016

Kefir - Japão


Olá!
Já fiz duas postagens sobre kefir aqui no blog e tudo começou porque ganhei da minha tia Rosa em dezembro um pouco desses grãos.
Ela me ensinou como fazer, mas disse para eu procurar na net sobre os grãos caso tivesse alguma dúvida.
É claro que tive e lá fui eu no youtube e Google tirá-las.
Como tem coisa na internet sobre kefir e nem imaginava que era algo tão antigo... rs
E também, como cada um fala ou escreve uma coisa...
Realmente fica difícil saber o que se deve ou não fazer...
Acho que a única coisa em comum que todos dizem é que não se deve usar nada de metal para se lidar com o kefir... rs
Tenho que confessar que eu mesmo "odiei" o kefir no começo...
Aquele cheiro é muito desagradável...
O sabor então...
Eca! rs
Então eu comecei a dar para minha filha de quatro patas rs, a Belinha.
Ela é super chata para comer e eu não aguentava mais amassar e misturar tofu na comida dela para ela comer...
Ela amou kefir...
O único problema é que ela gosta dele tipo iogurte grego! Ou melhor, tem que ficar peneirando para tirar o soro! rs
Mas, sem querer, outro dia comprei um leite diferente do que costumo comprar e para minha surpresa, o kefir ficou mais concentrado e quase sem cheiro.
E como algumas pessoas anda me perguntando sobre como fazer kefir...
Aqui vai minha dica...
A maneira é a normal...
Misture os grãos de kefir com o leite e deixe descansar de 12 à 24 horas...
Ele ao passar das horas, vamos perceber que o soro do leite se separa do kefir...
Com esse leite não tive dificuldade de tirar apenas o kefir e os grãos sem que se misturassem ao soro...
Ai jogo fora o soro, peneiro o kefir bem e pronto!!!
Ah! E o leite que estou usando é do da imagem do começo da postagem!!! rs 
Só um detalhe, não sei se foi o kefir, mas só sei que a Belinha emagreceu!!!

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Reunião inevitável


Tudo se repetia anualmente. O velho pai desejava passar o Natal com seus filhos e netos. Mandava os convites, tecia planos, fazia compras para a ceia em família.
Ano após ano, ele ficava imaginando como estariam os rostos dos filhos. Teriam envelhecido? Estariam iniciando o processo de embranquecimento dos cabelos?
E os netos? Quantos eram mesmo? Alguns, ele nem conhecia pessoalmente, ainda.
Mas, ano após ano, nos dias próximos ao Natal, começavam a chegar os e-mails ou mensagens rápidas no celular. Lacônicas sempre.
Os filhos tinham compromissos que não lhes permitiam viajar. Pediam desculpas, prometiam ir tão logo pudessem, mas agora, não seria possível.
E, o velho pai passava o Natal sozinho. Fazia a ceia, orava. Depois, punha-se a rememorar lembranças.
Bons tempos da família reunida, das crianças bulhentas, dos presentes embaixo da árvore, das preces feitas em conjunto, na Noite Santa.
Então, de repente, o convite do pai não chegou. Foi um alívio para os filhos. Afinal, não precisariam inventar desculpas ou perder tempo enviando mensagens para escusarem a ausência.
Afinal, eles estavam muito ocupados com suas carreiras, seus próprios filhos, suas finanças, seus negócios inadiáveis.
Contudo, bem próximo ao Natal, um aviso trágico surpreendeu a todos: o velho morrera.
Eles largaram tudo. Arrumaram malas, compraram passagens, levaram os filhos e se encontraram, para o velório, às portas da casa paterna.
Lágrimas estavam em todos os rostos. Arrependimento pelas tantas escusas, pelos adiamentos de uma visita, por não terem estado com ele há tanto tempo.
Abraçados, lacrimosos, entraram na casa. Na sala, no entanto, a mesa estava posta. Rica, com detalhes caprichosos.
Filhos e netos não entenderam o que estava acontecendo. E, enquanto se indagavam, uns aos outros, surpresos, surgiu o velho pai, sorridente, por detrás de uma cortina.
De que outra forma eu poderia juntar todos vocês aqui?, Perguntou.
Houve muitos abraços e os netos mais novos conheceram o avô.
Lágrimas de alegria umedeceram todas as faces.
Finalmente, a família se reuniu em torno da mesa, ruidosa, confraternizando. Os menores fizeram algazarra, os maiores disputaram essa ou aquela iguaria. Uma verdadeira festa.

* * *

Não esperemos até que seja tarde demais para ver e rever os nossos amores.
Quando eles se forem para o Além, desejaremos ouvir sua voz uma vez mais e poder abraçá-los.
Aproveitemos suas presenças enquanto estão conosco. Sejamos bons para as pessoas que amamos enquanto estamos a caminho com elas.
Não posterguemos a visita, o abraço, os beijos, o afago.
Não economizemos palavras de amor, de carinho. Sobretudo para os que já multiplicaram anos de experiências em suas vidas.
Nossos pais e avós, que tanto nos ofertaram, aguardam nossa ternura.
Uma instituição britânica informou que existem milhões de idosos que chegam a ficar até um mês sem conversar com outra pessoa.
E, no entanto, a grande maioria tem filhos e netos. Pensemos nisso.
Lembremos que quando morrerem, deixarão um grande vazio em nossas vidas. E, então, arranjaremos horas para diligenciar providências, comparecer ao velório, enterro ou cremação.
Horas, talvez dias... Por que não agora enquanto os podemos abraçar?




Redação do Momento Espírita, com base em propaganda da rede alemã de Supermercados Edeka.
Em 31.3.2016.