Google+ Followers

sábado, 22 de novembro de 2014

Ex-funcionário de pet shop é preso por jogar mais de 70 corpos de cães mortos em Tochigi



A polícia da cidade de Nasushiobara prendeu um ex-funcionário de um pet shop por jogar mais de 70 corpos de cachorros mortos em rios e montanhas da região.

O suspeito, identificado como Masaki Kimura, 39, foi preso acusado de violar os direitos dos animais e leis ambientais. O curioso, é que o próprio autor dos crimes se apresentou voluntariamente ao posto policial em Utsunomiya no dia 11 de novembro.

O caso veio à tona no dia 31 de outubro quando 45 corpos de pequenos cachorros foram achados no rio Kinu em Utsunomiya. Alguns dias depois, no dia 5 de novembro, oito cachorros ainda com vida e 19 mortos foram achados nas montanhas perto de Nakagawa.

Após sua prisão, Kimura disse às autoridades que pagou um milhão de ienes para um criador de cães em Aichi pelos animais, todos de pequeno porte, e sua intenção era de revender os cachorros.

Contudo, quando Kimura transportava os animais em jaulas de madeira, muitos deles morreram. “Eu não sabia o que fazer, então joguei os corpos” disse ao ser interrogado pela polícia.

Fonte: IPC Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário