Google+ Followers

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Arqueólogos encontram múmia da dinastia Ming na China

 Foto de múmia com cerca de 700 anos, pertencente ao período da Dinastia Ming, China.

Em 2011, o Museu de Taizhou apresentou ao mundo a descoberta de uma múmia em excelente estado de conservação, com quase 700 anos e que, provavelmente, viveu na época da Dinastia Ming* (governou a China entre os anos de 1368 a 1644).

Descoberta na cidade de Taizhou enquanto trabalhadores realizavam a ampliação de uma estrada, a múmia conserva boa parte de seus traços faciais, como é possível observar na foto. Ela foi encontrada muito bem lacrada dentro de um sarcófago de pedra e encontrava-se imersa em um líquido marrom.

Suas roupas, feitas de seda e algodão, encontram-se muito bem preservadas (para poder ver os detalhes, abra o link do "The Telegraph" ao fim da postagem) e a mulher, de 1,50 metros, ainda usava um anel e outros utensílios, demonstrando seu status social à época.

Por muito tempo os arqueólogos e especialistas chineses não souberam como preservar suas múmias, tanto que aquelas encontradas entre os anos de 70 e 80 acabaram se perdendo. Após as diversas descobertas arqueológicas, os museus chineses iniciaram uma ampliação dos estudos e técnicas de preservação; graças a isso, hoje as múmias recentemente descobertas tem a possibilidade de serem melhores preservadas.

*Durante o governo da Dinastia Ming, foi formado um exército com mais de um milhão de soldados e a Marinha chinesa foi solidificada. Foi durante essa época que grandes projetos como a Cidade Proibida e a Muralha da China foram pensados.

Texto de Talita Lopes Cavalcante
Administração Imagens Históricas

Mais fotos:

 

Foto: BARCROFT
Fonte: The Telegraph (http://www.telegraph.co.uk/news/picturegalleries/worldnews/8361635/Archaeologists-find-Ming-Dynasty-mummy-in-China.html?image=7)

6 comentários:

  1. Oi amigo, adorei o post, muito interessante!
    Que bom que recentemente descobriram um jeito de conservá-las melhor!
    Tenha uma ótima semana, beijos!

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo Vilson, estou voltando das férias que estavam ótimas, revigorando as energias para mais um ano de lutas. Na verdade cheguei no inicio do mês de fevereiro mas acabei não tendo inspiração para nada em virtude de ter uma das minhas gatinhas estado doente e eu ter que fazer eutanásia. Mas aqui estou eu, novamente e também agora postando no Blog Vivências. Um grande beijo e até!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amiga!!!
      Estava com saudades!!!
      Nossa, que notícia triste...
      Desculpe não escrever antes, eu realmente estava totalmente sem tempo...
      Vou mandar um email pra ti daqui a pouco.
      Beijos

      Excluir
  3. Que sensacional! Eu fiquei aqui admirada nas sequencias fotograficas.
    De repente, mais um passado sendo revelado e agora, claro, a ser estudado.
    Mas vou lhe dizer uma coisa, tenho muita dó de todas as tumbas que já foram abertas.
    Acho que o sepultamento é algo sagrado.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente amiga, também acho que é algo sagrado, mas é preciso estudar não é mesmo?!
      Apesar que as vezes penso que em vez de ficarem por ai procurando desvendar o passado, deviam pesquisar e investir no futuro...
      Beijos

      Excluir