Google+ Followers

sábado, 11 de abril de 2015

Minha ausência

Deixei o Blog, deixei o Facebook...
Pessoas me perguntaram o por quê disso e daquilo, quando na verdade nada eu queria responder...
Sabe quando queremos ficar no nosso canto, quieto?
Pois é...
Dois meses se passaram desde que meu "Gordo" partiu para o plano espiritual...
Não, eu não estou bem com isso.
Não, eu não estou deprimido por causa da partida dele, mas sim pela falta que ele me faz todos os dias...
Parece contraditório, mas eu explicando, você irá entender...
A morte faz parte da vida.
Tudo aquilo que nasce, morre...
Nada é para sempre...
A morte faz parte da vida e isso não há como mudar...
A missão dele terminou e ele continuou sua caminhada, como eu e os pequenos que aqui ficaram, continuamos a nossa...
Mas, a ausência dele, ter que aprender a viver sem aquele pequeno ser que me alegrava todos os santos dias, está muito difícil de lidar...
Só eu sei a vida que tive, ninguém melhor do que eu mesmo para saber o que passei...
Em minha infância, tive apenas duas pessoas que eu tinha certeza que me amavam e eu me dava muito bem com elas.
Perdi as duas, uma através de sua passagem para o plano espiritual e outra por motivos familiares.
Quando vim para o Japão, não deixei apenas o país, mas amigos, amigas, minha mãe, minha avó...
Só eu sei o que passei até o Cão chegar em minha vida e como ele consegui transformá-la...
Seu jeito único, seus sons, sua personalidade...
Aprender a viver sem ele está sendo mais difícil do que eu imaginava...
Na verdade, nunca imaginei viver sem ele...
Dramático?
Para quem nunca amou ninguém nesse mundo e perdeu essa pessoa de alguma forma, pode achar isso, porém acredito que quem já passou por isso, entende do que estou falando.
O Cão não era um cachorro para mim.
Era meu filho, meu amigo, meu companheiro.
E aprender a viver sem ele está sendo muito difícil...
Sinto falta dos beijos que ele me dava, de seu jeito quando me recebia, dos sons que produzia quando brincávamos...
Foram 11 anos juntos, no dia a dia...
Não serão em apenas alguns dias que vou conseguir superar essa ausência...
Por isso, peço que compreendam que não estou com raiva ou mágoa de ninguém, apenas preciso de um tempo para poder aprender a viver uma vida diferente da que vivia...

Abraxos.

3 comentários:

  1. Estimado amigo,

    Eu chorei muito quando Vip partiu. Ele era meu brother, foi o cavalinho das minhas Barbies.

    Ninguem substitui ninguem, mas queria te dizer algo: adote! Isso é amor. E tem alguem esperando por voce. Muito.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Tudo tem seu tempo.
    A vida é assim, ninguém passa pela gente o que a gente tem que passar certo?
    São várias fases, algumas boas, outras nem tanto.
    Tudo o que acontece é para nosso aprendizado, então eleve sempre seu pensamento.
    Fica com Deus, Cão estará sempre com você.

    ResponderExcluir
  3. Amigo amado, sei exatamente o que esta passando, tem 3 anos que o "sultão" partiu e muitas vezes me pego chorando de saudades dele e,sinto muito por não poder estar por ai,do seu lado... Como gostaria disso, pois ambos daríamos 'colos'.

    Lembre-se "eu" nunca esqueço você e a Ana e vocês estão sempre em minhas orações e em meus pensamentos..

    Espero que consiga sorrir novamente em breve e, que esses 'peludinhos' que estão ai juntinho de você te ajude nessa jornada.

    Quando puder e quiser me mande um e-mail para saber como esta, estou com saudades e preocupada.
    Beijinhos repletos de lavanda, te amo.

    ResponderExcluir