Google+ Followers

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Como Criar Um Delinqüente

Quando se fala em delinqüência, muitos pais sofrem só em pensar no que esse termo representa.
Alguns de nós pensamos e repensamos em como pode uma criança cordata, amável durante a infância, tornar-se um delinqüente na adolescência e juventude.
Nós não nos damos conta, mas somos, enquanto educadores, os maiores responsáveis pela delinqüência que vige no mundo.
O Departamento de Polícia de Houston, Texas, elaborou uma lista enumerando 9 MANEIRAS FÁCEIS DE COMO CRIAR UM DELINQÜENTE. A lista é a seguinte:
1 - comece, na infância, a dar ao seu filho tudo o que ele quiser. Assim, quando crescer, acreditará que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que deseja.
2 - quando ele disser palavrões, ache graça. Isso o fará considerar-se interessante.
3 - nunca lhe dê orientação religiosa. Espere até que ele chegue aos 21 anos, e “decida por si mesmo”.
4 - apanhe tudo o que ele deixar jogado: livros, sapatos, roupas. Faça tudo para ele, para que aprenda a jogar sobre os outros toda a responsabilidade.
5 - discuta com freqüência na presença dele. Assim não ficará muito chocado quando o lar se desfizer mais tarde.
6 - dê-lhe todo o dinheiro que quiser. Nunca o deixe ganhar seu próprio dinheiro. Por que terá ele de passar pelas mesmas dificuldades por que você passou?
7 - satisfaça todos os seus desejos de comida, bebida e conforto. (Negar pode acarretar frustrações prejudiciais).
8 - tome o partido dele contra vizinhos e policiais. (Todos têm má vontade para com o seu filho).
9 - quando se meter em alguma encrenca séria, dê esta desculpa: “nunca consegui dominá-lo.”
Aja assim, e prepare-se para uma vida de desgosto. É o seu merecido destino.
Quando nos queixamos do desgosto por que nos fazem passar os filhos, normalmente esquecemos todos esses detalhes enumerados pela polícia de Houston. Enquanto ainda são crianças imaginamos que jamais venham a delinqüir. Em verdade é esse o nosso mais profundo desejo. No entanto, é bem possível que nos equivoquemos procurando acertar. Procurando fazer o melhor para os rebentos tão queridos aos nossos corações.
Se temos a intenção de fazer de nossos filhos cidadãos responsáveis e dignos, comecemos a prestar mais atenção na forma de educação que lhes damos.
Ensinar-lhes a tolerar frustrações, estabelecer regras a serem respeitadas, limites a serem observados, são medidas eficientes.
Consideremos sempre que nossos filhos são Espíritos reencarnados e, como tal, trazem consigo a bagagem de erros e acertos conquistados ao longo das existências.
Consideremos ainda, que todos renascemos para galgar degraus na escala evolutiva, e sejamos os impulsionadores daqueles a quem Deus nos confiou a educação. Dessa forma, de nada teremos que nos arrepender mais tarde, quando tivermos que prestar contas às Leis divinas.
***
Você sabia que é na adolescência que o espírito retoma a bagagem de experiências acumuladas ao longo da sua caminhada evolutiva?
É que na adolescência o corpo e o psiquismo já estão preparados para receber essas informações.
Não é outro o motivo pelo qual muitos pais desconhecem os filhos, que passam a ser outra pessoa, dizem, quando chegam à adolescência.
E você sabia que até aos sete anos de idade a criança é mais suscetível aos ensinamentos?
Por isso devemos nos esmerar para dar-lhes uma educação efetiva, de forma que esta possa suplantar as informações equivocadas que por ventura traga o nosso filho, de existências anteriores.

Continue...

Mesmo que poucos sorriam, continue.
Mesmo que muitos sofram, continue.
Mesmo que o céu tenha pouco azul, continue.
Mesmo que a solidão bata forte continue.
Mesmo que a saudade faça doer o coração, continue.
Pois não há caminho que não tenha pedra, nem atalhos sem espinhos.
Não há duas vidas neste mundo então, continue.
Pois aparecerá a estrada e no final do túnel sempre haverá um grande arco-íris.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

CD "Hard Candy" - Download

http://www.megaupload.com/pt/?d=DNEJC6LQ

Saúde masculina e exames de acompanhamento por faixa etária

Falta de tempo é um dos argumentos mais comuns dos homens para escapar de um exame ou consulta médica, principalmente se não tiverem sintomas e o objetivo for apenas investir na prevenção. Mas esse comportamento precisa mudar. Primeiro, para evitar que continuem chegando ao especialista com doenças em estágio avançado, como ocorre nos casos de tumores de próstata e pulmão, os mais freqüentes entre os homens. Eles ainda roubam muitas vidas que poderiam ser poupadas se as pessoas fizessem exames de detecção precoce. Quando o câncer de pulmão é descoberto em fase inicial, tem cerca de 80% de chances de cura com tratamento que pode combinar cirurgia, medicamentos e radioterapia.

Segundo os especialistas, a medida que mais salva vidas é a prevenção. No último Congresso Internacional de Câncer de Pulmão, realizado no início de setembro, em Seul, na Coréia do Sul, médicos do mundo inteiro reafirmaram a importância de parar de fumar para conter a expansão desse câncer, especialmente entre jovens. Depois de cinco anos sem fumar, o risco de ter câncer se equipara ao de uma pessoa que nunca fumou. O exame mais popular e barato para diagnosticá-lo é o raio-X de tórax, mas há serviços de check-up que preferem fazer tomografia, teste mais caro e sensível, capaz de revelar as lesões nos alvéolos pulmonares, o chamado enfisema, também causadas pelo fumo.

Outra parte do corpo masculino que precisa de mais cuidados é a próstata. A região, uma glândula entre a bexiga e o reto que produz substâncias do sêmen, aumenta de tamanho com a idade, mas seu endurecimento está ligado à presença de câncer. Os tumores podem ser detectados por exames de toque retal e o teste PSA (Antígeno Prostático Específico), que analisa no sangue a concentração de uma proteína associada ao tumor. Se for de um tipo pouco agressivo e identificado no começo, o tumor de próstata tem até 90% de chances de cura.

O coração dos homens também pede mais atenção do que recebe dos proprietários. Cerca de 70% das 350 mil pessoas que morrem de males cardíacos no Brasil são do sexo masculino e há o problema das seqüelas. Por isso os médicos insistem tanto na prevenção, composta de dieta saudável, exercícios, controle do colesterol e pressão arterial. "Além de manter esses indicadores da saúde dentro de limites saudáveis, é necessário fazer exames de controle", explica a médica Danielli Haddad, coordenadora do Check-Up do Hospital Sírio-Libanês, um dos mais modernos da América Latina. Muitas alterações, se descobertas ainda no início, podem ser corrigidas. Isso melhora a qualidade e a expectativa de vida dos homens, que atualmente vivem entre seis e oito anos menos do que as mulheres. "A cardiologia tem recursos avançados para desobstruir artérias parcialmente entupidas, por exemplo, e impedir que o infarto aconteça", afirma Danielli. Também dá para começar a melhorar as condições de trabalho do coração antes mesmo de ir ao médico. Um dos itens mais importantes é seguir uma dieta com baixos teores de gordura de origem animal.

Os testes para manter a saúde em dia:

Anote os principais exames que devem ser feitos em cada fase da vida. Em geral, eles devem ser repetidos anualmente. Veja as exceções e siga esse roteiro sob orientação do seu médico

AOS 20 ANOS
Exames
Sangue - glicemia, colesterol total, frações e triglicérides. Se os pais tiverem colesterol elevado, recomenda-se avaliar a partir dos 10 anos
Repetir entre 3 a 5 anos

Avaliação dermatológica - para quem tem pele clara, toma muito sol, tem casos de câncer de pele na família e muitas pintas
Repetir a cada 3 anos ou de acordo com orientação médica

Palpação dos testículos - para diagnóstico precoce de tumor testicular. Quando detectado precocemente, tem alta chance de cura

Ultra-sonografia - prevenção de câncer de testículo

Dosagem de proteína C ultra-sensível (PTC Ultra-sensível) - para avaliar risco de doença cardiovascular
Repetir a cada 5 anos

AOS 30 ANOS
Exames
Sangue - dosagem de TSH para verificar funcionamento da glândula tireóide
Repetir a cada 5 anos
AOS 40 ANOS
Exames
Teste ergométrico - para avaliar doença coronariana ou prescrição de exercício físico

Eletrocardiograma de esforço - para ver se não há elevação de pressão e arritmia durante o esforço

Densitometria óssea - para tabagistas, usuários de corticóides ou pacientes renais crônicos, para avaliar risco de osteoporose

Tomografia de tórax - para tabagistas, a tendência é fazer tomografia para verificar se há enfisema pulmonar. É mais eficiente do que o Raio X

Avaliação cardiovascular - em casos de obesidade, hipertensão, colesterol alto, tabagismo, diabetes, sopro na infância, histórico familiar. Se há casos na família, deve-se começar aos 20 anos

Ultrassonografia do abdômen - para checar cálculos renais e em vesícula. Para obesos, a qualquer idade, é importante na avaliação de esteatose hepática (acúmulo de gordura no fígado que poderá levar a quadros de cirrose). Em tabagistas e hipertensos, a partir dos 65 anos para aneurisma de aorta abdominal

Exame de fundo de olho, medição da pressão intra-ocular - devem ser feitos antes se houver casos de glaucoma na família
AOS 50 ANOS
Exames
Toque retal e dosagem de PSA - se houver casos de tumor de próstata na família ou sintomas, iniciar aos 40 anos

Colonoscopia - avalia a presença de pólipos no intestino grosso.
Se houver casos de tumor de intestino na família, iniciar 10 anos antes do diagnóstico do familiar
Deve ser repetido
entre 5 e 10 anos.

Ausculta, palpação e ultra-sonografia do abdômen - especialmente para tabagistas e hipertensos, para diagnosticar risco de aneurisma da aorta e pedras na vesícula e rins


Fonte: Danielli Haddad, coordenadora do Check-up do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo

“Neste verão, você quer ser sereia ou baleia?”

Bom, eu não sei se isso realmente é verdade, ainda mais pelo fato de eu não estar no Brasil, mas eu gostei do texto em si.
Espero que gostem também.

Academia Runner (SP) tinha um outdoor que dizia o seguinte:
“Neste verão, você quer ser sereia ou baleia?”.
Uma mulher enviou a eles a sua resposta e distribuiu o seguinte e-mail por aí...

"Ontem vi um outdoor da Runner, com a foto de uma moça escultural de biquíni
e a frase: Neste verão, qual você quer ser? Sereia ou Baleia?


Respondo: Baleias sempre estão cercadas de amigos. Baleias têm vida sexual
ativa, engravidam e têm filhotinhos fofos. Baleias amamentam.

Baleias nadam por aí, cortando os mares e conhecendo lugares legais
como as banquisas de gelo da Antártida e os recifes de coral da Polinésia.
Baleias têm amigos golfinhos.
Baleias comem camarão à beça.
Baleias esguicham água e brincam muito.

Baleias cantam muito bem e têm até CDs gravados.
Baleias são enormes e quase não têm predadores naturais.
Baleias são bem resolvidas, lindas e amadas.

Sereias????
Sereias não existem. Se existissem viveriam em crise existencial: Sou
um peixe ou um ser humano? Não têm filhos, pois matam os homens que se
encantam com sua beleza... São lindas, mas tristes e sempre solitárias...


Runner, querida, prefiro ser baleia!”.

A Academia Runner. retirou o outdoor rs.

Sem comentários né!!!

Odeio rótulos...
Seja você sempre!
Um ser único e maravilhoso(a)!

Castelos de Areia...

Num dia de verão, estava na praia, observando duas crianças brincando na areia. Elas trabalhavam muito, construindo um castelo de areia, com torres, passarelas e passagens internas. Quando estavam quase acabando, veio uma onda e destruiu tudo, reduzindo o castelo a um monte de areia e espuma. Achei que, depois de tanto esforço e cuidado, as crianças cairiam no choro. Mas tive uma surpresa. Em vez de chorar, correram pela praia, fugindo da água, rindo de mãos dadas e começaram a construir outro castelo. Compreendi que havia aprendido uma grande lição; gastamos muito tempo da nossa vida construindo alguma coisa e, mais cedo ou mais tarde, uma onda poderá vir e destruir tudo o que levamos tanto tempo para construir. Mas quando isso acontecer (e aqui eu digo, se isso acontecer), somente aquele que tem as mãos de alguém para segurar, será capaz de sorrir!!! Só o que permanece é a amizade, o amor e o carinho. O resto é feito de areia.

Uma história de Amor...

Esta é uma história real que nos mostra que não importam muito as diferenças quando necessitamos do apoio do outro.
Um hipopótamo bebê que sobreviveu às ondas do Tsunami na costa do Kenya criou um vínculo afetivo com uma tartaruga macho gigante centenária, em um lugar para animais do porto da cidade de Mombassa, disseram os oficiais.
O hipopótamo, chamado Owen que pesa cerca de 300 Kg, foi arrastado do Rio Sabaki até o Oceano Índico, sendo jogado na praia onde as ondas do Tsunami golpearam a costa do Kenya em 26 de dezembro, antes que a equipe de salvamento de animais silvestres conseguissem lhe resgatar.
Um Hipopótamo com menos de um ano de idade adotou uma tartaruga macho com aproximadamente 100 anos de idade.
A tartaruga parece estar muito feliz no papel de “mãe”, disse a AFP a ecologista Paula Kahumbu, responsável pelo Parque Lafarge.
“Nadam, comem e dormem juntos", acrescentou a ecologista. “O Hipopótamo segue a tartaruga exatamente da forma que faria com sua mãe. Se alguém se aproxima da tartaruga, o Hipo se mostra agressivo, como se estivesse protegendo sua mãe biológica", acrescentou Kahumbu.
Todos podemos aprender uma lição com estas duas criaturas de Deus:
“Enxergar além das diferenças do outro e encontrar a maneira de trilharem juntos o caminho”.
“Muitas coisas na vida não podem ser explicadas, somente presenciadas”.

Brahma Kumaris

Reagir ao menor sinal de provocação não é um sinal de força,
é falta de habilidade para tolerar.
Saiba que, quanto mais forte você é,
menos se deixará perturbar por
adversidades ou oposição.
Assim como o oceano absorve tudo
o que vai até ele, se você é realmente forte,
aceita tranqüilamente os altos e baixos da vida.
E lembre-se sempre do velho ditado que diz:
os recipientes vazios fazem mais
barulho do que os cheios;
da mesma maneira, a violência
é o instrumento daqueles que são,
ou estão vazios internamente.
As pessoas que absorvem a essência da
espiritualidade nunca usam da agressão,
porque sabem que a verdade
nunca pode ser derrotada pela força.

A MÚMIA DO TITANIC.


(...) Aquando do naufrágio, o Titanic, transportava 2208 passageiros, 40 toneladas de batatas, 1200 garrafas de águas minerais, 7000 sacos de café, 3500 ovos e... uma múmia egípicia. Esta múmia pertencia a um coleccionador inglês, Lord Canterville, que a fazia transportar de Londres para Nova Iorque, onde estava a ser organizada uma exposição de antiguidades egípcias. Tratava-se da múmia de uma vidente que vivera na época de Amenófis IV e cujo túmulo fora descoberto em Tell el Amarna. Esta, como a maioria das múmias egípicias, tinha numerosos amuletos. Sob a cabeça, nomeadamente, haviam colocado um amuleto que representava o deus Osíris e a inscrição "Acorda do sono em que estás mergulhado, o teu olhar triunfará de tudo o que tentarem contra ti". Por outro lado, o despojo antigo, sem dúvida por causa do seu excepcional valor, não havia sido posto nos porões das bagagens. Cuidadosamente fechada num sólido cofre de madeira, a múmia estava instalada por detrás da ponte de comando... "Foi esta múmia", escreveu John Newbargton em Egipto Mágico, "que provocou a loucura do capitão Smith. Munida sem dúvida de um sistema de protecção com base em irradiação radioactiva, avariou igualmente todos os instrumentos do Titanic".
Contudo não há qualquer confirmação da existência desta múmia a bordo, e pessoalmente nunca encontrei nada sobre Lord Canterville até hoje que se relacionasse ao Titanic. Trecho do livro "O.V.N.I. e os extraterrestres na História".

A Carta da Bruninha


Sempre dou muita risada lendo este e-mail... rs
A carta da Bruninha...
Observações da Bruninha (8 anos de idade), depois de ter recebido da sua mãe a espinhosa missão de vigiar escondida sua irmã Suzana (17 anos),que teve permissão de sua severa mãe de poder namorar no sofá da sala.
Ela faz seu ingênuo e detalhado relatório de tudo que viu, ouviu e sentiu:
 

Para Mamãe:

"Mãe, a Suzana e o namorado apagaram a maior parte das luzes e se sentaram no sofá. Ele chegou perto dela e começou a abraçá-la. A Suzana deve ter começado a ficar doente, porque seu rosto começou a ficar vermelho.

O namorado dela deve ter percebido que ela começava a passar mal, porque ele colocou a mão dentro da blusa dela, acho que pra sentir seu coração.

Só que ele demorou muito pra encontrá-lo!!! Aí, foi ele quem começou a ficar doente, porque os dois começaram a ficar ofegantes, com pouca respiração.

Acho que a mão dele estava fria, porque ele a colocou por dentro da saia da Suzana, que deitou no sofá dizendo que estava muito quente.

Depois de algum tempo consegui ver o que estava deixando os dois doentes:

uma enguia enorme tinha saltado do bolso da calça dele, era muito grande, devia ter uns 20 cm de comprimento. Foi então que Suzana agarrou a enguia com as duas mãos, acho que para evitar que ela fugisse, e disse que era a maior que já tinha visto. De repente a Suzana deve ter ficado maluca, porque ela tentou comer a enguia. Colocou ela inteirinha na boca e ficou tentando engolir.
Acho que enguia é uma coisa muito dura e ruim de comer, principalmente viva, porque depois de um tempão a enguia vomitou e saiu da boca da Suzana ainda inteirinha!!!

O namorado da Suzana então, enfiou a enguia num saco plástico, tentando sufocá-la, daí a Suzana tentou ajudá-lo e deitou prendendo a enguia entre as pernas, enquanto o namorado deitava em cima dela, eles ficaram tentando esmagar a enguia entre eles. Mãe, eu confesso que fiquei assustada porque a Suzana gritava tanto e se contorcia toda.

Depois de muito tempo os dois soltaram um suspiro de alívio.

Acho que conseguiram matar a enguia, porque eu a vi pendurada abaixo da barriga do namorado da Suzana.

A Suzana e o namorado sentaram no sofá e começaram a se beijar e, quero que um raio caia na minha cabeça, se a enguia morta não ressuscitou e eles começaram a batalha novamente.

Acho que o namorado estava cansado, pois foi a Suzana que tentou esmagar a enguia sentando em cima dela. Imagino que a Suzana é muito fraquinha, porque depois de algum tempo o namorado pediu para ela deitar de bruços e voltou a tentar esmagar a enguia, mas dessa vez com muita força.

Fiquei preocupada, porque a Suzana gritava muito, porém, a vontade de matar a enguia era tanta que ela gritava "Vai,Vai, Não Para, Não Para".

Depois de uns 40 minutos enfim o alívio: a enguia morreu!!

O namorado da Suzana disse que tava todo esfolado e jogou a pele da enguia pela janela.

Mãe, eu estava pensando, acho que as enguias são como gatos, tem sete vidas ou mais..."

ass.: Bruninha.


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Princípios básicos da Doutrina Espírita

1. Existe uma Inteligência Suprema, Absoluta, não cogniscível, Causa Primária de todas as coisas, que se chama Deus, Jeová, Iavé, Alá, Brahman, O Uno, Grande-Espírito, etc. Não há efeito sem causa. A causa de um universo ordenado é, pois, uma causa acima do universo. Deus, portanto.

2. Deus está acima de qualquer definição. Como nos fala Plotino, Deus está, por ser Absoluto, acima de qualquer definição, pois Ele/Ela é infinito em seus atributos e perfeições. Além, portanto, das limitações do pensamento intelectual humano. Qualquer que seja a palavra usada para se ter uma idéia de Deus, ela sempre estará expressando algo de limitado, humano. Mas, ainda assim, podemos dizer, numa etapa didática de analogia possível ao homem, que Deus é eterno, imutável, imaterial, único, soberanamente justo e bom e Infinito em todas as suas perfeições. Mesmo estas definições são coisas sem muito sentido para se definir Deus. Expressam pálidas idéias humanas, e seu sentido pode variar de uma para outra pessoa. E é por isso que assim falam os espíritos: "Creia, não queiras ir além do fato intuitivo da existência de Deus. Não vos percais num labirinto que vos confundirá e do qual não podereis sair. Isso não vos tornará melhores, mas um pouco mais orgulhosos, porque vocês acreditaram saber sobre algo que, na verdade, vos escapa e do qual nada, em realidade, sabes. Deixai, pois, de lado todos estes sistemas que apenas vos dividem; tendes bastante coisas que vos tocam mais de perto, a começar por vós mesmos. Estudai as vossas próprias imperfeições, a fim de vos libertar delas, o que vos será mais útil e mais benéfico do que pretenderes penetrar com vossas limitações no que é impenetrável" (Resposta dada pelos espíritos à pergunta nº 14 de O Livro dos Espíritos)


- O Espírito -



3. Há no homem, ou melhor, É o homem, em sua essência, um princípio inteligente, a que normalmente chamamos "Alma" ou "Espírito", independente da matéria, em íntimo contato com o corpo, que é-lhe instrumento de aperfeiçoamento, e que possui todas as faculdades morais e psíquicas inerentes ao ser humano.

4. As doutrinas materialistas são, em grande parte, responsáveis pelo estado de náusea e desesperança que aflige, em grande parte, a humanidade. Veja-se o tópico sobre Holismo para um maior aprofundamento sobre esta afirmação.

5. O Espiritismo, enquanto Ciência (aspecto tão enfatizado por Allan Kardec, mas, atualmente, um tanto negligenciado pelos espíritas brasileiros, que transformaram a doutrina em quase que unicamente uma religião), o Espiritismo prova a existência da alma por meio dos atos inteligentes do homem e pelos atos inteligentes das manifestações mediúnicas.

6. A alma humana, ou espírito, sobrevive ao corpo, embora traga em si traços deste corpo, e conserva a sua individualidade após a morte deste.

7. A alma do homem é ditosa ou infeliz depois da morte em conseqüência direta de seus atos durante a vida, que se inscrevem em sua consicência moral.

8. A existência de um Ser Supremo, Deus, a alma e a sobrevivência e individualidade da alma após a morte do corpo, bem como o estado de felicidade ou infelicidade futuras, constituem princípios básicos fundamentais de, praticamente, todas as religiões. Por isso todas as religiões são válidas. Elas representam modalidades do entidimento do transcendente de acordo com os diversos estados de consciência do ser humano.

9. Todas as criaturas vão, sucessivamente, evoluindo no plano moral e intelectual, pelas diversas etapas por que passam nas várias reencarnações, num contínuum que vai surgindo em progressão dos reinos inorgânicos até os mais incorpóreos e espirituais.

10. A Terra não é o único planeta habitado, e nem o mais aperfeiçoado. Existem uma infinidades de mundos habitados, que oferecem vários âmbitos de evolução e aprendizado para os espíritos.

11. Há uma lei de causalidade moral, conhecida como Lei do Carma, que interliga as várias vidas sucessivas do espírito, de modo a lhe dar o meio condizente com os atos praticados anteriormente, mas onde pode atuar agora, por meio de seu livre-arbítrio.


Comentários



O aspecto moral da doutrina, resutante da filosofia espírita, foi posteriormente confundido e amalgamado com um aspecto religioso. Por possibilitar, através de sua filosofia, uma religação efetiva com a dimensão espiritual do homem, o espiritismo permite usufrir ao seu estudioso um sentimento de religiosidade, no sentido latino do termo (religare, ou seja de se religar com algo superior, transcendente) que vai muito além do sentido atual da palavra religião. A Religiosidade, que é sentimento superior ao estreito rótulo da religião, é que preenche de fato a doutrina espírita.

É o próprio Kardec quem também nos fala que o espiritismo, por ser uma ciência e uma filosofia, "é, pois, a mais potente auxiliar da religião" (Kardec, O Livro dos Espíritos, página 111 da edição da FEB), sendo, pois, algo que, se não é uma religião em si, a não ser que se queira isso, respeita todas as religiões, pois elas são a expressão da ânsia humana pelo sublime e pelo transcendente, e são válidas, assim como cada teoria de personalidade, na Psicologia, é válida de acordo com o posicionamento e maturação psicológica e emocional de cada indivíduo. Infelizmente, fizeram do espiritismo o que bem quiseram, do mesmo modo como fizeram o que bem quiseram dos ensinos do Cristo, de Sócrates, e outros....

Um estudo realmente aprofundado e sistematizado do obra de Kardec escalareceria a todos sobre estes pontos, que acredito ser de fundamental importância para a maturação da tolerância entre as diferenças religiosas e uma vacina contra qualquer tipo de dogmatismo que, vez por outra, parece brotar no posicionamento religioso de alguns espíritas e dirigentes espíritas brasileiros que, por força da tradição católica em nossa cultura, têm transformado alguns centros - que deveriam ser casas sérias de estudos psíquico-espirituais- em verdadeiras igrejas - e sem a competência destas, pois algumas pessoas passam a dar palestras sem mínimo de aprofundamento na doutrina ou nas ciências psíquicas, como em psicologia e psiquiatria, além das leituras básicas da codificação kardequiana, tirando conclusões apressadas e/ou equivocadas de alguns fenômenos psicológicos que incidem sobre parte de nossa população, taxando-os de obsessão e outras coisas mais. Ora, nem todos os problemas são causados por pertubações espirituais - isso é acusar os espíritos injustamente -, ou, se existe alguma parcela disto, foi por algum desajuste primeiro do sujeito encarnado, desajuste de cunho íntimo e pessoal que precisa de tratamento mais dirigido ao aspecto psicológico, mundando seus o padrão de pensamentos e os hábios mentais imediatos que é a causa de atração do espírito desencarnado, por sintonia psíquica. Sendo assim Kardec apontou para o fato de que muitos de nossos desajustes se devem à causas pisicossomáticas e espirituais interligadas, pondo-se, portanto, bem à frente do desenvolvimento da psicologia de seu tempo, apontando para as teorias correntes agora, nos meios acadêmicos sobre o papel da medicina psicossomática na dinâmica das doenças e distúrbios mentais.

Kardec tinha plena consciência do fato de que os conhecimentos adquiridos em seus estudos eram apenas o primeiro passo de uma longa jornada, e, como nos fala o grande escritor Léon Denis em sua obra "Depois da Morte", no capítulo XX, "A doutrina de Allan Kardec, nascida - não será demasiado repetí-lo - da observação metódica, da experiência rigorosa, não se torna um sistema definido, imutável, fora e acima das conquistas futuras da ciência. Resultado combinado de conhecimentos dos dois mundos, de duas humanidades de planos paralelos penetrando-se uma na outra, ambas, porém, imperfeitas e a caminho do entendimento de verdades mais profundas, do desconhecido, a Doutrina dos Espíritos transforma-se sem cessar, pelo trabalho e pelo progresso, e (...) acha-se aberta às retificações, aos esclarecimentos do futuro". E é isto que tem de ficar bem claro para o movimento espírita brasileiro, com alguns setores cristalizados e dogmatizados. A verdade é muito ampla para estar contida apenas nas obras do primeiro período da codificação, e as ciências evoluem para uma compreensão mais holística do homem e do universo que deve estar presente também nas nossas casas de estudo espíritas. E se há ainda pessoas que se realizam apenas no aspecto religioso do movimento, muitas outras há, especialmente entre os jovens, que anseiam por ver novos horizontes onde possam se lançar à altos vôos com as duas asas, como nos fala Emmanuel, da razão e a do coração.

Neste sentido é bom relembrar mais algumas palavras do próprio Kardec:

"O Espiritismo é uma doutrina filosófica de efeitos religiosos como qualquer filosofia espiritualista, pelo que forçosamente vai encontrar-se com AS BASES FUNDAMENTAIS DE TODAS AS RELIGIÕES: DEUS, A ALMA E A VIDA FUTURA. MAS NÃO É UMA RELIGIÃO CONSTITUÍDA, visto que não tem culto, nem rito, nem templos e que, entre seus adeptos reais, nenhum tomou o título de sarcedote ou de sumo sarcedote" (...) "O Espiritismo proclama a liberdade de consciência como direito natural; proclama-a para seus adeptos assim como para todas as pessoas. Respeita todas as convicções sinceras e faz questão de reciprocidade". (Kardec, in "Obras Póstumas" - Ligeira Resposta aos Detratores do Espiritismo, páginas 260 e 261 da 21º edição da FEB, com destaques meus).

Ora, é muito lamentável que algumas instituições que se dizem espíritas tenham em seus meios pessoas com a pseudo-sabedoria de se arvorarem donas de todo o conhecimento e evitem o contato com outros sistemas de pensamento ou com as novas descobertas científicas. Esquecem-se, em nome do dogmatismo e da vaidade, os dois mandamentos essenciais do espiritismo: "Espíritas, amai-vos, eis o primeiro mandamento; instruí-vos, eis o segundo", e põem um limite quase instransponível entre a mesa, com seus dirigentes, e a assembléia, num arremedo de hierarquia, arremate de um nível de poder político comum às religiões institucionalizadas. Ainda há tempo de retomar a seara da forma como foi planejada por Kardec, basta humildade e solidariedade, nada mais, junto com um sincero desejo de estudar e de instruir-se. Felizmente nas fileiras espíritas brasileiras existem lumiares de alto valor dentro do aspecto científico e filosófico, como Hernani Guimarães Andrade, Henrique Rodrigues, Hermínio C. Miranda, Clovis Nunes, Jorge Andrea, Raul Teixeira, Divaldo P. Franco e, por meio de sua mediunidade maravilhosa, Francisco Cândido Xavier. De forma mais ou menos indireta, também temos a obra fantástica de Pietro Ubaldi que, com a sua A Grande Síntese demonstrou algumas das temáticas só agora mais ou menos popularizadas ou divulgadas como consequencia da evolução da Física Quântica ou da concepção Holística da filosofia da ciência que foram divulgadas em grande parte nas obras de Fritjof Capra. Mas isto é um outro assunto.

Acho que o precioso trabalho de Allan Kardec ainda há de ser reconhecido pelas gerações vindouras. O sucesso que sua obra logrou a ter na segunda metade do século XIX, foi, de certa forma, ofuscada pelas crises e guerras sucessivas por que passou a Europa, que acabou por entrar numa fase de descrença existencial, com a perda de seus idéias mais espirituais, bem exemplificada pelo niilismo e mecanicismo do século XX, bem como pelo surgimento de outras correntes espirituais mais esotéricas, de sabor fortemente ocultista e, por isso mesmo, mais atrantes para algumas pessoas às quais o mecanicismo de nossa época desagrada, como a Teosofia de H. P. Blavatisk, e outras. Mas só o tempo, como agora parece ocorrer, dirá o que de fato é a obra de um dos homens mais universais do século XIX.

REIKI.



Em 1922 Mikao Usui abriu uma escola em Tóquio para ensinar um sistema de cura baseado em energia. Mikao Usui criou esse sistema utilizando elementos do Qigong Taoísta, Budismo Tendai Japonês e Medicina Chinesa.


O sistema propõe uma forma de viver, através do uso intencional de um conjunto de afirmações que deverão fazer parte do dia-a-dia dos praticantes.


Ficou conhecido no Ocidente como "Reiki", onde passou por consideráveis mudanças, tanto no seu conteúdo como na sua direção. Existem variações desse sistema.


Algumas delas incorporam um trabalho com energia baseadas na filosofia hindu-tibetana, outras em anjos e também as que se utilizam de exercícios respiratórios.
REI - Significa Universal e refere-se a parte energética e espiritual, a essência cósmica.


KI - Energia vital individual que circunda o nosso corpo, mantendo-nos vivo.


REIKI - É o processo de encontro das duas energias. A universal com a nossa porção física.
Os 5 Princípios do Reiki, que como tudo que é verdadeiro é também extremamente simples.
1 - SÓ POR HOJE, NÃO TE PREOCUPES


Pensando nesta frase vamos aprendendo a romper os laços com os conceitos pré-estabelecidos de dor e angústia. Devagar damos o tempo certo para cada pessoa e para cada situação que temos que enfrentar na vida. Rompemos com nossa ansiedade e respiramos em Paz.
2 - SÓ POR HOJE, NÃO TE ABORREÇAS


Aqui, a meditação diária sobre esta frase, nos leva a trabalhar as mágoas, os ressentimentos, as raivas e fúrias que se alojam em nós e que trazem tanto mal físico e espiritual. Nos abalamos por tão pouco, quando estamos entregues aos desafios do ego e as disputas que ele nos impõe. Através deste preceito nos libertamos da desconfiança e do medo e amamos incondicionalmente.
3 - HONRA TEUS PAIS, PROFESSORES E IDOSOS


Ficou conhecido com esta afirmação podemos nos remeter ao respeito pela vida e pela experiência de cada um. Trabalhamos a nossa pretensão e nosso orgulho e nos colocamos no devido lugar de aprendizes da vida e filhos de Deus.
4 - GANHA TUA VIDA HONESTAMENTE


Este preceito nos lembra a necessidade urgente de sermos honestos conosco mesmos,


antes de tudo. Qualidade esta, tão esquecida pela humanidade e que provocou um distanciamento enorme daquilo a que nossa alma se propõe a fazer na vida e que só pode ser lembrado quando olhamos com carinho e atenção para tudo que nosso coração pede.


Desta forma, passamos a realizar nosso propósito na Terra.


5 - DEMONSTRA GRATIDÃO POR TUDO O QUE É VIVO


Quantas vezes por dia nós lembramos de agradecer e apreciar as coisas que estão a nossa volta e fazem nossa vida melhor?


Os alimentos e a água, por exemplo, que são imprescindíveis para nossa sobrevivência e que na maioria das vezes são totalmente desprezados por nós.O ar que respiramos e que contém elementos vitais para nosso corpo. Isto tudo sem citar todos os animais que nos ajudam e interagem conosco neste Planeta; e por último as pessoas, que são alvo de nossas críticas, julgamentos e desamor.
Isto é viver REIKI, e, praticar esse sistema de cura é muito mais do que nós podemos imaginar.


Construtoras do mundo.


Que as mulheres recebam todos os dias:
Dos maridos e companheiros, mais amor e cumplicidade,
Dos filhos ou sobrinhos, obediência e respeito, eterno carinho.
Dos patrões, igualdade nos salários e funções, dignidade.
Dos políticos, mais atenção e leis justas, mais políticas.
Dos médicos, toque suave, atendimento paciente.
Dos salões de beleza, menos filas e fofocas novas.
Dos restaurantes, menos tentações que fazem engordar.
Dos vizinhos, menos intriga e mais solidariedade.
Dos colegas de trabalho, paciência, principalmente "naqueles dias".
Dos artistas e cantores, atenção e autógrafo sem fila.
Dos vendedores, menos promessas, mais ação.
Das lojas, mais liquidações.
Dos cartões de créditos, mais crédito, de preferência ilimitado.
De Deus, proteção redobrada, pronto atendimento nas orações,
seja no campo ou cidade, chuva de felicidade.

Que sobre na vida da mulher:
atenção para amar a todos da casa,
paciência para aturar os homens sem tempo,
beleza para encantar e charme para seduzir,
tempo para amamentar,
tempo para amar e ser feliz,
tempo para ouvir essa pequena declaração de amor,
de homens que sem elas, nem estariam aqui.
Para as construtoras do mundo, um dia só é pouco,
fica então os votos de felicidade eterna,
para quem não desiste de lutar e ser mulher.

Velhice chega também para o melhor amigo do homem.

Chegada da 3a idade causa nos cães uma série de doenças e necessidades...
O vira-lata Chumbinho era sapeca. Agitado e brincalhão, ele passou a infância mordendo os objetos da família dando preferência aos sapatos espalhados pela casa. O tempo foi passando e com ele veio a fase adulta. Contudo, aos 13 anos, o cão começou a manifestar os primeiros sinais da velhice. Afinal, é como dizem: a idade não perdoa ninguém. Nem mesmo os melhores amigos do homem.

Além dos pelos grisalhos e da dificuldade para latir, Chumbinho apresentou um problema nos rins. “Ele não fazia xixi, chorava muito, tinha febre. Lembro-me que ele teve que tomar 12 injeções”, relembrou proprietário do animal, o supervisor de Logística Gustavo Braga Diniz, 26 anos. Seis meses depois, Chumbinho teve a mesma doença, mas se recuperou de novo. No entanto, a velhice enfraqueceu os ossos e a energia de Chumbinho não voltou a ser a mesma.

Hoje, aos 15 anos e 5 meses, o cão ainda está se acostumando com a recente perda da visão do olho esquerdo, por causa de um câncer. “Retirado o nódulo, ele não teve mais nada. Agora, os problemas são de velhice mesmo. Às vezes, ele sente uma tremedeira ou cai porque troca as patinhas traseiras quando vai andar. Está capenga, mas está bem vivo”, contou Gustavo Braga.

Histórias como a de Chumbinho são comuns. Em alguns casos, o envelhecimento acarreta ainda mais complicações. Perda de elasticidade da pele e do brilho do pêlo, problemas nas articulações, diminuição da capacidade de cicatrização e problemas cardíacos são alguns dos sintomas mais comuns citados pela médica veterinária Regiane dos Santos Arantes. “Como nos humanos, acontece o envelhecimento celular no cão, fato que é inevitável. Com isso, vem a perda significativa da imunidade do animal, deixando-o susceptível a doenças”, explicou.

Regiane dos Santos acrescenta que é comum que os cães fiquem mais quietos. Chumbinho, por exemplo, que é da raça pincher misturada com fox paulistinha, foi obrigado a trocar a vida agitada pela calmaria. “Hoje ele só come — come muito —, dorme o dia todo e ronca alto. Isso quando ele não faz xixi pela casa, por onde passa”, brinca Gustavo Braga.
Prevenção
É com orgulho que Gustavo Braga declara que Chumbinho, aos 15 anos, não perdeu nenhum dos dentes. “É porque ele come frutas todos os dias”, garante. Embora o hábito do vira-lata não seja comprovadamente fundamental para o fortalecimento dos dentes, Regiane dos Santos admite que a nutrição é a principal forma de proporcionar uma melhor qualidade de vida ao cão idoso. “O uso de rações específicas para a 3ª idade, por exemplo, é muito importante até para prevenir a obesidade”, exemplificou.

A veterinária alerta para a importância de escovar os dentes do cão pelo menos quatro vezes na semana e de manter em dia a vacinação e a vermifugação. “Também é aconselhável a castração. Na fêmea, o procedimento previne problemas uterinos e tumor de mama. No macho, o câncer de próstata”, enfatizou. Quanto à criação, Regiane é enfática: “É lenda dizer que a cria aumenta o risco de doenças”, esclareceu.

Complicações comuns na velhice canina

- Perda da elasticidade da pele e do brilho no pêlo
- Diminuição da imunidade
- Problemas na articulação
- Problema cardíaco e renal
- Catarata
- Problemas na gengiva
- Diabetes
Prevenção
- Atenção na alimentação (rações específicas para o idoso)
- Escovação dos dentes
- Vacinação
- Vermifugação
- Castração
Cuidados na velhice
- Nutrição
- Visitas periódicas ao veterinário (de 6 em 6 meses)
- Ambiente (atenção para os objetos espalhados no local que o cachorro vive, para evitar choques e tombos)
- Hidratação (colocar a vasilha de água próxima à cama ou espalhar várias pela casa, já que o cão fica mais preguiçoso e sente dores)

Genética determina doenças

Depois de ficar ranzinza, perder boa parte dos dentes e a visão de um olho por causa de uma catarata, Spark, um cãozinho teckel de 15 anos, começou a ter problemas ao caminhar. “Têm horas que ele custa levantar. Quando consegue, anda torto, escorrega, bate a boca no chão, é um horror”, contou a proprietária do animal, a vendedora Naida Dias Rabelo. A veterinária Regiane dos Santos explica que é comum isso acontecer em cães teckel (dachushund), assim como outras raças também são predispostas a problemas específicos.

De acordo com a especialista, por causa do corpo comprido, que não dá estabilidade à coluna, e as pernas curtas, que acabam não amortecendo o impacto dos passos, o teckel geralmente tem problemas sérios nas articulações. Com o tempo, ocorre a calcificação do disco intervertebral, o que diminui a condução do estímulo nervoso e faz com que ele ande de forma mais rígida. Em muitos casos, acontece a perda dos movimentos dos membros inferiores. Tanto é que essa é a raça que mais faz uso da cadeira de rodas.

O porte do animal também é determinante para a causa de complicações na 3ª idade canina, inclusive no que diz respeito ao tempo de vida. “Cães grandes como o labrador e o boxer, envelhecem mais rápido. E pelo tamanho, o desgaste nas articulações é maior, devido ao esforço que ele faz”, confirmou Regiane dos Santos.

Spark é considerado pela veterinária como um idoso saudável. Apesar da dilatação cardíaca, que também é comum em cães da raça teckel, o animal está “enxuto”. A dona de Spark confirma: “Às vezes, ele até corre e pula, está espertinho. Mas quando surgem os sintomas, tem que medicar, porque senão ele fica caidinho em um canto”, observou Naida.
Idade que o cão entra na 3ª idade
- pequeno (até 10 quilos): 8 anos
- médio (cerca de 25 quilos): de 8 a 10 anos
- grande (cerca de 45 quilos): 7 anos
- gigante (mais de 45 quilos): 6 anos
Exemplos de raças que apresentam complicações específicas
- Boxer: tumor, problemas na articulação do quadril e dilatação cardíaca
- Labrador: artrites, obesidade, problemas nas articulações
- Teckel (Dachushund): problemas nas articulações da coluna, obesidade, tumor de mama, problemas renais
- Poodle: cataratas, luxação de patela (osso do joelho), epilepsia (convulsão), glaucoma, diabetes e aparecimento de verrugas
- Schnauzer: cálculo nos rins e na bexiga
- Cocker: otite e dilatação cardíaca
Eutanásia é procurada por donos por comodidade
Os problemas decorrentes da velhice canina são motivo de reclamações por parte dos proprietários. Alguns chegam a pedir que o veterinário sacrifique o animal para não terem a responsabilidade de cuidar. “Toda semana, pelo menos uma pessoa me liga perguntando quanto eu cobro para fazer a eutanásia do cão. Alegam que não têm tempo para cuidar, que ele está dando trabalho, enfim, por comodidade. No entanto, eu só faço quando não existe outra saída e o cão está sofrendo. Do contrário, eu não faço de jeito nenhum”, garantiu Regiane dos Santos.

A veterinária afirma que tem como saber quando o animal desistiu de viver, hora que, para ela, é a única passível de eutanásia. “Às vezes, o cão sofre tanto que não come mais, rejeita água, não abana o rabo, e fica só com o olhar fixo”, citou Regiane. Ainda assim, ela não indica de cara o sacrifício, mas oferece essa opção ao proprietário.

Naida Dias não esconde que perde a paciência com a sujeira que Spark faz quando acorda, mas nem cogita a possibilidade de doá-lo. Muitas pessoas me falam que eu sou boba, que o Spark está morrendo, mas eu vejo que ele ainda está espertinho. Não teria coragem nunca”, assegurou. Regiane dos Santos concorda: “É o que eu digo para aqueles que me ligam. É um absurdo querer se desfazer de um cão que dedicou a vida toda ao dono”, opinou.

Gustavo Braga já começou a lamentar a velhice de Chumbinho. “É um membro da família, porque ele é meu companheiro desde que eu tinha 11 anos. E o primeiro cão a gente nunca esquece. Ele é insubstituível”, disse. Mesmo assim, o supervisor é otimista. “O ‘Binho’ é um cachorro que sabe viver, e por isso ainda está aí. Pela forma com que o criamos, pelo amor que passamos para ele, acredito que ele viva até os 17 anos”, concluiu o supervisor de Logística.

Gustavo, como todo “pai” coruja que se preze (para ele, Chumbinho é um filho), não esconde o amor que sente pelo cão. “Com o ele sinto alegria. Desabafo, converso com o ‘Chimbimbim’, que até me dá conselhos. É que, para mim, seus olhos dizem muita coisa”, confessou emocionado.

Naida também se derrete por Spark, o qual carinhosamente apelidou de “menino velho”. “Tenho muita pena e vou cuidar dele até o fim”, concluiu.

Viva Melhor!!!


Faça como os passarinhos. Comece o dia cantando. A música é o alimento para o espírito. Cante qualquer coisa, cante desafinado, mas cante! Cantar dilata os pulmões e abre a alma para tudo de bom que a vida tem por oferecer. Se insistir em não cantar, ao menos ouça muita música e deixe-se absorver por ela. Ria da vida. Ria dos problemas. Ria de você mesmo. Ria das coisas boas que lhe acontecem. Ria das besteiras que fez. Ria abertamente para que todos possam se contagiar com a sua alegria. Não se deixe abater pelos problemas. Se você se convencer de que está bem, vai acabar acreditando e se sentindo bem. O bom humor, assim como o mau humor, é contagiante. Qual deles você escolhe? Leia coisas positivas. Leia bons livros, poesias, pois a poesia é a arte de aceitar a alma. Pratique algum esporte. O peso da cabeça é muito grande e ter que ser contrabalançado com alguma coisa. Você certamente vai se sentir bem disposta, mais animada e mais jovem. Encare suas obrigações com satisfação. É maravilhoso quando se gosta do que faz. Ponha amor em tudo o que estiver ao seu alcance. Quando for fazer alguma coisa, mergulhe de cabeça. Não viva emoções mornas, próprias de pessoas mornas. Não deixe as oportunidades que a vida oferece. Elas não voltam. Nenhuma barreira é intransponível se você estiver disposto a lutar. Não deixe que os problemas acumulem. Resolva-os logo! Fale. Converse. Escute. Brigue. O que mata é o silêncio e o rancor. Exteriorize tudo, deixe que as pessoas saibam que você as estima, as ama, precisa delas, principalmente em família. Amar não é vergonha.

CARTA ENVIADA DE UMA MÃE PARA OUTRA MÃE EM SÃO PAULO.

Hoje vi seu enérgico protesto diante das câmeras de televisão contra a transferência do seu filho, menor infrator, das dependências da FEBEM em São Paulo para outra dependência da FEBEM no interior do Estado. Vi você se queixando da distância que agora a separa do seu filho, das dificuldades e das despesas que passou a ter para visitá-lo, bem como de outros inconvenientes decorrentes daquela transferência. Vi também toda a cobertura que a mídia deu para o fato, assim comovi que não só você, mas igualmente outras mães na mesma situação, contam com o apoio de comissões, pastorais, órgãos e entidades de defesa de direitos humanos. Eu também sou mãe e bem posso compreender o seu protesto. Quero com ele fazer coro. Enorme é a distância que me separa do meu filho. Trabalhando e ganhando pouco, idênticas são as dificuldades e as despesas que tenho para visitá-lo. Com muito sacrifício, só posso fazê-lo aos domingos porque labuto, inclusive aos sábados, para auxiliar no sustento e educação do resto da família. Felizmente conto com o meu companheiro, que desempenha importante papel de amigo e conselheiro espiritual. Se você ainda não sabe, sou a mãe daquele jovem que o seu filho matou estupidamente num assalto a uma video locadora, onde ele, meu filho, trabalhava durante o dia para pagar os estudos à noite. No próximo domingo, quando você estiver abraçando, beijando e fazendo carícias no seu filho, eu estarei visitando o meu e depositando flores no seu humilde túmulo, num cemitério da periferia de São Paulo... Ah! Ia me esquecendo: _ e também ganhando pouco e sustentando a casa, pode ficar tranqüila, viu? Que eu estarei pagando de novo, o colchão que seu querido filho queimou lá na última rebelião da Febem.


Poema de Victor Hugo.

"Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,
Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
É preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga "Isso é meu",
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar".

Boneca de Crochê.

Um homem e uma mulher estavam casados por mais de 60 anos. Eles tinham compartilhado tudo um com o outro.
Eles tinham conversado sobre tudo. Eles não tinham segredo entre eles afora uma caixa de sapato que a mulher guardava em cima de um armário e tinha avisado ao marido que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que ela havia nela. Assim por todos aqueles anos ele nunca nem pensou sobre o que estaria naquela caixa de sapato. Mas um dia a velhinha ficou muito doente e o médico falou que ela não sobreviveria.
Visto isso o velhinho tirou a caixa de cima do armário e a levou pra perto da cama da mulher. Ela concordou que era a hora dele saber o que havia naquela caixa.
Quando ele abriu a tal caixa, viu 2 bonecas de crochê e um pacote de dinheiro que totalizava 95 mil dólares.
Ele perguntou a ela o que aquilo significava, ela explicou “quando nós nos casamos minha avó me disse que o segredo de um casamento feliz é nunca argumentar/ brigar por nada. E se alguma vez eu estivesse com raiva de você que eu ficasse quieta e fizesse uma boneca de crochê”.
O velhinho ficou tão emocionado que teve que conter as lágrimas enquanto pensava "Somente 2 bonecas preciosas estavam na caixa. Ela ficou com raiva de mim somente 2 vezes por todos esses anos de vida e amor”.
"Querida" ele falou, você me explicou sobre as bonecas, mas e esse dinheiro todo de onde veio? Ah, ela disse "esse é o dinheiro que eu fiz com a venda das bonecas”.

PRECE

“Querido Senhor, eu oro para adquirir sabedoria para entender meu marido, amor para perdoá-lo e paciência para agüentar seu mau humor”.
Sim, Senhor porque se eu orar pra ter forças, eu o mato de tanto bater, porque eu não sei fazer crochê“.
 
Dedico este texto às minhas amigas casadas... rs